Scott Kirby substitui Oscar Muñoz como CEO da United

09-12-2019 (12h59)

Scott Kirby e Oscar Muñoz (Fotos: United Airlines)
Scott Kirby e Oscar Muñoz (Fotos: United Airlines)

A companhia de aviação norte-americana United Airlines anunciou que o seu CEO, Oscar Muñoz, vai passar a ser chairman executivo do Conselho de Administração, enquanto Scott Kirby, presidente, foi nomeado CEO.

A estas alterações, que entrarão em vigor após a reunião anual de accionistas, agendada para 20 de Maio, acresce a nomeação de Ted Philip para director independente líder do Conselho de Administração.

“Com a United numa posição mais forte do que nunca, agora é o momento certo para começar o processo de passar o testemunho para um novo líder”, disse Oscar Muñoz, citado num comunicado, onde sublinha estar “confiante de que não há ninguém no mundo melhor preparado [do que Scott Kirby] para levar a United a alturas ainda maiores”.

Oscar Muñoz vai desempenhar o cargo de chairman executivo do Conselho de Administração da United durante um ano.

Assim, a actual chairman, Jane Garvey, irá aposentar-se do Conselho de Administração da United em Maio de 2020, depois de mais de uma década na empresa.

Jane Garvey, citada na mesma nota, afirmou que Oscar Muñoz foi nomeado CEO num dos momentos “mais desafiantes da história da United, e o seu foco em colocar os clientes e os funcionários em primeiro lugar transformou a cultura da United de hoje e posicionou a empresa com sucesso para o amanhã”.

“Temos plena confiança de que Scott é o candidato ideal para liderar o United no futuro brilhante que temos pela frente”, acrescentou Jane Garvey.

Citado na mesma nota de imprensa, Scott Kirby, que foi contratado por Muñoz em Agosto de 2016, após uma carreira de três décadas no negócio de companhias aéreas comerciais, declarou-se “ansioso por trabalhar com Oscar, o Conselho de Administração, a nossa equipa de liderança estabelecida e todos os funcionários da United, enquanto avançamos na nossa estratégia comprovada e nos concentramos em ser a companhia aérea que os clientes escolhem para voar e retornar várias vezes”.

Já Ted Philip integrou o Conselho de Administração da United em Julho de 2016 e preside actualmente o Comité de Nomeação / Governança, além de actuar também no Conselho de Administração da Hasbro, Inc. e BRP Inc.

“Eu não poderia estar mais empolgado com a oportunidade que temos na United nos próximos anos para cumprir o incrível potencial desta companhia aérea”, afirmou Ted Philip, que a partir de Maio será director independente líder do Conselho de Administração da companhia.

 

Clique para ver mais: United Airlines

Clique para ver mais: Aviação

Clique para ver mais: Quem é Quem

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Lay-off na TAP abrange 90% dos trabalhadores

31-03-2020 (19h36)

A TAP vai avançar esta quinta-feira, dia 2, com um processo de lay-off para 90% dos trabalhadores e com a redução do período normal de trabalho em 20% para os restantes colaboradores, informou hoje a companhia aérea numa mensagem aos funcionários.

Dubai vai injectar capital na Emirates

31-03-2020 (15h10)

O Dubai vai injectar capital na companhia aérea Emirates para a ajudar a atravessar a crise causada pela pandemia de covid-19, que obrigou a transportadora a suspender os voos de passageiros.

Eurowings vai manter dois voos por semana Dusseldorf – Lisboa

31-03-2020 (15h04)

A Eurowings, companhia de aviação do grupo Lufthansa inicialmente apontada como vocacionada para voos low cost de longo curso, vai manter dois voos por semana de Dusseldorf para Lisboa.

Lufthansa programa voo diário para Lisboa pelo menos até 19 de Abril

31-03-2020 (15h01)

A companhia de aviação alemã Lufthansa prevê manter voo diário de Frankfurt para Lisboa pelo menos até 19 de Abril, tendo 1.260 lugares em cada sentido, apesar da forte redução em consequência do impacto da pandemia de coronavírus.

TAP só vai voar em Embraer E190 até 4 de Maio

31-03-2020 (14h55)

A operação reduzida que a TAP tem programada até 4 de Maio vai ser toda realizada em Embraer E190 de 106 lugares, o que significa que terá um total de 1.060 lugares por semana em voos de/para Lisboa.

Noticias mais lidas