Turistas portugueses na Turquia baixam 60,5% este Verão

31-10-2016 (15h04)

A Turquia teve este Verão o número mais baixo de turistas portugueses da época alta desde 2006, por uma quebra em 60,5% face ao período homólogo de 2015, de acordo com a análise do PressTUR às estatísticas oficiais do Ministério turco da Cultura e do Turismo.

Essa análise evidenciou que entre Junho e Setembro, inclusive, estiveram na Turquia 11.058 visitantes portugueses, quase 17 mil menos que no Verão de 2015 e menos cerca de 18 mil que no melhor Verão, o de 2011, em que a Turquia recebeu mais de 29 mil visitantes portugueses.

A recolha de dados efectuada pelo PressTUR permitiu verificar que desde 2006, ano em que no Verão o total de chegadas de portugueses foi de 10,3 mil, a época estival nunca mais tinha ficado abaixo dos 18,1 mil visitantes portugueses verificados em 2007, e a partir de 2008 tinham sido sempre mais de 20 mil.

A queda verificada na época estival decorre do agravamento da tendência de quebra das chegadas de turistas estrangeiros à Turquia desde que foi alvo de uma série de atentados terroristas, um dos quais contra o seu principal aeroporto, Istambul Ataturk, e teve uma tentativa de golpe de Estado.

Nesse quadro, a Turquia passou a acumular sucessivas quebras das chegadas de turistas estrangeiros a partir de Abril de 2015, que se agravaram este ano, com as quebras a atingirem os dois dígitos a partir de Fevereiro e a situarem-se sistematicamente acima de 30% a partir de Maio.

Em Setembro, último mês com estatísticas oficiais já divulgadas, a quebra foi em 32,8%, significando um decréscimo de aproximadamente 1,4 milhões de chegadas, para 2,855 milhões.

Cálculos do PressTUR mostraram que com esse decréscimo em Setembro, na sequência de quebras também fortes em Junho (-40,9%, para 2,438 milhões), Julho (-36,7%, para 3,468 milhões) e Agosto (-38%, para 3,183 milhões), a Turquia somou na época estival uma quebra de aproximadamente sete milhões de chegadas de turistas estrangeiros este Verão (-37,1%, para 11,94 milhões).

A Rússia, que foi o seu maior emissor no Verão de 2014, antes das relações entre os dois países se degradarem, registou a maior quebra este Verão em relação a essa época alta, com um decréscimo em 86,6% ou cerca de 2,6 milhões, para cerca de 406 mil.

Relativamente ao Verão de 2015, a Rússia é também o emissor com a maior queda das chegadas á Turquia, com menos cerca de 2,1 milhões (-83,8%), seguindo-se a Alemanha, com menos cerca de 879 mil (-30,7%, para 1,98 milhões), o Reino Unido, com menos cerca de 553 mil (-35,1%, para 1,02 milhões), o Iraque, com menos cerca de 371 mil (-69,3%, para 164,2 mil), e a Polónia, com menos cerca de 239 mil (-64,8%, para 129,9 mil).

Entre os países com maiores quebras contam-se ainda os Estados Unidos, com menos 207 mil (-51,3%, para 196,3 mil), a Holanda, com menos cerca de 184 mil (-27,4%, para 488,4 mil), a Suécia, com menos 172,7 mil (-49,7%, para 174,6 mil), Itália, com menos 168,2 mil (-67,8%, para 79,9 mil), e França, com menos cerca de 165,2 mil (-36,3%, para 290,4 mil).

Portugal, com menos quase 17 mil, teve a 38ª maior queda do período de Verão, antes do Brasil (menos cerca de 23 mil ou -56,9%, para 17,4 mil) e depois do México (menos cerca de 16,8 mil ou -63,1%, para 9,8 mil).

Ucrânia, Geórgia, Israel, Arábia Saudita e Jordânia foram as principais excepções à tendência de queda das chegadas de turistas à Turquia este Verão, com aumentos de respectivamente 257,6 mil (+65%, para 653,7 mil), 71,4 mil (+9,2%, para 845,5 mil), 35,2 mil (+28,8%, para 157,5 mil), 33,8 mil (+13,6%, para 282,7 mil) e 18,1 mil (+19,9%, para 109,3 mil).

 

Clique para mais notícias: Turquia

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Aeroportos portugueses já estão a crescer menos que a média europeia

16-10-2018 (18h07)

Os aeroportos portugueses, que sistematicamente figuravam como líderes de crescimento na Europa, actualmente crescem menos que a média europeia, porque o abrandamento do crescimento de Lisboa não tem beneficiado os outros aeroportos, que estão piores que o da capital, à excepção do Porto.

Emirates reduz voos para Lisboa em Abril e Maio de 2019

15-10-2018 (11h53)

A Emirates, companhia de aviação do Dubai actualmente com dois voos por dia para Lisbia, vai reduzir a operação a partir de 16 de Abril devido a obras de manutenção da pista do seu hub, no Dubai International Airport.

TAP antecipa e cancela voos da Madeira no sábado devido à passagem de furacão Leslie

12-10-2018 (17h21)

A companhia de aviação portuguesa TAP antecipou três voos previstos para Sábado de manhã da Madeira e cancelou a operação no arquipélago naquele dia até às 18:00 devido ao mau tempo esperado pela passagem do furacão Leslie.

Zagreb desde 155 euros é a proposta da Croatia Airlines

12-10-2018 (16h44)

A Croatia Airlines, representada em Portugal pela APG, está a promover a ligação Lisboa-Zagreb, que estendeu até 14 de Janeiro, com preços a partir de 155 euros por pessoa.

Croatia Airlines prolonga ligação Lisboa-Zagreb e retoma em 2019

12-10-2018 (16h25)

A Croatia Airlines, representada em Portugal pela APG, anunciou que vai prolongar a rota Lisboa-Zagreb até 14 de Janeiro, e a sua renovação para a temporada de 2019, a partir de 29 de Abril e até 28 de Outubro.