Sem Lisboa e Porto, crescimento dos aeroportos ANA/Vinci ficou em 0,02% em 2018

09-01-2019 (15h30)

Foto: ANA
Foto: ANA

Crescimento dos aeroportos portugueses geridos pela ANA/Vinci resumiu-se praticamente ao Humberto Delgado, em Lisboa, e ao Francisco Sá Carneiro, no Porto, que tiveram um aumento de 3,52 milhões de passageiros em 2018, enquanto nos outros oito o aumento ficou em apenas três mil, ou seja, foi mais de 1.170 vezes menor.

A debilidade da evolução dos outros oito aeroportos, Faro no Continente, Ponta Delgada, Horta, Santa Maria e Flores nos Açores e Funchal e Porto Santo na Madeira, deve-se em primeiro lugar aos aeroportos que tiveram balanços ‘no vermelho’.

Foram os casos de Faro, que teve menos 41,5 mil passageiros que em 2017, Funchal, que teve menos 21,2 mil, e Porto Santo, que teve menos 10,7 mil.

Mas, também, à excepção de Beja, que, no entanto, representou apenas 0,01% dos passageiros em aeroportos da ANA/Vinci em 2018, todos os outros cresceram menos que a média do grupo.

Ponta Delgada, o maior aeroporto dos Açores, terminou 2018 com +3% de passageiros que em 2017, Horta, 2º maior, teve +3,6%, Santa Maria, 3º maior, teve +4,8%, e Flores, 4º maior, teve +7,8%, enquanto o aumento médio de passageiros em aeroportos portugueses geridos pela ANA/Vinci foi de 8,9%.

Os dados a que o PressTUR teve acesso indicam que Faro teve um total de 8,685 milhões de passageiros em 2018, o Funchal teve 3,181 milhões e Ponta Delgada teve 1,904 milhões.

Os restantes tiveram todos totais de passageiros muito inferiores, com 247 mil na Horta, 97,6 mil em Santa Maria, 164,6 mil em Porto Santo, 69 mil nas Flores e 5,1 mil em Beja.

Faro teve no ano passado 15,7% dos passageiros embarcados e desembarcados em aeroportos geridos pela ANA Vinci, depois de 16,9% em 2017, o Funchal teve 5,8%, depois de 6,2% um ano antes, e Ponta Delgada teve 3,4%, abaixo dos 3,6% de 2017.

Os outros aeroportos tiveram menos de 1% do total de passageiros do grupo, com 0,4% na Horta, 0,3% em Porto Santo, 0,2% em Santa Maria, 0,12% nas Flores e 0,01% em Beja.

Idêntico perfil verifica-se no que diz respeito a movimentos de aviões, com Lisboa e Porto a terem um aumento em 7,5% ou 21,2 mil, somando 305,7 mil, enquanto nos restantes oito aeroportos ocorreu uma quebra em 1,6% ou cerca de 900, para 55,4 mil.

Esta quebra deve-se em primeiro lugar aos decréscimos em 0,2% em Faro, para 57,3 mil, em 3,9% no Funchal, para 24,1 mil, em 0,6% na Horta, para 4,5 mil, e em 16,6% em Porto Santo, para 2,8 mil.

Os aumentos nos restantes foram em 1,9% em Ponta Delgada, para 19,4 mil, em 4,4% em Santa Maria, para 2,7 mil, em 7,7% nas Flores, para 1,6 mil, e em 171,4% em Beja, para 114.

 

Para ler mais clique:

Aeroporto de Lisboa cresceu 8,9% em 2018 e somou 29,031 milhões de passageiros

Aeroporto do Porto ficou ‘em cima’ dos 12 milhões de passageiros em 2018

 

Clique para mais notícias: Aeroportos portugueses

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Privatização parcial da TAAG avança ainda este ano, diz ministro dos Transportes angolano

20-03-2019 (17h07)

O ministro dos Transportes angolano, Ricardo de Abreu, disse hoje à agência Lusa que a privatização parcial da companhia de aviação angolana TAAG deverá avançar ainda este ano.

TAP fez o primeiro voo comercial de um A330neo nos EUA

20-03-2019 (11h05)

A TAP realizou esta terça-feira o primeiro voo comercial de um Airbus A330-900 Neo nos Estados Unidos, ao aterrar uma aeronave deste modelo em Miami, num voo procedente de Lisboa com 193 passageiros a bordo.

EUA fazem auditoria ao processo de certificação do Boeing 737 MAX 8

20-03-2019 (10h30)

O Departamento dos Transportes do Governo dos EUA confirmou ter lançado uma auditoria à certificação do Boeing 737 MAX 8, modelo dos dois aviões que caíram recentemente na Indonésia e na Etiópia.

Travelport e Japan Airlines juntam-se para criar um GDS líder no Japão

19-03-2019 (18h25)

A Travelport e a Japan Airlines assinaram um acordo para lançar uma joint venture que visa desenvolver um GDS líder no Japão, através da integração das plataformas Travelport Japan e a Axess International Network.

British Airways renova produtos e serviços da Primeira Classe

18-03-2019 (14h08)

A companhia de aviação British Airways, que celebra este ano o seu centenário, anunciou que vai começar a implementar a partir de 31 de Março novos produtos e serviços na Primeira Classe, incluindo novas roupas de cama, amenities e menus.