SATA Internacional e TAP são das seis piores em pontualidade em Abril, Ranking da OAG

08-05-2018 (15h48)

A Azores Airlines (antiga SATA Internacional) e a TAP cotaram-se em Abril entre as piores companhias em pontualidade no ranking publicado pela OAG, respectivamente em 151ª e em 148ª entre 153 companhias de aviação de todo o mundo.

A Azores Airlines foi a terceira pior classificada, melhor apenas que a canadiana Air Inuit e que a argelina Tassil Airlines, com 47% de chegadas até 15 minutos da hora anunciada.

A TAP, por sua vez, ficou em 148ª com 53,8% de chegadas até 15 minutos da hora anunciada, melhor apenas que a Air Inuit, a Tassil Airlines, a Azores Airlines, a Regional Jet e a ViaAir.

Em Abril de 2017, a TAP esteve 81.º posto, entre 137 companhias, com 74,9% de chegadas sem atrasos e 9.682 voos (para ler mais clique: TAP melhora ligeiramente no ranking de pontualidade da OAG).

A melhor companhia portuguesa no ranking da OAG foi de novo este Abril a SATA Air Açores em 128ª, com 66,7% chegadas à hora, mas 3,1% de cancelamentos, à frente da Air France, com 67%.

O ‘ranking' de pontualidade em Abril deste ano foi liderado pela T'way Air, da Coreia do Sul, com 99,5% de chegadas à hora de um total de 3.419 voos.

Entre as grandes companhias, a Copa (9.921 voos) foi a que teve o melhor registo com 90,9% dos voos á hora.

Também com registos acima dos 90% estiveram a grega Aegean Airlines, com 90,1%, a Binter Canárias, com 90%, ambas a operarem de/para Portugal, seguindo-se a LATAM Brasil (antiga TAM), que tem anunciado começar a voar este ano de São Paulo para Lisboa, com 89,8%.

A OAG inclui ainda no seu ranking a Aero VIP, com 556 voos regionais, e que teve 87,6% de chegadas sem atrasos e 1,9% de cancelamentos, enquanto a Orbest, do grupo Barceló, operou com sucesso todos os 20 voos no quarto mês de 2018 e registou 80% de chegadas sem atrasos.

O ranking que a OAG publica por número de voos no mês liderado em Abril pelas quatro maiores companhias dos Estados Unidos, a American Airlines, com 187.844 voos, a Delta Airlines, com 159.520, a United Airlines, com 141.753, e a Southwest, com 117.478, seguida pela Ryanair, com 68.160, a TAP está no lugar 59, com 11.263 voos.

A companhia açoriana SATA Air Açores está em 222ª, com 1.235, a Azores Airlines está em 268ª, com 625, e a Aero Vip é 275ª, com 556, e a Orbest é 375ª, com 20.

Em regularidade (percentagem de voos cancelados relativamente aos calendarizados), a OAG indica que a pior portuguesa em Abril foi SATA Air Açores, com 3,1% em 1.235 voos, seguida pela TAP, com 1,9% em 11.263 voos, Aero VIP, com 1,9% em 556 voos, Azores Airlines, com 1% em 625 voos.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Para ler mais clique:

TAP e SATA's ficaram entre as piores do mundo em pontualidade no mês de Março, OAG

 

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Ryanair alega queda mais forte das tarifas para emitir profit warning

18-01-2019 (16h12)

A low cost Ryanair baixou em cerca de cem milhões de euros o intervalo da previsão de lucros do exercício 2017/2018, que termina em Março, apontando como causa uma queda dos preços dos voos mais forte do que antecipara.

TAP confirma A321neo LR na rota Porto – Newark

18-01-2019 (11h56)

A TAP confirmou que a partir de 1 de Junho vai voar entre Porto e Nova Iorque Newark seis vezes por semana com um avião Airbus A321neo Long Range, como o PressTUR noticiou esta terça-feira, dia 15.

Norwegian vai encerrar bases em Espanha, Itália e EUA

18-01-2019 (11h30)

A companhia de aviação Norwegian Air Shuttle anunciou que vai encerrar a partir de Abril várias bases em Espanha, Itália e Estados Unidos, para melhorar o seu desempenho financeiro.

Aeroportos portugueses já ficaram em Novembro abaixo do crescimento médio na União Europeia

17-01-2019 (17h49)

O estancamento do Aeroporto de Lisboa arrastou o país dos tops de crescimento da aviação comercial na União Europeia para níveis inferiores à média, de acordo com o ACI Europa, que até mostrou Faro no Top5 de crescimento em Novembro dos aeroportos com cinco milhões a dez milhões de passageiros por ano.

“A festa poderá estar a acabar em breve”, avisa director-geral do ACI Europa

17-01-2019 (17h47)

O director-geral do ACI Europe, Olivier Jankovec, citado em comunicado da organização, comentou que os dados de Novembro mostram que o transporte aéreo de passageiros “continuam a desafiar um ambiente geopolítico e económico crescentemente desafiador”, mas que “a festa poderá estar a acabar em breve”.