TACV deixam de voar Lisboa – Boavista Charters Solférias e Soltrópico com Empty Leg

05-02-2015 (00h15)

Os TACV vão deixar de operar no dia 30 de Maio os voos que faziam aos Sábados entre Lisboa e a ilha cabo-verdiana da Boavista, revelou ao PressTUR o delegado da companhia aérea em Portugal, Mário Almeida, indicando que esta rota passa a ser operada ao Domingo por outra companhia em ‘full charter’.



O Lisboa-Boavista “a partir do dia 31 de Maio deixa de operar aos Sábados e passa a ser operado aos Domingos não com os TACV mas com outra companhia em regime de full charter”, disse Mário Almeida.
Essa operação será partilhada pelos operadores turísticos Solférias e Soltrópico com uma companhia aérea contratada através do broker Empty Leg, de acordo com as fontes do PressTUR.
Os voos dos TACV entre Lisboa e Sal, por sua vez, mantêm-se uma vez por semana, aos Sábados, assim como as ligações entre a capital portuguesa e São Vicente, duas vezes por semana, e Praia, seis vezes por semana.
O reforço que habitualmente é colocado no Verão com mais um voo entre Lisboa e a Boavista também não vai existir com os TACV, que também não vai fazer os voos charter do Porto para Cabo Verde.
Fontes do PressTUR confirmaram que os charters do Porto para Cabo Verde estão praticamente confirmados, estando a ser contratados com o broker Empty Leg para partidas aos Sábados do Porto para o Sal e para a Boavista, de 6 de Junho a 19 de Setembro ( Charters de Verão para Cabo Verde e Porto Santo começam mais cedo este ano).  
Mário Almeida disse ainda ao PressTUR que a cessação dos voos para a Boavista foi decidida porque obrigava o seu avião e tripulações a passar a noite em Lisboa e “a fazer posicionamentos semanais para o Porto”.
“Mas os operadores continuam com todos os apoios dos TACV, eles continuam ligados a nós, têm os allotments para a Praia, o Sal, São Vicente e Fortaleza. Ou seja, continua igual, excepto estes voos [da Boavista] voltam a ser charters de novo agora. Pelo menos este ano vai ser assim”, acrescentou.
Além dos charters, Lisboa tem voos directos para a Boavista pela TAP, que também voa para a Praia, Sal e São Vicente.
Dados do Aeroporto de Lisboa a que o PressTUR teve acesso indicam que no ano de 2014 os TACV fizeram 790 voos de e para a capital portuguesa com um total de 95.289 passageiros, +11% que em 2013.
O tráfego total entre Lisboa e os aeroportos de Cabo Verde, por sua vez, cresceu 8,9% e elevou-se a 275.889 passageiros.
No Aeroporto do Porto, os TACV somaram 10.712 passageiros até ao fim de Setembro, último mês da operação sazonal da Invicta para Cabo Verde, com um aumento em 0,3%.
No conjunto dos dois principais aeroportos portugueses, os TACV somaram 106 mil passageiros, com um aumento em 9,8% ou cerca de 9,5 mil.

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Ryanair alega queda mais forte das tarifas para emitir profit warning

18-01-2019 (16h12)

A low cost Ryanair baixou em cerca de cem milhões de euros o intervalo da previsão de lucros do exercício 2017/2018, que termina em Março, apontando como causa uma queda dos preços dos voos mais forte do que antecipara.

TAP confirma A321neo LR na rota Porto – Newark

18-01-2019 (11h56)

A TAP confirmou que a partir de 1 de Junho vai voar entre Porto e Nova Iorque Newark seis vezes por semana com um avião Airbus A321neo Long Range, como o PressTUR noticiou esta terça-feira, dia 15.

Norwegian vai encerrar bases em Espanha, Itália e EUA

18-01-2019 (11h30)

A companhia de aviação Norwegian Air Shuttle anunciou que vai encerrar a partir de Abril várias bases em Espanha, Itália e Estados Unidos, para melhorar o seu desempenho financeiro.

Aeroportos portugueses já ficaram em Novembro abaixo do crescimento médio na União Europeia

17-01-2019 (17h49)

O estancamento do Aeroporto de Lisboa arrastou o país dos tops de crescimento da aviação comercial na União Europeia para níveis inferiores à média, de acordo com o ACI Europa, que até mostrou Faro no Top5 de crescimento em Novembro dos aeroportos com cinco milhões a dez milhões de passageiros por ano.

“A festa poderá estar a acabar em breve”, avisa director-geral do ACI Europa

17-01-2019 (17h47)

O director-geral do ACI Europe, Olivier Jankovec, citado em comunicado da organização, comentou que os dados de Novembro mostram que o transporte aéreo de passageiros “continuam a desafiar um ambiente geopolítico e económico crescentemente desafiador”, mas que “a festa poderá estar a acabar em breve”.