TAP cresce menos que o mercado Espanha - Portugal e em Madrid até tem quebra

22-05-2019 (16h54)

A TAP, que no primeiro quadrimestre de 2018 foi a companhia de aviação de 42,2% dos passageiros que voaram entre Espanha e Portugal nesse período, este ano baixou para 37,5%, reflectindo a cessação de três rotas e uma quebra de 1,7% no Aeroporto de Madrid.

Dados da AENA, gestora dos aeroportos espanhóis, indicam que enquanto o tráfego total entre Espanha e Portugal cresceu 14% no primeiro quadrimestre, significando um aumento de 194,2 mil passageiros, para 1,579 milhões, a TAP teve +1,2% ou mais 6,8 mil, tendo transportado um total de 591,8 mil.

E mesmo descontando o tráfego transportado pela TAP de/para A Coruña, Vigo e Astúrias (24,2 mil passageiros no primeiro quadrimestre de 2018), rotas que entretanto abandonou, a TAP perde três pontos de quota de mercado, baixando para 37,5% do total de passageiros que voaram entre Espanha e Portugal no período.

Esta comparação realça o impacto da evolução em Madrid, aeroporto onde a Iberia é a companhia número 1, cujos voos de/para Portugal tiveram um aumento de passageiros em 10,9% ou 78,3 mil, para 798,28 mil, mas com a TAP a registar uma queda em 1,7% ou 3,5 mil.

Assim, as restantes companhias que operam voos de/para Portugal no Aeroporto de Madrid tiveram um aumento de passageiros em 16% ou 81,8 mil, atingindo um total de 594,6 mil, que significam uma quota de mercado de 74,5%.

Em Barcelona, segundo maior aeroporto espanhol e que voltou a ser o aeroporto número 1 da TAP em Espanha, depois que a companhia portuguesa voltou a fazer voos de/para o Porto, a TAP tem um aumento de passageiros em 12,1% ou 22,4 mil, mas o crescimento do tráfego total em voos de/para Portugal foi de 18,4% ou 77,3 mil.

Assim, a companhias que concorrem com a TAP nas ligações entre Portugal e o Aeroporto de Barcelona tiveram um aumento de passageiros no quadrimestre em 23,3% ou 54,8 mil, totalizando 290,2 mil, o que equivale a 58,3% do total dessas ligações.

Nas restantes ligações com aeroportos espanhóis, a TAP apenas na rota de Bilbau teve quebra de passageiros em 4,1% ou cerca de 980, embora o tráfego total entre esse aeroporto e Portugal tenha registado um aumento em 36% ou 9,7 mil, somando um total de 36,9 mil.

Os dados consultados pelo PressTUR indicam que a TAP teve aumentos de passageiros a dois dígitos em três das restantes ‘rotas espanholas’, com +17,5% em Valência, +11,1% em Gran Canária e +14,2% em Alicante.

Aumentos mais moderados ocorreram em Sevilha, com um aumento em 5,5%, e Málaga, com +1,1%.

Valência manteve-se o terceiro aeroporto espanhol para a TAP em número de passageiros, com 43,7 mil, seguido por Sevilha, com 42,2 mil, Málaga, com 32 mil, Gran Canária, com 25,3 mil, Bilbau, com 23 mil, e Alicante, com 24 mil.

Depois de Barcelona (mais 22,4 mil passageiros que no primeiro quadrimestre de 2018) os maiores contributos para o crescimento da TAP entre Janeiro e Abril ocorreram em Valência, com mais 6,5 mil passageiros que há um ano, Gran Canária, com mais 2,5 mil, Sevilha, com mais 2,2 mil, Alicante, com mais 1,7 mil, e Málaga, com mais 345.

 

Para ler mais clique:

Movimento de passageiros em voos entre Portugal e Espanha cresce 14% no primeiro quadrimestre

Voos entre Espanha e o Brasil crescem 11,7% impulsionados pelos voos LATAM de Barcelona

 

Clique para mais notícias: Aeroportos espanhóis

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Portugal


 

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

TAP quadruplica oferta de obrigações para até 200 milhões de euros

14-06-2019 (19h03)

A TAP decidiu multiplicar por quatro o número e valor de obrigações a emitir, no âmbito do empréstimo obrigacionista em curso, passando de 50 milhões de euros para até 200 milhões de euros, foi hoje comunicado ao mercado.

TAP recebe mais três Airbus A330neo e já conta com dez

14-06-2019 (16h58)

A TAP anunciou hoje ter recebido mais três aviões Airbus A330neo e que, assim, já com dez unidades deste avião que diz contribuir “com mais de 24 milhões de euros para a economia portuguesa” e “mais de 600 postos de trabalho para o País”.

Air France altera modelos de aviões que vai usar nos voos de/para Luanda

14-06-2019 (15h14)

A companhia de aviação francesa Air France, que tem voos de Paris para Lisboa e para o Porto, vai passar a voar do seu hub em Paris Charles de Gaulle e Luanda em Airbus A340-300, Boeing B777-200ER e Boeing B787-9, uma vez por semana cada um deles.

Turkish Airlines programa aumentar capacidade para o Vietname no Verão de 2020

14-06-2019 (14h55)

A companhia de aviação turca Turkish Airlines, que tem voos de Lisboa e do Porto para Istambul, tem programado um aumento de capacidade entre o seu hub e os aeroportos vietnamitas de Hanói e Ho Chi Minh City.

Noticias mais lidas