MSC Seaview recebe distinção pela importância atribuída a aspectos ambientais

14-06-2018 (15h04)

Foto: MSC Cruzeiros
Foto: MSC Cruzeiros

A empresa de classificação de consumo responsável de energia RINA atribuiu a distinção de Green Star 3 Design ao MSC Seaview "como reconhecimento da importância que foi atribuída aos aspectos ambientais durante a sua concepção e construção”.

O maior navio alguma vez construído em Itália, nos estaleiros da Fincantieri, segundo a MSC Cruzeiros, conta com uma série de características tecnológicas que têm como objectivo tornar o seu consumo de energia mais eficiente e de reduzir as substâncias nocivas emitidas.

Uma das características é o design da embarcação e a sua distribuição de peso, tornando o seu casco mais eficiente.

O sistema de limpeza de gás de exaustão, por sua vez, está equipado com tecnologia EGCS, que minimiza as emissões de dióxido de enxofre e outras partículas.

Acresce que o sistema de tratamento de água de lastro vai ao encontro dos padrões da Organização Marítima Internacional (IMO) e o tratamento de águas residuais está em linha com os padrões mais elevados do sector através do sistema Wartsil/Hamsworthy, além de uma ferramenta electrónica que permite cumprir os regulamentos ambientais locais e regionais.

Outra característica destacada é que cada navio da MSC conta com um Oficial do Ambiente que tem como função garantir que se cumprem os padrões, além de oferecer formação aos membros da tripulação no que diz respeito a gestão ambiental e de lixo.

Existe também um sistema de energia shore-to-ship, que permite que a embarcação receba energia de terra através da rede eléctrica local quando está no porto.

No que diz respeito a um dos maiores consumidores de energia de um navio, a ventilação e o ar condicionado, o sistema inteligente do navio foi desenhado para ser o mais eficiente possível através de estratégias como aproveitar o calor produzido na lavandaria para aquecer as piscinas e outras partes do navio.

O MSC Seaview conta com iluminação LED e fluorscente, que permite poupar no consumo de energia, e dispõe ainda de software de optimização do consumo de combustível em tempo real.

O navio tem uma arqueação bruta de 153.516 GT, 323,3 metros de comprimento, 41 metros de largura (boca) e 72 metros de altura, com uma capacidade de 5.331 passageiros e 1.413 tripulantes.

 

Clique para ver mais: Cruzeiros

Clique para ver mais: MSC Cruzeiros

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

MSC lança-se no mercado dos cruzeiros de luxo com quarto navios

18-10-2018 (09h52)

A MSC Cruzeiros encomendou quatro navios, avaliados em mais de dois mil milhões de euros, para entrar no mercado dos cruzeiros de luxo.

Cruzeiros em Lisboa estão com recordes de alemães e brasileiros

17-10-2018 (17h33)

O Porto de Lisboa atingiu este ano novos recordes de passageiros de cruzeiros alemães e brasileiros, com 82.135 e 4.747, respectivamente, de acordo com dados da APL - Administração do Porto de Lisboa coligidos pelo PressTUR.

Lisboa tem melhores nove meses de sempre em passageiros de cruzeiros, mas com queda dos turnaround

17-10-2018 (14h46)

O Porto de Lisboa atingiu este ano um novo recorde de passageiros de cruzeiros nos primeiros nove meses de um ano, apesar de menos sete mil em turnaround, que era o segmento que as autoridades esperavam tivesse maior crescimento com o novo terminal em Santa Apolónia.

Funchal tem +8,4% de passageiros de cruzeiros até Setembro

17-10-2018 (13h22)

O Porto do Funchal somou 312.126 passageiros de cruzeiros nos primeiros nove meses deste ano, com um aumento em 8,4% ou 24,1 mil em relação ao período homólogo de 2017, de acordo com dados da APRAM – Administração dos Portos da Região Autónoma da Madeira.

MSC Cruzeiros prevê ter este ano “o maior crescimento que tivemos até hoje” – Eduardo Cabrita

12-10-2018 (16h29)

O director-geral da MSC Cruzeiros em Portugal, Eduardo Cabrita, espera atingir este ano “o maior crescimento que tivemos até hoje” em volume de passageiros face ao ano anterior, numa variação “provavelmente” acima de 20%.