Wamos Air quer captar mais portugueses para os seus voos

23-01-2020 (10h48)

A Wamos Air assina esta quinta-feira um acordo para formalizar a sua representação em Portugal pela ATR, disse ao PressTUR David Blázquez, commercial routes manager, que assume o objectivo de captar mais passageiros no mercado português.

A companhia de aviação espanhola e a ATR integram o grupo Wamos e trabalham em conjunto “há vários anos”. O acordo que assinam esta quinta-feira, retroactivo a 1 de Janeiro, “formaliza a relação”, explicou David Blázquez, que falava ao PressTUR na Fitur, em Madrid.

A Wamos Air “não tem planos” para voar directamente à partida de Portugal, embora considere “um mercado bastante importante”, onde vai investir noutras abordagens.

Com a representação formalizada em Portugal, a companhia vai investir para que “as agências de viagens procurem o produto da Wamos Air [para levar os seus clientes] via Madrid aos nossos destinos”, que são Orlando, Punta Cana, Cancún e Varadero.

“Vamos ter várias acções comerciais em Portugal, vamos fazer um pequeno roadshow”, disse o executivo.

David Blázquez reconhece que a Wamos Air tem “muito poucos” passageiros em Portugal porque “há bastantes voos directos” para os mesmos destinos que opera a partir de Madrid.

O “potencial”, contudo, está em captar para os seus voos aqueles passageiros portugueses que viajam “via outros pontos da América do Sul ou fazendo alguma conexão no Canadá ou qualquer outro ponto”.

“Não temos uma expectativa concreta porque sabemos que é um trabalho que nos vai levar algum tempo. Mas acreditamos que vamos ter boa aceitação no mercado”, concluiu.

A rota Madrid – Orlando é a mais recente novidade da companhia espanhola, que vair operar esses voos aos Sábados entre 27 de Junho e 22 de Agosto, em A330-300 de 375 lugares.

A Wamos Air é a antiga Pullmantur Air, comprada pela sociedade de investimentos Springwater, que em Portugal comprou a antiga Espírito Santo Viagens, actualmente Wamos Portugal.

 

Clique para ver mais: Wamos

Clique para ver mais: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Qatar Airways reforça participação no IAG, segundo maior grupo aéreo europeu

20-02-2020 (12h55)

O IAG, segundo maior grupo de aviação da Europa, que tem as companhias de aviação British Airways, Iberia, Vueling, Aer Lingus e Level, anunciou ontem que o seu maior accionista, a companhia do Golfo Qatar Airways, reforçou a sua participação no Capital Social de 21,4% para 25,1%.

Atribuição de prémios na TAP com "100 milhões de euros de prejuízos" em 2019 é “inaceitável”, diz ministro

19-02-2020 (15h47)

O Governo considerou hoje “inaceitável” que a TAP, empresa que “tem 100 milhões de euros de prejuízos” em 2019, atribua prémios a uma minoria de trabalhadores, ressalvando que a decisão não é da administração, mas da gestão privada.

Quadro legal para certificação do aeroporto do Montijo pela ANAC tem que ser revisto, diz ministro

19-02-2020 (15h34)

O ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, disse hoje que o quadro legal para certificação do aeroporto do Montijo pela Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) “tem obviamente de ser revisto”, uma vez que “é absolutamente incompreensível que fosse o presidente da Câmara da Moita a negar” a construção do aeroporto.

“Mais de 400 mil passageiros não virão a Portugal este Verão” por falta de capacidade aeroportuária, diz ministro

19-02-2020 (15h31)

O ministro das Infraestruturas e da Habitação disse hoje que "mais de 400 mil passageiros não virão a Portugal este Verão" por falta de capacidade aeroportuária e que o país está "a pagar caro" o adiamento de investimentos.

Presidente da República repudia suspensão pela Venezuela dos voos da TAP

18-02-2020 (17h26)

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, declarou que a decisão da Venezuela de suspender os voos da TAP por 90 dias de “totalmente incompreensível” e que “não pode deixar de ser repudiada”.

Noticias mais lidas