Banco de Portugal admite regresso da taxa de desemprego aos dois dígitos

26-03-2020 (15h32)

A taxa de desemprego deverá subir acima dos 10% em 2020, na sequência da pandemia de covid-19, admite um dos cenários de evolução projectados pelo Boletim Económico do Banco de Portugal, hoje divulgado.

No “cenário base”, o Banco de Portugal (BdP) aponta para uma taxa de desemprego de 10,1% em 2020, com uma descida progressiva para 9,5% em 2021 e 8,0% em 2022.

“A contração da actividade económica em 2020 tem reflexo numa destruição de postos de trabalho, projectando-se uma redução do emprego de 3,5% (após um crescimento de 0,8% em 2019)”, explica.

O banco central adverte que no cenário base “a evolução projectada para o desemprego depende crucialmente da configuração e magnitude das medidas de política que possam ser implementadas de imediato”.

“As remunerações por trabalhador deverão desacelerar em 2020 – reflectindo principalmente o impacto do aumento das baixas médicas e por assistência à família – e recuperar em 2021-22”, prevê o banco central.

No cenário adverso, diz o boletim económico, a taxa de desemprego 'dispara' para 11,7% este ano, descendo para 10,7% em 2021 e 8,3% em 2022.

“Ambos os cenários contemplam uma recessão da economia portuguesa em 2020, diferindo na magnitude assumida para o impacto económico da pandemia a nível mundial”, esclarece.

Em 2019, a taxa de desemprego foi de 6,5%, de acordo com o Instituto Nacional de Estatística (INE).​​​​​​​​​​​​​​

O BdP refere que “os cenários procuram ter em consideração o potencial impacto das políticas já adoptadas pelas autoridades nacionais e europeias em face do choque”, e avisa que “a magnitude da recessão e o perfil da subsequente recuperação dependem criticamente da resposta de política, que tem vindo a ser sucessivamente reforçada a nível nacional e global”.

(PressTUR com Agência Lusa)

Para ler mais clique:

Banco de Portugal prevê queda do PIB entre 3,7% e 5,7% este ano

Banco de Portugal sublinha repetidamente o especial impacto da pandemia no turismo

 

Clique para mais notícias: Banco de Portugal

Clique para mais notícias: Portugal

Clique para mais notícias: Coronavírus

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Ethiopian Airlines perdeu receitas na ordem dos 504 milhões de euros

08-04-2020 (18h03)

A Ethiopian Airlines, a maior transportadora aérea de África e propriedade do estado etíope, encerrou a maior parte as suas linhas comerciais desde o início da pandemia do novo coronavírus, e perdeu 504 milhões de euros em receitas.

Hotelaria portuguesa prevê quebra de receitas até 1,44 mil milhões de euros em quatro meses

08-04-2020 (17h44)

A hotelaria portuguesa prevê uma quebra de receitas até 1,44 mil milhões de euros de 1 de Março a 30 de Junho devido ao impacto da pandemia do novo coronavírus, anunciou a Associação da Hotelaria de Portugal (AHP).

Estão programados mais três voos charter entre Angola e Portugal

08-04-2020 (17h05)

Há dois voos entre Lisboa e Luanda programados para os dias 13 e 14 de Abril, e um entre Porto e Luanda, no dia 16, com o intuito de trazer cidadãos de regresso a Portugal, devido à pandemia do novo coronavírus.

Albufeira aceitar isentar hotelaria do pagamento de taxas municipais

08-04-2020 (16h24)

A Câmara de Albufeira, que concentra 40% da oferta hoteleira da região, aceitou isentar temporariamente a hotelaria do pagamento de taxas municipais devido à pandemia de covid-19, disse hoje o presidente da maior associação do sector no Algarve.

TAP lança voos para novos destinos em plena pandemia de coronavírus

08-04-2020 (15h51)

Não haverá muitas companhias a lançar novos voos nos tempos de pandemia de coronavírus que o mundo vive, e menos ainda a pô-los à venda desde já, mas é o que a TAP está a fazer e no seu site já tem à venda as linhas Lisboa - Cancun e Ponta Delgada - Toronto.

Noticias mais lidas