Alemães, canadianos e brasileiros garantiram recorde de passageiros de cruzeiros em Lisboa em 2018

18-01-2019 (16h37)

O Porto de Lisboa teve em 2018 novos recordes de passageiros de cruzeiros alemães, canadianos e brasileiros, que foram, assim, as três nacionalidades que garantiram à capital um novo recorde anual de cruzeiros e, também, a recuperação da liderança dos portos de cruzeiros portugueses.

Dados da Administração do Porto de Lisboa (APL) consultados pelo PressTUR permitiram concluir que os alemães foram mesmo os que mais contribuíram para o aumento dos passageiros de cruzeiros em Lisboa em 2018, ao serem mais 22,2 mil que em 2017.

Seguiram-se, os italianos, que foram mais 10,7 mil, não chegando porém a superar o total de 2014, pelo que para o recorde foram mais importantes os aumentos de 2,5 mil canadianos e 2,1 mil brasileiros, porque com esses aumentos atingiram novos máximos anuais.

Os dados consultados pelo PressTUR mostraram que os britânicos mantiveram-se, como tem sido ‘norma’, a primeira nacionalidade de passageiros de cruzeiros em Lisboa, com 240,3 mil, equivalendo a 41,6% do total de passageiros do ano (577,6 mil).

Os alemães vieram em segundo lugar, com 20,9% do total (120.819), seguidos pelos norte-americanos, com 12,2% (70.685), italianos, com 7,4% (42.797), e franceses, com 2,2% (12.664).

Mais nenhuma nacionalidade chegou aos 2%. Depois dos franceses estiveram os canadianos, que foram 9.731, os portugueses, que foram 9.348, os brasileiros, que foram 8.309, os australianos, que foram 8.102, e os espanhóis, que foram 6.083, a que somam ainda 48.733 passageiros de “outras nacionalidades” não especificadas.

Os dados recolhidos pelo PressTUR permitiram verificar que das dez nacionalidades mais presentes entre os passageiros de cruzeiros no Porto de Lisboa em 2018, apenas duas tiveram decréscimo face a 2017, os britânicos, com -0,3% ou menos 650, e os norte-americanos, com -3,9% ou menos 2,87 mil).

Das restantes oito, seis tiveram aumentos a dois dígitos, com as excepções a serem os franceses, cujo aumento ficou em 1,5% (mais 182), e os espanhóis, de que a APL não publicou o total de 2017.

Os aumentos a dois dígitos foram em 22,6% dos alemães (mais 22.248), em 33,5% dos italianos (mais 10.745), em 34,6% dos canadianos (mais 2.500), em 34,7% dos portugueses (mais 2.407), em 34,4% dos brasileiros (mais 2.129 e em 31% dos australianos (mais 1.918).

O aumento médio do grupo “outras nacionalidades” foi em 60,6%, representando uma subida de 60,6%.

 

Para ler mais clique:

Lisboa recuperou em 2018 a liderança do turismo de cruzeiros em Portugal

 

Clique para mais notícias: Cruzeiros em Lisboa

Clique para mais notícias: Cruzeiros no Funchal

Clique para mais notícias: Cruzeiros

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Springwater abre em Lisboa agência de viagens especializada em cruzeiros

22-01-2019 (17h16)

O grupo Springwater, de que fazem parte a GeoStar e a TopAtlântico, anunciou a inauguração em Lisboa de uma agência de viagens dedicada exclusivamente à venda de cruzeiros, que baptizou Loja de Cruzeiros.

MSC Cruzeiros somou mais 34,2% de passageiros portugueses em 2018

22-01-2019 (13h09)

A MSC Cruzeiros, que reivindica ser a companhia de cruzeiros nº 1 dos portugueses, fechou o ano passado com 29.748 passageiros do mercado português, mais 34,2% ou mais 7.590 que no ano anterior, em que tinha crescido 7,8% face a 2016.

Terminal de actividades marítimo-turísticas de Lisboa deverá estar a funcionar até ao final do ano

21-01-2019 (15h12)

A estação fluvial Sul e Sueste, no Terreiro do Paço, em Lisboa, está a ser alvo de requalificação e deverá estar em funcionamento como terminal de actividades marítimo-turísticas até ao final do ano, cerca de dois anos mais tarde que o previsto inicialmente.

Cruzeiros no Funchal terminaram 2018 com estagnação em baixa

18-01-2019 (16h41)

O Porto do Funchal teve um ligeiro decréscimo do número de passageiros de cruzeiros em 2018, tendo terminado o ano com 537.851, -0,2% ou menos 1.341 que em 2017, mas ainda assim o 4º melhor total anual de sempre.

Lisboa recuperou em 2018 a liderança do turismo de cruzeiros em Portugal

18-01-2019 (14h55)

O Porto de Lisboa voltou a ser em 2018 o primeiro porto português de cruzeiros marítimos, tanto em número de passageiros como de escalas, recuperando a liderança que em 2017 lhe escapara para o Funchal.