Terminal de actividades marítimo-turísticas de Lisboa deverá estar a funcionar até ao final do ano

21-01-2019 (15h12)

A estação fluvial Sul e Sueste, no Terreiro do Paço, em Lisboa, está a ser alvo de requalificação e deverá estar em funcionamento como terminal de actividades marítimo-turísticas até ao final do ano, cerca de dois anos mais tarde que o previsto inicialmente.

Uma informação publicada no website da autarquia lisboeta indica que “as obras na estação fluvial Sul e Sueste já começaram e, até ao final deste ano, os barcos deverão regressar ao histórico edifício junto ao Terreiro do Paço, que durante décadas assegurou o acesso ao comboio no Barreiro”.

Na mesma nota, o município adianta que o “projecto retoma as linhas originais desenhadas em 1929 pelo arquiteto Cottinelli Telmo”.

Em Setembro de 2016, o Estado cedeu as instalações da antiga estação junto ao Terreiro do Paço à câmara, através de um protocolo de cedência de utilização.

Na cerimónia de assinatura do protocolo, o director-geral da Associação Turismo de Lisboa (ATL), responsável pela gestão do equipamento, anunciou que a antiga estação fluvial, classificada como Monumento de Interesse Público, iria ser alvo de reabilitação, num investimento de sete milhões de euros.

Vítor Costa explicou na altura que a intervenção necessária abrangerá o edifício da estação e também o espaço público envolvente, até ao Torreão Nascente do Terreiro do Paço, por forma a "criar boas condições operacionais e financeiras para as actividades que aproveitam o rio para recreio".

Na zona exterior, "mantêm-se os pontões para as embarcações de maior porte" e será também construído um "novo pontão mais pequeno, para barcos de recreio, barcos tradicionais e à vela", precisou o responsável.

Segundo o director-geral da ATL, o projecto para a zona exterior contempla esplanadas, a manutenção da circulação automóvel, um aumento do espaço verde "dentro do possível", a "valorização dos espaços públicos" e ainda a retirada do "aterro que foi feito quando se construiu o metro", o que vai permitir "a reconstrução do muro das namoradeiras".

Já no interior, "serão recolocados os painéis de azulejos que estão guardados", serão retirados os acrescentos que servem de contenção ao edifício e "serão repostos os elementos do projeto inicial", do arquiteto Cottineli Telmo, dos anos 30 (do século passado).

Vítor Costa não quis apontar uma data para o início dos trabalhos, mas afirmou que o objectivo era que a intervenção terminasse no final de 2017.

Em Março do ano passado, a Câmara Municipal de Lisboa aprovou o projecto de arquitectura para a estação fluvial Sul e Sueste (clique para ler: Câmara de Lisboa aprova projecto para terminal de actividades marítimo-turísticas).

Cerca de um mês antes, questionado sobre a razão do atraso nas obras, o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, explicou que se prende com questões técnicas que estão a ser analisadas com o Laboratório Nacional de Engenharia Civil, por forma a não por em risco a estrutura do Metropolitano.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: Portugal

Clique para ver mais: Cruzeiros

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Cruzeiros em Lisboa têm melhor 1º semestre de sempre, apesar de queda acentuada em Junho

08-07-2019 (17h15)

O Porto de Lisboa recebeu 239.135 passageiros de cruzeiros nos primeiros seis meses deste ano, segundo informação da APL, cujos dados indicam um novo recorde para a primeira metade de um ano, superando por cerca de 8,4 mil o anterior máximo, do ano de 2012.

Royal Caribbean encomenda terceiro navio da classe Icon

02-07-2019 (14h22)

A Royal Caribbean anunciou hoje que chegou a acordo com os construtores navais da Meyer Turku para encomendar o terceiro navio de cruzeiros da classe Icon, que prevê receber em 2025.

Royal Caribbean investe 86 milhões de euros para renovar o Voyager of the Seas

02-07-2019 (13h43)

A Royal Caribbean vai renovar o seu navio de cruzeiros Voyager of the Seas, que estará a navegar no Sudeste Asiático a partir de Outubro, após um investimento de 97 milhões de dólares, cerca de 86 milhões de euros ao câmbio de hoje.

MSC Cruzeiros supera marca de 20 milhões de passageiros

01-07-2019 (15h51)

A MSC Cruzeiros superou a marca de 20 milhões de passageiros transportados nos seus navios, tendo assinalado o momento a bordo do navio MSC Seaside, que está a fazer viagens com embarque e desembarque em Miami.

MSC já tem à venda cruzeiros a bordo do novo MSC Seashore

26-06-2019 (15h49)

A MSC Cruzeiros anunciou que já estão disponíveis reservas para viagens a bordo do primeiro navio da classe Seaside Evo, o MSC Seashore.

Noticias mais lidas