Azores Airlines (SATA Internacional) foi a pior do ranking de pontualidade da OAG em Agosto

06-09-2019 (14h55)

Foto: SATA Azores Airlines
Foto: SATA Azores Airlines

TAP foi a 6ª pior do mês e SATA Air Açores a 10ª pior

A companhia de aviação açoriana Azores Airlines (anteriormente denominada SATA Internacional) teve o pior índice de pontualidade do ranking de Agosto da consultora OAG, com apenas um terço (33,3%) dos voos a chegarem até 15 minutos da hora anunciada.

A informação da consultora indica que além da Azores Airlines as outras duas maiores companhias regulares portuguesas também ficaram entre as dez piores do mês, com a TAP a ter o 6º pior índice do mês e a SATA Air Açores, o 10º.

A OAG indicou para a TAP 53,3% dos voos a chegarem até 15 minutos da hora prevista e para a SATA Air Açores, 54,6%.

A OAG classificou a TAP como 54ª maior do seu ranking de Agosto em número de voos, com 12.935, a SATA Air Açores ficou em 196ª, com 1.884 voos, e a Azores Airlines ficou em 252ª, com 836 voos.

A informação da OAG indica ainda 1,1% de cancelamentos para a TAP, 0,6% para a SATA Air Açores e 4,1% para a Azores Airlines.

A American Airlines, listada como nº 1 mundial em número de voos, com 209.264 em Agosto, teve 75,3% das chegadas até minutos da hora anunciada, a Delta Airlines, nº 2, com 180.022 voos, teve 82% e foi a melhor do Top10 onde, com mais de 80% se encontram mais duas companhias, a Ryanair (76.370 voos), com 81,3%, e a Southwest (118.881 voos), com 81,1%.

O pior índice de pontualidade no Top10 em número de voos foi o da easyJet (59.014 voos), com 63,6%, seguida pela Air Canadá (52.185 voos), com 66,2%, e pela China Eastern (73.149 voos), com 66,9%

Já com índices acima de 70%, mas abaixo de 80%, no Top10 estiveram a Turkish Airlines (44.307 voos), com 74,9%, a United Airlines, 3º maior (157.367 voos), com 74,7%, e a Lufthansa German Airlines (46.805 voos), com 73,6%.

A melhor em pontualidade entre as companhias com mais de dez mil voos no mês de Agosto foi a Garuda Indonesia (13.398 voos), com 95,3% das chegadas até 15 minutos da hora anunciada, Copa Airlines (10.421 voos), com 93,4%, LATAM Airlines Group (42.856 voos),com 89,1%, Aeroflot (32.928 voos), com 89%, KLM (23.148 voos), com 85,4%, Azul (25.384 voos), com 84,7%, e Aerolíneas Argentinas (10.730 voos), com 83,9%.

 

Para ler mais clique:

Nenhum aeroporto português conseguiu em Agosto ficar nos mil melhores em pontualidade

 

Clique para mais notícias: OAG

Clique para mais notícias: TAP

Clique para mais notícias: SATA

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Porto lidera aumento de dormidas na hotelaria em Julho

16-09-2019 (16h32)

O Porto foi o município com o maior aumento de dormidas em Julho, com mais 49,7 mil pernoitas que no mês homólogo de 2018 (+12,2%), mas sem pôr em causa a liderança do município de Lisboa em número de dormidas, com 1,326 milhões, que significaram 16,3% do total do país.

Quebra generalizada da estada média ‘come’ aumento de turistas alojados na hotelaria portuguesa

16-09-2019 (15h31)

O tempo médio de permanência de turistas em alojamentos turísticos portugueses caiu de forma generalizada no mês de Julho, pelo que, levando a que apesar se ter registado um aumento em 5,4% do número de hóspedes, em número de dormidas essa maior afluência de clientes traduziu-se num aumento de apenas 2,2%.

Mês de férias no Brasil ‘dá’ mais 51,7 mil dormidas ao alojamento turístico português

16-09-2019 (14h19)

Apesar das quebras de dormidas de nove dos 16 maiores emissores internacionais, a hotelaria portuguesa acabou Julho com mais 111,6 mil dormidas de turistas residentes no estrangeiros, graças nomeadamente ao aumento de 51,7 mil dormidas de residentes no Brasil, onde o mês de Julho é um dos mais fortes em turismo e viagens.

Maioria dos maiores emissores internacionais faz menos dormidas na hotelaria portuguesa em Julho

16-09-2019 (13h30)

A hotelaria portuguesa teve este mês de Julho quebras de dormidas de nove dos 16 principais emissores internacionais, as maiores das quais de turistas residentes nos Países Baixos (menos 26,5 mil), na Alemanha (menos 22,6 mil), no Canadá (menos 21 mil) e na Bélgica (menos 15 mil).

OTA de hotéis Amoma cessa e culpa “comparadores de preços”

16-09-2019 (11h08)

A agência de reservas hoteleiras Amoma, em www.amoma.com, que no ano passado teve vendas superiores a 500 milhões de euros, anunciou que cessa actividade e não terá como assegurar o respeito pelas responsabilidades contraídas para com os clientes.

Ultimas Noticias

Noticias mais lidas