TAP vai cobrar 90 a 200 euros por bagagem de mão que exceda 115 centímetros na soma das três medidas

15-11-2016 (10h40)

A TAP informou hoje as agências de viagens de que vai cobrar 90 euros por "bagagem de mão extra" em voos de médio curso domésticos, intra-europeus e Norte de África e 200 euros nos voos intercontinentais.

A informação mostra que a companhia se refere aos casos em que a bagagem de mão seja "considerada demasiado grande ou estiver fora da franquia", indicando que nesse caso "será retirada na porta de embarque e despachada no porão, ficando sujeita a cobrança".

A companhia acrescenta de seguida que "o pagamento apenas será possível através da utilização de um cartão de crédito" e que "as taxas aplicadas" são então os 90 e os 200 euros.

Na mesma informação a TAP especifica que as bagagens de mão sem custos adicionais são aquelas em que "a soma das 3 medidas não poderá ultrapassar os 115cm (55x40x20cm)" e não excedam os oito quilogramas no caso dos passageiros em classe económica.

Para os passageiros de executiva a companhia permite duas peças "com peso total combinado de 16kgs".

A informação a que o PressTUR teve acesso acrescenta que "além da bagagem de mão permitida, o passageiro pode ainda levar para bordo apenas um dos seguintes itens: uma bolsa ou pasta de computador ou mala de ombro (dimensões máximas: 40x30x10cm); Equipamentos auxiliares à mobilidade; dispositivos médicos".

As taxas de bagagens tornaram-se nos últimos anos uma das maiores ‘receitas complementares' das companhias aéreas, nomeadamente daquelas que antes ironizavam com os ‘modelos' com que easyJet e Ryanair verificavam se as malas de mão estavam dentro das medidas definidas.

 

Clique para mais notícias: TAP

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Comentários
  • Marina

    Qualquer dia já não se pode levar nada e nem comprar fora nada Cada vez mais dificil andar de avião.....

    16-11-2016 (23h16)

  • RUI

    Tap

    15-11-2016 (18h54)


Escrever comentário

Outras Notícias

Hi Fly anuncia integração na sua frota de três Airbus A319-100

19-06-2019 (15h08)

A Hi Fly, companhia de aviação da família Mirpuri, anunciou hoje ter passo a contar com três aviões Airbus A319-100 e, assim, segundo o seu presidente, Paulo Mirpuri, passar a disponibilizar aos seus clientes “uma frota completa da Airbus, desde o A319 até ao A380”.

Finnair lança website de reservas e vendas de experiências na Finlândia

19-06-2019 (14h19)

A companhia de aviação finlandesa Finnair, representada em Portugal pela APG, tem desde hoje online o website www.travelnowhere.com de sugestões e reservas de experiências na Finlândia e, segundo informou, proximamente, em outros países nórdicos.

Azores Airlines (SATA Internacional) chega a mais oito destinos no Canadá com a WestJet

19-06-2019 (13h22)

A companhia de aviação açoriana Azores Airlines, que opera os voos internacionais do grupo SATA, iniciou este mês um acordo de partilha de código com a low cost canadiana WestJet, uma das companhias de aviação fundadas por David Neeleman, accionista de referência da TAP.

IAG anuncia Iberia e Aer Lingus como companhias de lançamento do novo Airbus A321XLR

18-06-2019 (19h38)

O IAG, grupo de companhias aéreas iniciado com a fusão entre a British Airways e a Iberia, anunciou hoje estar a comprar 14 Airbus A321XLR para a Iberia e a Aer Lingus, que diz “estarão entre as companhias de lançamento” do novo avião narrowbody de maior alcance.

IAG anuncia “carta de intenções” de mega encomenda à Boeing

18-06-2019 (19h09)

O IAG, grupo de companhias de aviação de que fazem parte nomeadamente a British Airways, a Vueling e a Level, anunciou hoje ter apresentado uma “carta de intenções” de aquisição de 200 aviões Boeing B737-8 e B737-10.

Noticias mais lidas