Ural Airlines vai concorrer com a TAP na rota de Moscovo

03-05-2016 (15h51)

A Ural Airlines, companhia russa baseada em Yekaterinburg, é desde dia 1 a nova concorrente da TAP nas ligações entre Lisboa e Moscovo, com dois voos por semana, às quintas-feiras e Domingos, segundo informação da ANA.

"No dia 1 de maio o Aeroporto de Lisboa recebeu a Ural Airlines, companhia aérea russa que vem complementar a ligação direta entre Lisboa e Moscovo, até aqui assegurada exclusivamente pela TAP Portugal", diz um comunicado da gestora dos aeroportos portugueses, ignorando que Lisboa também já teve voos da Transaero que faliu no ano passado.

O comunicado da ANA, que também divulgou fotografias do ‘baptismo' do avião da companhia russa por ocasião da sua primeira aterragem em Lisboa, refere que os voos da URAL para Lisboa serão em Airbus A320 e partem às 12h50.

O site da companhia, por sua vez, tem hoje em destaque que a Ural tem voos para Lisboa desde 80 euros sem taxas este mês de Maio, desde 105 em Junho e desde 145 em Julho.

Dados do Aeroporto de Lisboa a que o PressTUR teve acesso indicam que teve 9.006 passageiros de voos de/para a Rússia, em queda de 3,1% face ao período homólogo de 2015.

No ano passado, os voos de/para a Rússia somaram 60.391 passageiros, -26,1% que em 2014, reflectindo a queda das viagens turísticas dos russos em consequência da desvalorização do rublo, além da instabilidade provocada pelo conflito com a Ucrânia.

 

Clique para mais notícias: Aeroporto de Lisboa

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Lisboa

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Grupo TAP prepara-se para entrar em bolsa a partir de 2020

22-03-2019 (18h21)

A TAP SGPS está a trabalhar para, a partir de 2020, estar pronta a avançar com uma IPO (Oferta Pública Inicial), com uma percentagem entre 15% e 30%, anunciou hoje o presidente da Comissão Executiva do grupo.

Grupo TAP tem prejuízo de 118 milhões de euros em “ano necessário”

22-03-2019 (18h06)

O Grupo TAP passou de um lucro de 21,2 milhões de euros em 2017 para um prejuízo de 118 milhões de euros em 2018, um ano de transformação necessária para preparar o futuro, segundo descreveram hoje Miguel Frasquilho, Antonoaldo Neves e David Neeleman.

TAP quer acabar com “dependência” do Brasil através da diversificação de mercados

22-03-2019 (16h42)

A TAP está a trabalhar na diversificação de mercados para acabar com a “dependência” do Brasil, um mercado que representa quase 25% das vendas totais da companhia e que no ano passado teve uma quebra de receitas de 10%, em euros.

TAP vai investir “cada vez mais” nas vendas directas

22-03-2019 (15h13)

As vendas da TAP através dos seus canais directos, como o seu website e o contact center, representaram 41% das vendas da companhia aérea em 2018, e o objectivo é chegar a 50%, disse hoje Raffael Quintas, Chief Financial Officer (CFO) da companhia.

Companhia aérea indonésia cancela encomenda de 49 aviões Boeing 737 MAX

22-03-2019 (14h30)

A companhia aérea indonésia Garuda anunciou hoje o cancelamento de uma encomenda de 49 aviões Boeing 737 MAX, aparelho ligado a dois acidentes, o mais recente dos quais a 10 de Março, na Etiópia.