Primeiro navio de cruzeiros do mundo movido a GNL visita a Madeira na sua temporada inaugural

20-12-2018 (10h35)

O navio de cruzeiros AIDAnova, o primeiro do mundo movido a GNL (Gás Natural Liquefeito), está a fazer a sua temporada inaugural com um itinerário designado “Canárias e Madeira”, que tem previstas várias visitas ao Funchal.

O navio, que fez uma escala técnica em Lisboa no dia 16 de Dezembro, chegou a Santa Cruz de Tenerife no dia 18 de Dezembro para ser abastecido com GNL para a sua temporada inaugural.

O AIDAnova, que recebeu ontem os seus primeiros hóspedes, vai fazer a sua temporada inaugural com escalas em Tenerife, Gran Canária, Lanzarote, Fuerteventura e Madeira.

As escalas na Madeira estão programadas para os dias 24 e 31 de Dezembro, 7, 14, 21 e 28 de Janeiro, 4, 11, 18 e 25 de Fevereiro, 4, 11, 18 e 25 de Março, 1 e 8 de Abril, segundo dados da Administração dos Portos da Madeira consultados pelo PressTUR.

Em meados de Abril de 2019, o AIDAnova irá para o Mediterrâneo para passar o Verão a fazer cruzeiros com paragens em Maiorca, Barcelona, ​​Roma, Florença e Marselha.

Em comunicado, a AIDA Cruises, do grupo Carnival, destaca que o novo navio “está equipado com tecnologia de última geração para viagens ecológicas”, que o torna “o primeiro navio de cruzeiros do mundo que pode ser alimentado em porto e no mar com gás natural liquefeito de baixa emissão”.

Com a nova tecnologia são “quase completamente eliminadas” as emissões de enxofre e reduzidas as emissões de dióxido de carbono.

A AIDA Cruises sublinha que em 2021 e 2023 terá mais dois navios movidos a GNL e que, assim, em menos de cinco anos “mais de metade de todos os hóspedes da AIDA viajarão a bordo de navios que são total ou parcialmente movidos a gás natural liquefeito”.

A Administração do Porto de Lisboa, num comunicado em que assinala escala técnica do navio na capital portuguesa, sublinha que estão encomendados para entregas até 2027 um total de 18 navios de cruzeiros movidos a GNL.

O Porto de Lisboa salienta ainda que “além da redução significativa das emissões de gases poluentes, os motores movidos a GNL requerem menos manutenção, e são mais silenciosos”.

O GNL, além destas vantagens, também é mais barato e tem maior valor energético que outros combustíveis fósseis, acrescenta o comunicado do Porto de Lisboa.

A indústria de cruzeiros, de acordo com a mesma nota, prevê a redução de 40% das emissões de gases de efeito de estufa até 2030, através da utilização de GNL e da optimização de velocidade e outras eficiências operacionais para os navios existentes e em estaleiro.

 

Clique para ver mais: Cruzeiros

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

MSC Cruzeiros promove formação para agentes de viagens em 16 cidades portuguesas

25-06-2019 (16h04)

A MSC Cruzeiros já abriu as inscrições para o seu roadshow de formação e apresentação de novidades para agentes de viagens, que irá decorrer entre os dias 9 de Setembro e 29 de Outubro, em 16 cidades portuguesas.

Navio Oriana faz hoje a última escala em Lisboa antes deixar a P&O Cruises

12-06-2019 (14h10)

O navio de cruzeiros Oriana, "uma presença assídua em Lisboa", faz hoje a sua última escala na capital portuguesa antes deixar de fazer parte da frota da P&O Cruises.

Royal Caribbean vai crescer na Europa “sustentada na qualidade”, Francisco Teixeira

12-06-2019 (13h09)

A oferta de cruzeiros da Royal Caribbean no Mediterrâneo nos próximos dois a três anos talvez não “cresça muito em quantidade, mas cresce com certeza em qualidade”, avançou Francisco Teixeira, director da Melair, empresa que representa a companhia de cruzeiros em Portugal.

Melair desafia agentes de viagens a propor cruzeiros à saída de Porto Rico

12-06-2019 (13h07)

Francisco Teixeira, director da Melair Cruzeiros, desafiou ontem os agentes de viagens participantes de uma visita a um navio em Lisboa a proporem aos seus clientes os cruzeiros da Royal Caribbean com embarque e desembarque em San Juan, Porto Rico.

Redes de agências de viagens “estão mais disponíveis” para o produto de cruzeiros, Francisco Teixeira

12-06-2019 (13h04)

As redes de agências de viagens "estão mais disponíveis" para o produto de cruzeiros, afirmou Francisco Teixeira, director da Melair Cruzeiros, que representa em Portugal as companhias Royal Caribbean, Celebrity, Azamara e Pullmantur.

Ultimas Noticias

Noticias mais lidas