Director-geral da MSC prevê um crescimento "muito superior ao que tivemos no ano passado"

11-06-2018 (16h53)

Eduardo Cabrita e Laura Santinhos
Eduardo Cabrita e Laura Santinhos

Eduardo Cabrita aponta para um crescimento a dois dígitos

O director-geral da MSC para o mercado português, Eduardo Cabrita, afirmou em Génova no âmbito do baptismo do MSC Seaview, que prevê fechar este ano com um crescimento a dois dígitos, "muito superior" ao do ano passado (7,8%).

A escolha deste tipo de férias em detrimento de outras opções e a sua reserva com maior antecedência são dois factores que contribuem para o crescimento do mercado português de cruzeiros, do qual a MSC conta com uma fatia de cerca de 40%, afirmou o director em conversa com a imprensa portuguesa.

No que diz respeito ao crescimento da MSC no mercado português, "acredito que vamos acabar com dois dígitos, sem sombra de dúvidas que sim, e muito superior ao que tivemos no ano passado, que foi cerca de 8%", afirmou Eduardo Cabrita.

No ano passado, segundo o director da MSC, foram registados 55.000 passageiros no mercado português, e para este ano de 2018 a previsão é que esse número aumente e que esse aumento seja "muito mais do que simplesmente os 8%, ou 9%, ou 10% que às vezes Portugal acaba por ter de crescimento".

"Não são as saídas e chegadas a Portugal que fazem o grande volume para nós", continuou, mencionando que a MSC dispõe de cerca de 3/5 partidas e chegadas a Lisboa e de partidas e chegadas ao Funchal de dois em dois anos. "Se somarmos estes números todos [...] 20% são as saídas e chegadas a Lisboa ou ao Funchal, os outros 80% dividem-se muito pelo Mediterrâneo, Norte da Europa [...] Caraíbas, com Cuba e com partidas de Miami muito fortes".

"Especialmente o Norte da Europa", destacou o director-geral, "está a ser nos últimos três anos, um destino fenomenal, tanto no lado dos Fiordes como do lado do Báltico". "As pessoas estão a começar a efectuar outro tipo de cruzeiros e a pensar noutro tipo de destinos que [neste caso] é o Norte da Europa".

Para o cruzeiro de volta ao mundo em 2019, Eduardo Cabrita relembrou que a viagem vai contar com cerca de uma centena de portugueses (clique para ler: MSC Preziosa em Lisboa sobe a fasquia para a MSC em Portugal).

No que diz respeito a reservas para 2020 afirmou que "agora, depois do primeiro cruzeiro ser novidade, o ritmo não está da mesma forma", mas por outro lado, explicou, "quando começámos e lançámos o [cruzeiro de] 2019 estávamos a ano e meio" de distância, enquanto que as reservas para o cruzeiro de 2020 foram disponibilizadas com mais de dois anos de antecedência.

"Acredito que até 2020 até podemos ultrapassar esse número [de passageiros portugueses]", completou.

Para o mercado mundial, as reservas para 2020 são elevadas e "já estamos a pensar em Abril de 2021".

No que diz respeito a outros destinos, a companhia está a analisar o mercado de Cuba e das Caraíbas, para o qual tem previstos cruzeiros com saída de Miami com dois a dois dias e meio em Cuba.

A Ásia, com destaque para a China e o Japão, vai contar com presença da MSC à medida que a frota for alargada, sendo que a Austrália também está nas cogitações da linha de cruzeiros.

Clique para ver mais: Cruzeiros


Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

MSC lança-se no mercado dos cruzeiros de luxo com quarto navios

18-10-2018 (09h52)

A MSC Cruzeiros encomendou quatro navios, avaliados em mais de dois mil milhões de euros, para entrar no mercado dos cruzeiros de luxo.

Cruzeiros em Lisboa estão com recordes de alemães e brasileiros

17-10-2018 (17h33)

O Porto de Lisboa atingiu este ano novos recordes de passageiros de cruzeiros alemães e brasileiros, com 82.135 e 4.747, respectivamente, de acordo com dados da APL - Administração do Porto de Lisboa coligidos pelo PressTUR.

Lisboa tem melhores nove meses de sempre em passageiros de cruzeiros, mas com queda dos turnaround

17-10-2018 (14h46)

O Porto de Lisboa atingiu este ano um novo recorde de passageiros de cruzeiros nos primeiros nove meses de um ano, apesar de menos sete mil em turnaround, que era o segmento que as autoridades esperavam tivesse maior crescimento com o novo terminal em Santa Apolónia.

Funchal tem +8,4% de passageiros de cruzeiros até Setembro

17-10-2018 (13h22)

O Porto do Funchal somou 312.126 passageiros de cruzeiros nos primeiros nove meses deste ano, com um aumento em 8,4% ou 24,1 mil em relação ao período homólogo de 2017, de acordo com dados da APRAM – Administração dos Portos da Região Autónoma da Madeira.

MSC Cruzeiros prevê ter este ano “o maior crescimento que tivemos até hoje” – Eduardo Cabrita

12-10-2018 (16h29)

O director-geral da MSC Cruzeiros em Portugal, Eduardo Cabrita, espera atingir este ano “o maior crescimento que tivemos até hoje” em volume de passageiros face ao ano anterior, numa variação “provavelmente” acima de 20%.

Ultimas Noticias