TAP soma mais 1,1 milhões de passageiros em cinco meses

08-06-2017 (11h08)

Voos dos EUA fazem 50% do aumento de passageiros das rotas intercontinentais em Maio

A TAP revelou hoje ter transportado 5,17 milhões de passageiros nos primeiros cinco meses deste ano e que esse total significa mais 1,1 milhões ou +27% que no período homólogo de 2016.

A companhia, que se assume como “um dos principais motores da promoção e crescimento turísticos em Portugal, contribuindo também de forma única para a mobilidade de todos os portugueses e para a internacionalização da economia nacional”, diz em comunicado que com esse crescimento a ocupação média dos seus voos foi de 82%, em alta de seis pontos percentuais.

A informação da TAP avança igualmente que no mês de Maio transportou 1,135 milhões de passageiros, com um aumento em “mais de 20%” ou cerca de 191 mil, e a ocupação média dos voos foi de 82%, com uma subida de 6,6 pontos.

Esse crescimento, diz ainda a companhia, reflecte um aumento em 125 mil passageiros nas rotas de médio curso intra-europeias, incluindo as domésticas, que assim asseguraram cerca de 65% do aumento total de passageiros no mês, enquanto as intercontinentais somaram mais 66 mil passageiros (cerca de 35% do aumento total do mês).

As linhas de médio curso que a companhia diz mais terem contribuído para o crescimento em Maio foram Espanha, com mais 45 mil passageiros (+47%), Reino Unido, com mais 18 mil (+29%) e “Itália e Croácia, com mais dez mil passageiros (+13,6%)”.

Em voos intercontinentais, o principal ‘motor’ do crescimento continuam a ser as ligações com os Estados Unidos, nas quais indica ter registado mais 33 mil passageiros em Maio (+143%, para 56 mil), o que significa metade do aumento no conjunto das rotas intercontinentais.

“Mas é também de sublinhar a forte recuperação que se verifica nas rotas africanas”, prossegue a informação da TAP, que destaca ainda que “as rotas brasileiras continuam a demonstrar uma forte retoma do tráfego.

Para as rotas de África a TAP indica que em Maio teve um aumento de 18 mil passageiros (+36%), salientando Angola, “com mais 36,4%”, e Marrocos, “que regista um impressionante crescimento de 215%”.

Para as linhas do Brasil, a TAP indica um aumento de 16 mil passageiros ou +14% em Maio e realça uma subida da taxa de ocupação desses voos em 9,5 pontos, para 86,2%.

A informação da TAP assinala ainda o início de dez novas rotas este ano, a partir de 10 de Junho, e confirma que este ano “investe ainda mais no reforço da sua frota, adicionando um avião para operar nas suas rotas de longo curso, dois aviões no médio curso e quatro aeronaves ao serviço da TAP Express”.

 

Clique para mais notícias: TAP

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

EasyJet transporta mais 8% de passageiros de/para Portugal no semestre terminado a 31 de março

19-05-2019 (22h08)

A low cost easyJet, cujo director para Portugal, José Lopes, se queixou na sexta-feira que devido aos constrangimentos do Aeroporto de Lisboa há dois verões consecutivos (2018 e 2019) que a companhia tem “crescimento zero” no Aeroporto Humberto Delgado afinal aumentou a capacidade em 6% na época baixa.

Organismo de investigação de acidentes alerta para riscos de descolagens de Lisboa com potência reduzida

19-05-2019 (21h46)

O organismo que investiga acidentes alerta as companhias aéreas e as entidades aeronáuticas para os riscos das descolagens com potência reduzida na principal pista do Aeroporto de Lisboa, podendo ter “graves consequências” em caso de avaria de motor, apreciação que a ANA já contestou, garantindo que o aeroporto tem certificação de segurança outorgada.


ANA rejeita “declarações alarmistas” do GPIAAF sobre o Aeroporto de Lisboa

19-05-2019 (21h42)

A ANA – Aeroportos de Portugal realçou que o Aeroporto de Lisboa tem certificação de segurança outorgada, ao rejeitar as considerações do Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e Acidentes Ferroviários (GPIAAF) acerca de um incidente com um avião da easyJet.

easyJet ‘fixa’ prazo para evitar 3º Verão seguido de “crescimento zero” no Aeroporto de Lisboa

17-05-2019 (16h19)

A companhia de aviação easyJet defendeu hoje a urgência de fechar um acordo até Setembro com os militares que permita aumentar a capacidade do Aeroporto de Lisboa já no Verão de 2020, pois, avisou, de contrário “vamos estar a perder oportunidades que já não vão voltar, e isto será muito mau para a economia portuguesa”.

Prejuízo operacional de época baixa da easyJet agrava-se 350%

17-05-2019 (15h39)

A low cost easyJet, que em Portugal tem voos de/para Lisboa, Porto, Faro e Funchal, declarou hoje um prejuízo operacional para o semestre terminado a 31 de Março de 255 milhões de libras (292 milhões de euros ao câmbio de hoje), pior 355% que no período homólogo do exercício anterior, enfatizando, no entanto, que foi sem surpresa que registou essa perda.