Estados Unidos já bateram recorde anual de passageiros de cruzeiros em Lisboa

27-12-2017 (16h14)

Alemanha é o emissor com o maior aumento homólogo

Os Estados Unidos registavam já no fim de Novembro um novo recorde anual de passageiros de cruzeiros no Porto de Lisboa, com 73.603, mais 12,2 mil que nos primeiros onze meses do ano passado e também mais 11,4 mil que em todo o ano de 2016, que tinha sido o melhor de sempre.

Ainda assim, o país de onde o Porto de Lisboa regista o maior aumento de passageiros de cruzeiros até Novembro é a Alemanha, com mais 26,9 mil (+45,7%), somando 85,9 mil, que é um nove recorde para os primeiros onze meses do ano, mas ainda não superou a totalidade do ano de 2012, em que estiveram em Lisboa 88,1 mil passageiros de cruzeiros alemães.

Os Estados Unidos são o segundo país de onde Lisboa está com maior aumento de passageiros de cruzeiros (mais 12,2 mil) e, depois, são o Brasil, com mais 2,3 mil (+60,2%, para 6,18 mil) e Portugal, com mais 733 (+11,8%, para 6,9 mil).

No pólo oposto, com a maior queda do período, está o Reino Unido, com uma quebra de 43,6 mil (-16,4%), mas que ainda assim se mantém o maior emissor, com 221,5 mil passageiros em Lisboa, o que equivale a 45,3% do total, à frente da Alemanha, com 17,6%, e dos Estados Unidos, com 15,1%.

Também a penalizar fortemente os dados até Novembro está o conjunto das ‘outras’ nacionalidades não especificadas, com um total de passageiros 9,1 mil inferior (-23,2%, para 30,3 mil) ao dos primeiros onze meses de 2016.

A descer estão ainda os totais de passageiros de cruzeiros naturais de França (-13,7% ou menos quase dois mil, para 12,5 mil), do Canadá (-20,5% ou menos 1,8 mil, para 7,2 mil) e de Itália (-3,2% ou menos cerca de mil, para 32 mil).

Os dados publicados pela APL - Administração do Porto de Lisboa indicam que no fim de Novembro o porto da capital somava 312 escalas e 488.969 passageiros, tendo um aumento de 14 escalas em relação a 2016, mas, ainda assim, uma quebra de 9,8 mil passageiros (-2%), devida à queda do número de passageiros em trânsito em 4,8% ou 21,8 mil, para 430,1 mil.

Os passageiros a iniciarem ou terminarem cruzeiros em Lisboa (em turnaround), que são o segmento mais buscado, porque são os que têm potencial para gerar dormidas na hotelaria, pelo contrário, estavam com um aumento em 25,7% ou 12 mil, para 58,8 mil, com +27,4% ou mais 6,5 mil embarques, somando 30,2 mil, e +24,1% ou mais 5,5 mil desembarques, para 28,6 mil.

 

Clique para mais notícias: Cruzeiros em Lisboa

Clique para mais notícias: Cruzeiros

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Passageiros de cruzeiros em turnaround no Porto de Lisboa sobem 43% em Outubro

19-11-2018 (15h46)

O número de passageiros de cruzeiros em turnaround em Lisboa, que era o segmento que as autoridades esperavam tivesse maior crescimento com o novo terminal em Santa Apolónia, subiu 43% em Outubro face ao mês homólogo do ano passado.

Costa Cruzeiros vai ter nove viagens com embarque em Lisboa em 2019

19-11-2018 (14h42)

A Costa Cruzeiros anunciou que em 2019 vai ter nove viagens com embarque em Lisboa, para navegar pelo Mediterrâneo durante seis ou 11 dias a bordo do navio Costa Favolosa.

MSC sugere cruzeiro de Miami a Lisboa a partir de 789 euros

31-10-2018 (12h56)

A MSC Cruzeiros está a promover um cruzeiro de 15 noites com saída de Miami a 14 de Março, passagem por Nova Iorque, e destino a Lisboa, com o preço inicial de 789 euros por pessoa.

Pullmantur promove cruzeiros no Outono desde 265 euros

31-10-2018 (12h40)

A Pullmantur, representada em Portugal pela Melair, está a promover quatro cruzeiros de Outono em regime de tudo incluído (TI), com preços a começar nos 265 euros por pessoa em camarote interior duplo.

Empresa de Mário Ferreira conta ter a partir de Abril primeiro paquete construído em Portugal

24-10-2018 (16h40)

O primeiro paquete do país em construção nos estaleiros da WestSea, em Viana do Castelo, uma encomenda de 70 milhões de euros da Mystic Cruises, começará a operar em Abril de 2019, disse hoje o empresário Mário Ferreira.

Ultimas Noticias