TAP já está ‘descansada’ com a situação no Brasil, Antonoaldo Neves

11-12-2018 (15h35)

O CEO da TAP evidenciou hoje estar tranquilo com a situação no Brasil, que é o maior mercado da companhia, no qual realiza um quarto das receitas, pois “as eleições já passaram e isso eliminou a incerteza”.

Antonoaldo Neves, que se dirigira à audiência da conferência “Sucesso Made in Portugal”, organizada pelo “Dinheiro Vivo”, avançou mesmo que considera haver uma “perspectiva positiva para o Brasil para o ano que vem”.

O executivo garantiu que a companhia que lidera está atenta à conjuntura internacional e realçou a aposta feita nas ligações com os Estados Unidos, de que o mais recente desenvolvimento foi o anúncio de voos para Chicago e Washington a partir do próximo mês de Junho, dizendo que se trata de “contrabalançar qualquer resfriado noutros mercados”.

Questionado sobre receios relativos à instabilidade política e económica internacional, Antonoaldo Neves garantiu que a TAP está atenta, uma vez que “79% dos bilhetes vendidos são fora de Portugal”.

“O nosso segundo maior mercado é Portugal, [com] aproximadamente 20% e continuamos com uma perspectiva positiva”, muito tendo em conta que o país é um destino turístico e tal “não desaparece do dia para a noite”.

“A nossa grande aposta é o Estados Unidos, independentemente dos desafios globais, a demanda [procura] para os Estados Unidos vai continuar”, argumentou Antonoaldo Neves, que salientou que o objectivo “é aumentar num mercado enorme, Estados Unidos, para contrabalançar qualquer resfriado noutros mercados”.

Outra das questões é o preço do petróleo, que representa cerca de 27% dos custos da TAP.

“Não está sob nosso controlo e o preço mudou muito nos últimos dois meses”, disse, aludindo à recente baixa do preço.

Quanto ao Brexit, Antonoaldo Neves considerou que no caso da TAP “não é tão impactante”, porque o Reino Unido representa cerca de 5% e a TAP consegue “absorver qualquer tipo de impacto”.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: TAP

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Air Europa ‘refreia’ capacidade para São Paulo no próximo Inverno

25-06-2019 (16h00)

A Air Europa, companhia de aviação do grupo espanhol Globalia, indicou que vai ter um Boeing B787-8 Dreamliner a voar entre Madrid e São Paulo Guarulhos no próximo Inverno IATA, entre 27 de Outubro e 29 de Fevereiro, quando anteriormente previa ter o modelo com mais capacidade, o B787-9.

TAP confirma "indisposições pontuais" em aviões A330neo, mas afasta risco para saúde

25-06-2019 (11h38)

A TAP confirmou hoje “casos pontuais de tripulantes com ligeiras indisposições” em alguns voos nos seus novos Airbus A330neo, eventualmente associados a “alguns odores do equipamento de ar condicionado”, garantindo ser uma situação “normal em aeronaves novas”.

Wizz Air vai continuar com o Airbus A321neo entre Budapeste e Lisboa no próximo Inverno

24-06-2019 (12h15)

A Wizz Air, que se apresenta como a maior companhia low cost da Europa Central e do Leste, indicou que no Inverno IATA 2019/20, que começa em finais de Outubro, vai manter os voos entre Budapeste e Lisboa em Airbus A321neo.

Level do IAG vai voar de Amesterdão para Lisboa em concorrência com TAP, KLM, Transavia, easyJet e Vueling

24-06-2019 (11h41)

A Level, companhia criada pelo IAG alegadamente para concorrer no mercado de baixas tarifas e que começou por se centrar em voos de Longo curso à partida de Barcelona, já está a voar entre Lisboa e Amesterdão em Airbus A321 da Anisec.

Qatar Airways começou hoje a voar entre Doha e Lisboa

24-06-2019 (11h00)

A Qatar Airways, uma das grandes companhias do Golfo membro da aliança Oneworld, accionista do IAG, grupo da British Airways e Iberia, e da LATAM, grupo da LAN e da TAM, eleita “melhor companhia de aviação do mundo nos prémios Skytrax 2019, já fez hoje o primeiro voo de Doha para Lisboa e tem neste momento um dos seus Boeing B787-8 Dreamliner a voar da capital portuguesa para a cidade do Emirado.

Ultimas Noticias

Noticias mais lidas