Porto de Leixões recebeu a sua primeira escala em turnaround

26-03-2018 (16h24)

O navio MSC Magnifica realizou ontem a primeira escala em turnaround alguma vez feita no Terminal de Cruzeiros do Porto de Leixões, o que para administração portuária é algo que “melhora a economia da região” e contribui para “o aumento da competitividade”.

Foi também a primeira vez que a MSC Cruzeiros teve um navio no Porto de Leixões, sublinha um comunicado da companhia, que indica que para assinalar o evento estiveram a bordo do navio cerca de 200 pessoas, entre autoridades, imprensa, parceiros e convidados, que assistiram à cerimónia de troca de placas entre o comandante do navio, Raffaele Iaccarino, a presidente do Conselho de Administração da APDL, Guilhermina Rego, e a presidente da Câmara de Matosinhos, Luísa Salgueiro.

Uma escala em turnaround, quando é possível embarcar e desembarcar passageiros na mesma paragem, “melhora claramente a economia da região, por trazer turistas que vão poder pernoitar aqui e na envolvente, e vai de encontro à estratégia para aumento da competitividade, defendida pela ministra do Mar [Ana Paula Vitorino]”, afirmou Guilhermina Rego no evento.

A presidente do Conselho de Administração da APDL frisou que perspectiva mais duas escalas em turnaround este ano, sendo essa uma aposta do terminal, “procurar que as companhias se sintam atraídas para que este tipo de operação ocorra aqui”.

O Porto de Leixões recebeu no ano passado uma centena de escalas e perspectiva receber 122 este ano, das quais cerca de 50 serão inaugurais.

Em número de passageiros, a APDL estima crescer 13% este ano, depois de ter fechado 2017 com cerca de 95 mil passageiros de cruzeiros.

Citado em comunicado, Eduardo Cabrita, director-geral da MSC Cruzeiros em Portugal, destacou que “foi com grande orgulho que a MSC Cruzeiros esteve presente neste momento histórico em Matosinhos, oferecendo pela primeira vez aos passageiros portugueses a possibilidade de desembarcar ou embarcar no Porto Cruise Terminal”.

“Ao mesmo tempo, realizámos também nós a escala inaugural da companhia neste novo terminal e do MSC Magnifica, que se tornou no primeiro navio a oferecer um cruzeiro com partida do porto de Matosinhos”, salientou ainda o executivo.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Cruzeiros

Clique para mais notícias: MSC Cruzeiros

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Mercado de cruzeiros português ultrapassa este ano os 60 mil passageiros, Francisco Teixeira

12-06-2019 (13h01)

O mercado português de cruzeiros, que depois de chegar aos 50 mil passageiros em 2010 caiu para a ordem dos 30 mil, irá este ano ultrapassar, e "bem" os 60 mil, avançou ontem Francisco Teixeira, director da Melair Cruzeiros, que representa as companhias Royal Caribbean, Celebrity, Azamara e Pullmantur.

Melair desafia agentes de viagens a propor cruzeiros à saída de Porto Rico

12-06-2019 (13h07)

Francisco Teixeira, director da Melair Cruzeiros, desafiou ontem os agentes de viagens participantes de uma visita a um navio em Lisboa a proporem aos seus clientes os cruzeiros da Royal Caribbean com embarque e desembarque em San Juan, Porto Rico.

Navio Oriana faz hoje a última escala em Lisboa antes deixar a P&O Cruises

12-06-2019 (14h10)

O navio de cruzeiros Oriana, "uma presença assídua em Lisboa", faz hoje a sua última escala na capital portuguesa antes deixar de fazer parte da frota da P&O Cruises.

Redes de agências de viagens “estão mais disponíveis” para o produto de cruzeiros, Francisco Teixeira

12-06-2019 (13h04)

As redes de agências de viagens "estão mais disponíveis" para o produto de cruzeiros, afirmou Francisco Teixeira, director da Melair Cruzeiros, que representa em Portugal as companhias Royal Caribbean, Celebrity, Azamara e Pullmantur.

Royal Caribbean vai crescer na Europa “sustentada na qualidade”, Francisco Teixeira

12-06-2019 (13h09)

A oferta de cruzeiros da Royal Caribbean no Mediterrâneo nos próximos dois a três anos talvez não “cresça muito em quantidade, mas cresce com certeza em qualidade”, avançou Francisco Teixeira, director da Melair, empresa que representa a companhia de cruzeiros em Portugal.

Noticias mais lidas