Estrangeiros em cruzeiros em Lisboa baixam 23% em Março sem Páscoa

26-04-2019 (15h36)

O Porto de Lisboa teve uma quebra 23% de passageiros de cruzeiros estrangeiros no mês de Março, que este ano compara mal com o de 2018, por não ter sido o mês das férias da Páscoa, como há um ano.

Dados da Administração do Porto de Lisboa (APL) consultados pelo PressTUR indicam uma quebra de passageiros de cruzeiros no mês de Março em 21,8% ou cerca de 6,1 mil, pela quebra em 23,3% ou 6,4 mil de estrangeiros.

De portugueses, pelo contrário, o Porto de Lisboa teve um aumento em 201,7% ou quase 360.

Os dados da APL indicam que este Março o Porto de Lisboa teve 12 escalas de navios de cruzeiros, menos sete que há um ano, em que a Páscoa foi a 1 de Abril, e 21.806 passageiros, incluindo 20.302 em trânsito e 1.504 em turnaround, com 753 desembarques e 751 embarques.

Em relação a Março de 2018, apesar da quebra de passageiros em 21,8%, o Porto de Lisboa teve um aumento de 39% nos passageiros em turnaround, que é o segmento em que anunciou querer apostar com a construção do novo terminal de passageiros em Santa Apolónia.

Os dados da APL por nacionalidades dos passageiros indicam que a quebra foi essencialmente nos passageiros de nacionalidade alemã, que foram menos 7,8 mil (-59,5%, para 5,3 mil), e inglesa, que foram menos 1,1 mil (-9,7%, para 10,5 mil), que são os seus dois principais mercados.

Entre as nacionalidades mais numerosas no mês de Março, depois de britânicos e alemães estiveram os italianos, que foram 793, os norte-americanos, com 728, e os japoneses, com 704.

Seguiram-se 537 portugueses, 567 franceses, 384 suíços, 311 canadianos e 294 brasileiros. De todas as outras nacionalidades não especificadas o Porto de Lisboa teve 1.679 passageiros de cruzeiros.

Devido a esta evolução no mês de Março, o Porto de Lisboa teve um primeiro trimestre em quebra de passageiros de cruzeiros, que foram -4,9% ou menos 2,6 mil que há um ano, ficando em praticamente 50 mil, pela quebra de três mil estrangeiros (-5,8%, para 49,4 mil).

Os britânicos foram a primeira nacionalidade no trimestre, com 24,1 mil, +11,5% ou mais 2,5 mil que há um ano, e seguiram-se os alemães, com 17,8 mil, em baixa de 35,8% ou 9,9 mil.

 

Clique para mais notícias: Cruzeiros em Lisboa

Clique para mais notícias: Cruzeiros

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

AIDA Cruises anuncia construção de 2º navio movido a GNL

16-08-2019 (11h04)

A AIDA Cruises anunciou que já está a ser construído o seu segundo navio movido a gás natural liquefeito (GNL), uma embarcação com 2.600 camarotes para começar a navegar na Primavera de 2021.

Lisboa recebe hoje pela primeira vez o navio de cruzeiros Spirit of Discovery

14-08-2019 (11h00)

O Porto de Lisboa recebe hoje pela primeira vez o navio de cruzeiros Spirit of Discovery, uma embarcação da Saga Cruises, baptizada este ano, no dia 5 de Julho, que tem capacidade para 999 passageiros e 505 tripulantes.

Funchal alcança recorde de passageiros de cruzeiros no 1º semestre e mantém liderança em Portugal

06-08-2019 (17h03)

O Porto do Funchal terminou o primeiro semestre deste ano com o recorde de 314,8 mil passageiros de cruzeiros, que lhe assegura também a liderança dos portugueses, com mais cerca de 75 mil que Lisboa.

MSC Cruzeiros divulga “tour virtual” para mostrar o novo MSC Grandiosa

31-07-2019 (17h14)

A companhia MSC Cruzeiros lançou um vídeo para mostrar as instalações e serviços do seu novo navio MSC Grandiosa, previsto inaugurar a 9 de Novembro, em Hamburgo, Alemanha.

Costa Cruzeiros anuncia novo navio movido a GNL para 2021

31-07-2019 (11h34)

A Costa Cruzeiros anunciou que em 2021 vai ter mais um navio movido a gás natural liquefeito (GNL), o Costa Toscana, ‘irmão’ do Costa Smeralda, que prevê receber em Outubro.

Noticias mais lidas