TAP começa hoje a concorrer com a euroAtlantic nos voos entre Lisboa e Bissau

01-12-2016 (23h25)

Foto: TAP
Foto: TAP

A TAP recomeçou às 21h45 de hoje a rota Lisboa - Bissau que interrompeu em finais de 2013 mas que entretanto passou a contar com voos da euroAtlantic, de Tomaz Metello e do Grupo Pestana, que voa entre as capitais portuguesa e da Guiné desde 14 de Novembro de 2014, tendo somado 21.238 passageiros nos primeiros dez meses deste ano.

A retoma pela TAP da linha de Bissau foi comunicada pela companhia às agências de viagens portuguesas em meados de Agosto numa informação em que era avançado que estavam previstos dois voos nocturnos por semana, às quintas-feiras e Sábados.

O voo de hoje, em Airbus A320, partiu de Lisboa às 22h34, segundo a informação do site da ANA, que indica assim um atraso de aproximadamente 45 minutos em relação ao horário anunciado.

A informação em Agosto às agências de viagens portuguesas especificava que as partidas de Lisboa são às 21h50, com chegada prevista a Bissau na madrugada do dia seguinte, às 2h00. No sentido inverso, os voos saem de Bissau às 2h50 e a chegada a Lisboa está prevista para as 6h40.

A mesma informação indicava também que as tarifas já estavam disponíveis nos GDS, referindo que os preços ida e volta começavam em 411 euros (para ler mais clique: TAP retoma voos para Bissau a 1 de Dezembro com preços ida e volta a partir de 411 euros).

A TAP suspendeu os voos de/para Bissau a partir de 10 de Dezembro de 2013, "na sequência do embarque forçado no aeroporto de Bissau de 74 passageiros com documentação falsa".

A companhia ainda contratou voos à Senegal Airlines para transporte de passageiros entre Lisboa e Dakar, "tendo em conta o período do ano desta ocorrência", mas no fim de Dezembro cessou esse contrato e a TAP parou essas ligações, anunciando que "a realização, no futuro, de voos da TAP entre Lisboa e Bissau será reavaliada quando existirem garantias que permitam a realização de voos em condições normais de segurança".

Porém, quem surgiu a operar voos entre Lisboa e Bissau foi a euroAtlantic de Tomaz Metello e do Grupo Pestana, a partir de 14 de Novembro de 2014, segundo indicou então, no âmbito de um "celebrado entre o Governo da Guiné-Bissau, através da Secretária de Estado dos Transportes e a companhia portuguesa".

Dados do Aeroporto de Lisboa a que o PressTUR teve acesso mostram que em Novembro de 2014, com meio mês de operação, 536 passageiros voaram de/para a Guiné Bissau e no mês seguinte esse número subiu para 1.068.

O ano de 2014 terminou com 1.605 passageiros em voos de/para Bissau, muito longe dos 26.231 que tinham utilizado esses voos em 2013.

No ano de 2015, porém, o número de passageiros em voos entre Lisboa e Bissau já não ficou longe de 2013, ao atingir os 22.585, e este ano a tendência era no sentido de serem ultrapassados os números de 2013, uma vez que no final de Outubro já se registavam 21.238 passageiros, com um aumento em 15,8% relativamente ao período homólogo de 2015.

 

Clique para mais notícias: TAP

Clique para mais notícias: euroAtlantic

Clique para mais notícias: Bissau

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

CEO da TAP defende direito a sonhar com liderar tráfego entre a Europa e a América do Norte

20-06-2018 (17h57)

Embora tenha pela frente concorrentes como a British Airways, que ainda em 4 de Maio começou a voar de Londres-Heathrow para Nashville, sua 26ª cidade nos Estados Unidos, o CEO da TAP reivindicou hoje no Porto o direito a da companhia a “sonhar grande em relação a ser a principal companhia aérea que liga a Europa à América do Norte”.

CEO da TAP garante aposta no Porto e ironiza: “a concorrência que se cuide”

20-06-2018 (17h51)

O Aeroporto Francisco Sá Carneiro "é historicamente um dos alicerces da TAP", que tem um "compromisso total e absoluto" com o Porto, garantiu hoje o CEO da companhia, Antonoaldo Neves, que rematou com um: "Queremos ter uma posição dominante no Porto, e a concorrência que se cuide".

Antonoaldo Neves reconhece pontualidade como “problema gravíssimo” da TAP

20-06-2018 (17h48)

"Temos um problema gravíssimo de pontualidade na ponte aérea e na TAP em geral", reconheceu hoje o CEO da companhia, Antonoaldo Neves, na sessão de balanço da operação da companhia aérea no Porto admitiu, que assegurou tratar-se de um "desafio" a superar nos próximos tempos.

Exportações portuguesas de transporte aéreo de passageiros voltam a crescer acima de 20% em Abril

20-06-2018 (16h28)

As empresas portuguesas de transporte aéreo de passageiros, as maiores das quais a TAP, a Azores Airlines, a euroAtlantic e a Hi Fly, aumentaram em Abril as vendas ao estrangeiro em 23,2%, alcançando assim um aumento médio em 15,3% no quadrimestre.

CEO da TAP diz que auditoria do TdC é "assunto de accionista" mas afirma-se "confiante" no futuro

20-06-2018 (14h56)

Antonoaldo Neves, CEO da TAP, escusou-se hoje a comentar a auditoria do Tribunal de Contas (TdC) que aponta uma acrescida "exposição" do Estado português a "contingências adversas" da companhia, mas dizendo estar "confiante" num bom desempenho financeiro da empresa.