TAP muda quinta-feira o modelo e os preços de despachar bagagem de porão

31-10-2017 (11h11)

Imagem: Website da TAP (www.flytap.com/pt-pt/)
Imagem: Website da TAP (www.flytap.com/pt-pt/)

Esta quinta-feira, 2 de Novembro, a TAP passa a aplicar, "independentemente da data de emissão dos bilhete", um novo modelo de cobrança de bagagens de porão, com preços diferenciados para cinco zonas, em lugar de duas, e consoante o momento da compra, variando entre 20 e 90 euros.

“Passaremos de um modelo com 2 valores (Europa e Voos Intercontinentais) para 5 valores e áreas de aplicação diferenciadas, considerando rotas e distâncias”, diz uma informação da TAP às agências de viagens portuguesas a que o PressTUR teve acesso.

Além da diferenciação por mais zonas, a TAP também tem preços diferentes consoante o momento da compra, com o mais baixo a ser o que designa por “pré-compra”, especificando que “é aplicável até à abertura do check-in online”.

A TAP também realça que “o valor do sell-up de uma tarifa Discount, que não permite bagagem de porão, para uma Basic, que permite 1PC, é sempre mais baixo do que a compra de bagagem posterior”.

A informação especifica de seguida que “a Europa, passará a estar dividida por 3 zonas” e que nos voos intercontinentais de longo curso terá “uma divisão entre os voos pertencentes ao  Médio Curso de África”, que especifica serem Abidjan (ABJ), Gana (ACC), Dakar (DKR), Boavista (BVC), Sal (SID), Cidade da Praia (RAI), São Vicente (VXE), Guiné Bissau (OXB), Lomé (LFW) e São Tomé (TMS) e restantes voos intercontinentais”, ou seja, designadamente Angola, Moçambique, Brasil e Estados Unidos.

E a TAP especifica ainda que “numa situação em que 2 zonas diferentes estão envolvidas, o valor a cobrar será sempre o mais elevado”, exemplificando que “se um passageiro inicia viagem em CPH [Copenhaga], com chegada a VCE [Veneza], o valor da bagagem deverá ser visto na terceira linha, na zona 3 (2 zonas envolvidas)”, neste caso 30 euros se FBAG [do inglês para First Bag, ou seja primeira bagagem] e 55 para bagagem adicional em pré-compra, 45 em FBAG e 65 para bagagem adicional se comprada no check-in e 65 FBAG e 65 por bagagem adicional no check-in e 70 se à porta de embarque, quando se trate de apenas uma peça de até 23 quilogramas e com o máximo de 158 cm.

Outro exemplo dado pela TAP é de um passageiro que voe de Bruxelas para Roma via Lisboa, que terá que pagar os preços da Zona 2, enquanto um passageiros que voe de Madrid para o Porto paga pela Zona 1.

Uma tabela publicada na informação da TAP relativa aos preços para “1 PC até  23Kg e máximo de 158cm” indica que sendo primeira bagagem (FBAG) em pré-compra é 20 euros nas rotas de Portugal, Espanha e Marrocos, que são Zona 1, 25 euros nas rotas Benelux, Suíça, Alemanha, França, Reino Unido e Itália, que são Zona 2, 30 nas rotas de Áustria, República Checa, Dinamarca, Finlândia, Hungria, Noruega, Polónia, Roménia, Rússia e Suécia, que são Zona 3, 60 euros no médio curso África, incluindo Costa do Marfim, Cabo Verde, Gana, Guiné Bissau, Senegal, São Tomé e Togo, que são Zona 4, e 65 nas restantes rotas intercontinentais (Angola, Moçambique, Estados Unidos, Brasil e Venezuela), que são Zona 5.

Se se tratar de bagagem adicional em pré-compra, os valores sobem para 45 euros na Zona 1, 50 na 2, 55 na 3, 60 na 4 e 65 na 5.

Se a compra for no check-in, uma FBAG custa 35 euros na Zona 1, 40 na Zona 2, 45 na Zona 3, 70 na Zona 4 e 75 na Zona 5 e quando é bagagem adicional os preços são 55 euros na Zona 1, 60 na Zona 2, 65 na Zona 3, 70 na Zona 4 e 75 na Zona 5.

A situação mais onerosa é a compra à porta de embarque, em que a TAP tem dois preços, de 70 euros para as Zonas 1, 2 e 3 e 90 euros para as Zonas 4 e 5.

A informação da TAP às agências de viagens portuguesas, com data de ontem, dia 30, realça que a alteração do modelo e valores de bagagem de porão aplica-se “em qualquer viagem efectuada a partir de dia 2 de Novembro 2017 (inclusive), independentemente da data de emissão do bilhete”.

 

Clique para mais notícias: TAP

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Comentários
  • Noema maria da Silva

    boa noite preciso compra uma bagagem extra.como faço?

    28-03-2018 (22h32)


Escrever comentário

Outras Notícias

Exportações portuguesas de transporte aéreo de passageiros baixam 0,8% até Maio

18-07-2019 (16h58)

As vendas ao estrangeiro de transporte aéreo de passageiros baixaram 0,8% nos primeiros cinco meses deste ano, significando um recuo de 12,27 milhões de euros, para 1.515,59 milhões, de acordo com dados do Banco de Portugal recolhidos pelo PressTUR.

APAVT apresenta queixa contra a TAP por uso abusivo de dados de passageiros

18-07-2019 (10h40)

A APAVT formalizou junto da IATA, associação internacional de companhias de aviação, uma queixa contra a TAP por alegada utilização abusiva dos contactos dos passageiros que os agentes de viagens são obrigados a fornecer, noticiou hoje o jornal espanhol "Nexotur".

Aeroporto de Lisboa subiu em Maio ao Top5 de crescimento dos grandes aeroportos europeus

17-07-2019 (17h07)

A associação dos aeroportos europeus, que diz representar mais de 500 aeroportos em 45 países do continente, apontou o Aeroporto de Lisboa como o 4º grande aeroporto europeu com crescimento mais forte do número de passageiros em Maio.

Azores Airlines ainda tem 300 passageiros "por reacomodar" após avaria em dois aviões

17-07-2019 (13h20)

A Azores Airlines, do grupo SATA, anunciou hoje que “estão ainda por reacomodar cerca de 300 passageiros” devido “aos cancelamentos em cadeia” verificados desde Sábado, na sequência da avaria de duas aeronaves.

TAP e tripulantes debateram “medidas mitigadoras” para náuseas em A330neo

17-07-2019 (12h00)

A TAP e o Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) debateram “medidas mitigadoras” para tentar resolver os odores e as más disposições que têm ocorrido entre tripulações e passageiros nos aviões A330neo.

Noticias mais lidas