Vencedor do Comida di Buteco inspira prato da Azul

09-11-2018 (12h09)

A companhia aérea Azul vai colocar à disposição dos passageiros de classe executiva em alguns voos internacionais, um prato inspirado no "Mineirice Uai!", criação do "Buteco Vô Joaquim" de Campinas, vencedor do concurso Comida di Buteco.

A adaptação do "Mineirice Uai!" vai estar disponível durante o mês de Novembro para os passageiros em classe executiva que partam de Belo Horizonte, Campinas e Recife com destino a Orlando, Fort Lauderdale e Lisboa.A ceveja mineira Wälls, em lata, também vai passar a ser servida a bordo.

O petisco "Mineirice Uai!" original conta com carne de lata, pimenta cambuci recheada com massa de linguiça com provolone, e torresmo pururuca, e é servido com cachaça mineira e geleia de pimenta.

A adaptação da Azul, devido às condições em que será servida, inclui "carne de lata com tutu, couve à mineira e manteiga de garrafa, tendo como opção de acompanhamento a primeira cerveja produzida em lata pela cervejaria mineira".

O concurso "Comida di Buteco", que teve início em 2000 e que tem presença em 21 cidades nas cinco regiões brasileiras, desde 2016 que elege o melhor buteco do Brasil.

"Mais que valorizar a cozinha de raíz, caseira, o Comida di Buteco dá relevância aos estabelecimentos que têm o próprio dono à frente", sendo que os restaurantes com franquia ou que pertençam a redes não participam.

"O resultado é a transformação sócio-económica e de vida destas quase 650 famílias, uma verdadeira corrente do bem, valorizada pelos consumidores, media, patrocinadores e parceiros".

Clique para ver mais: Gastronomia

Clique para ver mais: Brasil

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Grupo TAP prepara-se para entrar em bolsa a partir de 2020

22-03-2019 (18h21)

A TAP SGPS está a trabalhar para, a partir de 2020, estar pronta a avançar com uma IPO (Oferta Pública Inicial), com uma percentagem entre 15% e 30%, anunciou hoje o presidente da Comissão Executiva do grupo.

Grupo TAP tem prejuízo de 118 milhões de euros em “ano necessário”

22-03-2019 (18h06)

O Grupo TAP passou de um lucro de 21,2 milhões de euros em 2017 para um prejuízo de 118 milhões de euros em 2018, um ano de transformação necessária para preparar o futuro, segundo descreveram hoje Miguel Frasquilho, Antonoaldo Neves e David Neeleman.

TAP quer acabar com “dependência” do Brasil através da diversificação de mercados

22-03-2019 (16h42)

A TAP está a trabalhar na diversificação de mercados para acabar com a “dependência” do Brasil, um mercado que representa quase 25% das vendas totais da companhia e que no ano passado teve uma quebra de receitas de 10%, em euros.

TAP vai investir “cada vez mais” nas vendas directas

22-03-2019 (15h13)

As vendas da TAP através dos seus canais directos, como o seu website e o contact center, representaram 41% das vendas da companhia aérea em 2018, e o objectivo é chegar a 50%, disse hoje Raffael Quintas, Chief Financial Officer (CFO) da companhia.

Companhia aérea indonésia cancela encomenda de 49 aviões Boeing 737 MAX

22-03-2019 (14h30)

A companhia aérea indonésia Garuda anunciou hoje o cancelamento de uma encomenda de 49 aviões Boeing 737 MAX, aparelho ligado a dois acidentes, o mais recente dos quais a 10 de Março, na Etiópia.