Vendas de voos TAP pelas agências brasileiras ABRACORP caem 9% até Setembro

27-12-2018 (16h35)

A TAP, que é a companhia de aviação que mais passageiros transporta entre o Brasil e a Europa, teve uma quebra das vendas pelas maiores agências de viagens corporate brasileiras em aproximadamente 9%, depois de uma quebra em 10,4% no terceiro trimestre, de acordo com os dados divulgados pela ABRACORP, associação que reúne as maiores TMC do Brasil.

A informação mostra que a quebra das vendas TAP nos nove meses, que é de aproximadamente 9,2 milhões de reais (cerca de dois milhões de euros ao câmbio de hoje), para cerca de 90 milhões de reais (cerca de 20,2 milhões de euros), resultou de quebras tanto do número de bilhetes vendidos, em cerca de 4,5% ou 1,1 mil, para 24,7 mil, como da tarifa média, em cerca de 4,9%, para cerca de 3,8 mil reais (cerca de 858 euros).

Os dados da ABRACORP a que o PressTUR teve acesso mostram que as vendas TAP pelas maiores TMC (do inglês para Travel Management Companies) brasileiras compreenderam quebra (em reais) de 1,1% ou cerca de 320 mil reais no primeiro trimestre, para 28,6 milhões, de 14,8% ou cerca de 5,3 milhões no segundo, para 35,87 milhões, e de 10,4% ou cerca de 3,5 milhões no terceiro, para 30,8 milhões.

Em número de bilhetes, o primeiro trimestre foi de forte aumento, em 16% ou cerca de 1,3 mil, para 8,08 mil, mas com quebra da tarifa média em 14,8%, para 3,6 mil reais, o segundo foi de acentuada quebra do número de bilhetes, em 19,7% ou cerca de 1,8 mil, para 9,3 mil, mas com aumento da tarifa média em cerca de 6,1%, para 3,8 mil reais.

O terceiro trimestre foi de novo de quebra do número de bilhetes vendidos, com uma descida em 7,5% ou cerca de 630, para 8,5 mil, e descida da tarifa média em cerca de 3,1%, para aproximadamente quatro mil reais

A TAP esteve assim ‘em contramão’ com o mercado, uma vez que os números da ABRACORP indicam que em voos internacionais as suas associadas venderam mais bilhetes e tiveram uma receita superior à do período homólogo de 2017.

A informação da associação indica que as suas associadas venderam 188,7 mil bilhetes de voos internacionais por 741,97 milhões de reais (cerca de 166,5 milhões de euros) no terceiro trimestre, com aumentos relativamente a 2017 em 5,7% em ambos os casos.

A LATAM é o grupo aéreo com mais vendas, com 34,5 mil bilhetes e 139,2 milhões de reais, seguida por American Airlines, com 24,9 mil bilhetes e 97,4 milhões de reais, Air France e KLM, com 13,9 mil bilhetes e 73,2 milhões de reais, United, com 11,1 mil bilhetes e 67,2 milhões de reais, e Lufthansa e Swiss, com 8,3 mil bilhetes e 59,7 milhões de reais.

Todas estas companhias têm aumentos das vendas em reais, o mais forte dos quais o da United, em 14,5%, seguindo-se LATAM, com 12,2%, Lufthansa Swiss, com3,9%, Air France KLM, com 3,9%, e American Airlines, com 1,2%, embora American Airlines e Air France KLM tivessem menos bilhetes vendidos (-7,7% e -1,2%, respectivamente, enquanto LATAM, United e Lufthansa Swiss tiveram aumentos em 22,1%, em 9,3% e em 2,5%, respectivamente.

 

Clique para mais notícias: TAP

Clique para mais notícias: ABRACORP

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Agências&Operadores

Clique para mais notícias: Brasil

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Crescimento os voos Espanha - Portugal desloca-se de Lisboa para o Porto

16-07-2019 (17h59)

O Aeroporto do Porto concentrou 69% do crescimento do movimento de passageiros em voos entre Portugal e Espanha, quando há um ano, no primeiro semestre de 2018, 58,4% do crescimento estava no Aeroporto de Lisboa.

Voos entre Espanha e Portugal crescem quase 15% no 1º semestre, apesar de TAP quase estagnada

16-07-2019 (17h34)

Os aeroportos espanhóis tiveram 2,58 milhões de passageiros de voos de/para Portugal no primeiro semestre, o que representa um aumento em 14,8% ou 332,7 mil, para o qual a TAP, que já teve a liderança clara deste mercado, teve um contributo de apenas 2,5%, porque praticamente estagnou.

Atraso do B737 MAX ‘vai custar’ cinco milhões de passageiros à Ryanair em 2020/2021

16-07-2019 (13h07)

A Ryanair reviu para menos de metade, de 7% para 3%, a sua previsão de crescimento no próximo Verão, bem como reduziu em cinco milhões a previsão de passageiros transportados no exercício que termina em Março de 2021, devido aos atrasos nas entregas dos Boeing 737 MAX, modelo afectado por dois acidentes fatais.

Moçambique negoceia com companhia aérea portuguesa acordo para regresso da LAM à Europa

16-07-2019 (10h51)

O governo de Moçambique anunciou hoje que está a negociar com uma companhia aérea portuguesa um acordo que vai permitir o regresso das Linhas Aéreas de Moçambique (LAM) ao espaço europeu a partir do primeiro trimestre de 2020.

TAP transporta campeões mundiais de hóquei em patins e de patinagem artística

16-07-2019 (09h42)

A selecção portuguesa de hóquei em patins, que Domingo se sagrou campeã do mundo, em Barcelona, e alguns medalhados portugueses de patinagem artística regressaram ontem a Portugal a bordo de um avião da TAP.

Ultimas Noticias

Noticias mais lidas