MSC Cruzeiros somou mais 34,2% de passageiros portugueses em 2018

22-01-2019 (13h09)

“Maior crescimento que tivemos até hoje em Portugal”

A MSC Cruzeiros, que reivindica ser a companhia de cruzeiros nº 1 dos portugueses, fechou o ano passado com 29.748 passageiros do mercado português, mais 34,2% ou mais 7.590 que no ano anterior, em que tinha crescido 7,8% face a 2016.

Com o crescimento alcançado, a companhia indica que aumentou a sua quota de mercado em Portugal de 40% em 2017 para 44% em 2018, “segundo o MSC Market Intelligence Cruise Monitor”.

“Em 2018 registámos o maior crescimento que tivemos até hoje em Portugal, com excepção do primeiro ano que foi a passagem da companhia de um GSA para escritório próprio”, afirmou o director-geral da MSC Cruzeiros em Portugal, Eduardo Cabrita, citado em comunicado.

O executivo considera que contribuiu para o crescimento “o aumento da nossa capacidade e o lançamento de novos navios”, investimento que teve efeitos “não só em Portugal mas também em todos os países onde opera, possibilitando-nos disponibilizar mais e novos itinerários, o que nos tem permitido diversificar a oferta, fidelizar e atrair cada vez mais viajantes”.

“No mercado português atingimos todos os objectivos previstos para este ano, somos líderes de mercado pelo sexto ano consecutivo em Portugal e continuamos a inovar seja em novos destinos, portos e rotas”, frisou Eduardo Cabrita.

Os itinerários mais procurados pelos portugueses que viajaram com a MSC Cruzeiros foram os do Mediterrâneo e do Norte da Europa, com os mais vendidos a serem os cruzeiros com saídas e chegadas a Barcelona, Veneza, Kiel e Copenhaga.

Por outro lado, “têm vindo a ter cada vez mais peso nos últimos anos” os itinerários das Caraíbas, Cuba e Emirados Árabes Unidos, que, segundo a companhia, “são cada vez mais procurados pelo seu clima e exotismo, potenciando um crescimento da MSC Cruzeiros, que se verifica cada vez maior também no Inverno”.

As saídas e chegadas aos portos portugueses, que representam cerca de 15% do total dos passageiros do mercado português para a MSC, “continuam a ser uma grande aposta da companhia”, acrescenta o comunicado.

Em 2018, a MSC teve uma operação com saída e chegada a Lisboa entre Setembro e Outubro a bordo do MSC Preziosa, e uma operação com embarque e desembarque no Funchal entre Outubro e Novembro a bordo do MSC Orchestra.

Para este ano, a programação da MSC inclui apenas uma operação com partidas e chegadas a Lisboa a bordo do MSC Preziosa, entre Setembro e Outubro.

A MSC Cruzeiros prevê para este ano “continuar a crescer a todos os níveis, especialmente na Europa, onde predomina o nosso core-business e onde somos a companhia número um, mas também cada vez mais nos itinerários internacionais que caracterizam esta empresa internacional”.

A companhia vai reforçar a sua frota este ano para 17 navios, ao receber em Março o MSC Belissima e em Novembro o MSC Grandiosa, ambos com visita marcada a Lisboa nas respectivas viagens inaugurais.

O MSC Belissima, com capacidade para 5.700 passageiros, será inaugurado em Southampton no dia 2 de Março e fará a sua escala inaugural em Lisboa pouco depois, a 8 de Março.

O MSC Grandiosa, com capacidade para 6.300 passageiros, por sua vez, será inaugurado a 2 de Novembro em Hamburgo e terá a sua estreia em Lisboa a 15 de Novembro.

 

Ver também:

MSC Cruzeiros lança catálogo 2019/2020 com novidades

 

Clique para ver mais: MSC Cruzeiros

Clique para ver mais: Cruzeiros

Clique para ver mais: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Royal Caribbean encomenda de 6º navio da classe Oasis

18-02-2019 (18h26)

A Royal Caribbean Cruises, segundo maior grupo mundial de cruzeiros, anunciou ter formalizado hoje a encomenda de um 6º navio da classe Oasis, que prevê receber no Outono de 2023.

Springwater abre em Lisboa agência de viagens especializada em cruzeiros

22-01-2019 (17h16)

O grupo Springwater, de que fazem parte a GeoStar e a TopAtlântico, anunciou a inauguração em Lisboa de uma agência de viagens dedicada exclusivamente à venda de cruzeiros, que baptizou Loja de Cruzeiros.

Terminal de actividades marítimo-turísticas de Lisboa deverá estar a funcionar até ao final do ano

21-01-2019 (15h12)

A estação fluvial Sul e Sueste, no Terreiro do Paço, em Lisboa, está a ser alvo de requalificação e deverá estar em funcionamento como terminal de actividades marítimo-turísticas até ao final do ano, cerca de dois anos mais tarde que o previsto inicialmente.

Cruzeiros no Funchal terminaram 2018 com estagnação em baixa

18-01-2019 (16h41)

O Porto do Funchal teve um ligeiro decréscimo do número de passageiros de cruzeiros em 2018, tendo terminado o ano com 537.851, -0,2% ou menos 1.341 que em 2017, mas ainda assim o 4º melhor total anual de sempre.

Alemães, canadianos e brasileiros garantiram recorde de passageiros de cruzeiros em Lisboa em 2018

18-01-2019 (16h37)

O Porto de Lisboa teve em 2018 novos recordes de passageiros de cruzeiros alemães, canadianos e brasileiros, que foram, assim, as três nacionalidades que garantiram à capital um novo recorde anual de cruzeiros e, também, a recuperação da liderança dos portos de cruzeiros portugueses.