Mercado inglês em mínimos agrava quebra de passageiros de cruzeiros em Lisboa

03-10-2019 (16h13)

O Porto de Lisboa estava no fim de Agosto com o menor número de passageiros de cruzeiros de nacionalidade inglesa nos primeiros oito meses de um ano desde pelo menos 2012, ficando pela primeira vez abaixo dos cem mil nesse período.

Dados da Administração do Porto de Lisboa (APL) indicam que no fim de Agosto somava 95 mil passageiros de nacionalidade inglesa, em queda de 30,6% ou quase 42 mil em relação aos primeiros oito meses de 2018, mantendo-se ainda assim a nacionalidade líder em cruzeiros na capital portuguesa.

Os passageiros de nacionalidade alemã são o segundo grupo mais numeroso e, neste caso, atingindo inclusivamente um novo máximo para os primeiros oito meses de um ano, com 82 mil, que representam um crescimento em 33,4% ou 20,5 mil relativamente ao período homólogo de 2018.

A nacionalidade norte-americana é a terceira mais numerosa em cruzeiros em Lisboa, com 40,2 mil passageiros, mas também em decréscimo de 5,5% relativamente ao período homólogo de 2018, que se mantém o melhor, com 42,5 mil passageiros.

Os dados da APL indicam que nos primeiros oito meses deste ano o Porto de Lisboa soma 288,7 mil passageiros de cruzeiros, -2,5% ou menos 7,2 mil que no período homólogo de 2018, apesar de registar máximos de algumas nacionalidades, além da alemã.

Entre essas nacionalidades em máximos contam-se Portugal, com 7,9 mil, Canadá, com 7,4 mil, e Austrália, com 5,77 mil.

Já Itália, que já chegou a ser a ser o segundo principal emissor de passageiros de cruzeiros para Lisboa, com 9,1 mil de Janeiro a Agosto, ficou próximo do mínimo para este período do ano, que é de 8,5 mil, nos primeiros oito meses de 2017.

Os dados da APL mostram que nos primeiros oito meses deste ano, 97,3% dos passageiro de cruzeiros no Porto de Lisboa eram estrangeiros, destacando-se os ingleses, com 32,9% do total, os alemães, com 28,4%, e os norte-americanos, com 13,9%.

Já no mês de Agosto, em que o Porto de Lisboa somou 31,9 mil passageiros de cruzeiros, os ingleses foram a maioria, com 54,3% do total, seguidos pelos alemães, com 19,2%, e norte-americanos, com 13,4%.

 

Clique para mais notícias: Cruzeiros em Lisboa

Clique para mais notícias: Cruzeiros

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

MSC Meraviglia chega aos Estados Unidos para bater recordes

09-10-2019 (16h25)

O MSC Meraviglia, com capacidade para 4.488 passageiros, tornou-se o maior navio a atracar em Manhattan, Nova Iorque, e vai estabelecer o mesmo recorde em Boston, Portland e Bar Harbor.

MSC Cruzeiros prevê que 2019 será mais um ano “a crescer a dois dígitos”

25-09-2019 (17h31)

A MSC Cruzeiros prevê concluir este ano com crescimento “a dois dígitos” em Portugal, embora dificilmente ao mesmo ritmo do ano passado, em que teve mais 34,2% de clientes que no anterior, disse hoje Eduardo Cabrita, director-geral da companhia.

MSC Cruzeiros volta a ter cruzeiros Funchal-Funchal no próximo ano

25-09-2019 (17h28)

A MSC Cruzeiros vai reforçar a sua aposta em Portugal em 2020, ao acrescentar à sua oferta dois cruzeiros com início e fim no Funchal, que se juntam aos itinerários Lisboa-Lisboa.

MSC Cruzeiros aposta “cada vez mais” em pacotes com voo incluído

25-09-2019 (17h26)

A MSC Cruzeiros está a apostar em ter "cada vez mais" pacotes com voo incluído, o que fará com que os agentes de viagens possam, após a venda de um cruzeiro, "partir imediatamente para a próxima", realçou hoje o director-geral da empresa em Portugal, Eduardo Cabrita.

Porto do Funchal prepara primeiras operações de turnaround de até 1.500 passageiros

17-09-2019 (15h22)

O porto do Funchal vai alugar equipamentos de raio-X para efectuar a primeira operação de turnaround, de até 1.500 passageiros, revelou à Lusa a Administração dos Portos da Madeira (APRAM).

Noticias mais lidas