Ural Airlines vai concorrer com a TAP na rota de Moscovo

03-05-2016 (15h51)

A Ural Airlines, companhia russa baseada em Yekaterinburg, é desde dia 1 a nova concorrente da TAP nas ligações entre Lisboa e Moscovo, com dois voos por semana, às quintas-feiras e Domingos, segundo informação da ANA.

"No dia 1 de maio o Aeroporto de Lisboa recebeu a Ural Airlines, companhia aérea russa que vem complementar a ligação direta entre Lisboa e Moscovo, até aqui assegurada exclusivamente pela TAP Portugal", diz um comunicado da gestora dos aeroportos portugueses, ignorando que Lisboa também já teve voos da Transaero que faliu no ano passado.

O comunicado da ANA, que também divulgou fotografias do ‘baptismo' do avião da companhia russa por ocasião da sua primeira aterragem em Lisboa, refere que os voos da URAL para Lisboa serão em Airbus A320 e partem às 12h50.

O site da companhia, por sua vez, tem hoje em destaque que a Ural tem voos para Lisboa desde 80 euros sem taxas este mês de Maio, desde 105 em Junho e desde 145 em Julho.

Dados do Aeroporto de Lisboa a que o PressTUR teve acesso indicam que teve 9.006 passageiros de voos de/para a Rússia, em queda de 3,1% face ao período homólogo de 2015.

No ano passado, os voos de/para a Rússia somaram 60.391 passageiros, -26,1% que em 2014, reflectindo a queda das viagens turísticas dos russos em consequência da desvalorização do rublo, além da instabilidade provocada pelo conflito com a Ucrânia.

 

Clique para mais notícias: Aeroporto de Lisboa

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Lisboa

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

EasyJet transporta mais 8% de passageiros de/para Portugal no semestre terminado a 31 de março

19-05-2019 (22h08)

A low cost easyJet, cujo director para Portugal, José Lopes, se queixou na sexta-feira que devido aos constrangimentos do Aeroporto de Lisboa há dois verões consecutivos (2018 e 2019) que a companhia tem “crescimento zero” no Aeroporto Humberto Delgado afinal aumentou a capacidade em 6% na época baixa.

Organismo de investigação de acidentes alerta para riscos de descolagens de Lisboa com potência reduzida

19-05-2019 (21h46)

O organismo que investiga acidentes alerta as companhias aéreas e as entidades aeronáuticas para os riscos das descolagens com potência reduzida na principal pista do Aeroporto de Lisboa, podendo ter “graves consequências” em caso de avaria de motor, apreciação que a ANA já contestou, garantindo que o aeroporto tem certificação de segurança outorgada.


ANA rejeita “declarações alarmistas” do GPIAAF sobre o Aeroporto de Lisboa

19-05-2019 (21h42)

A ANA – Aeroportos de Portugal realçou que o Aeroporto de Lisboa tem certificação de segurança outorgada, ao rejeitar as considerações do Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e Acidentes Ferroviários (GPIAAF) acerca de um incidente com um avião da easyJet.

easyJet ‘fixa’ prazo para evitar 3º Verão seguido de “crescimento zero” no Aeroporto de Lisboa

17-05-2019 (16h19)

A companhia de aviação easyJet defendeu hoje a urgência de fechar um acordo até Setembro com os militares que permita aumentar a capacidade do Aeroporto de Lisboa já no Verão de 2020, pois, avisou, de contrário “vamos estar a perder oportunidades que já não vão voltar, e isto será muito mau para a economia portuguesa”.

Prejuízo operacional de época baixa da easyJet agrava-se 350%

17-05-2019 (15h39)

A low cost easyJet, que em Portugal tem voos de/para Lisboa, Porto, Faro e Funchal, declarou hoje um prejuízo operacional para o semestre terminado a 31 de Março de 255 milhões de libras (292 milhões de euros ao câmbio de hoje), pior 355% que no período homólogo do exercício anterior, enfatizando, no entanto, que foi sem surpresa que registou essa perda.