Ryanair perde COO com a crise da ‘salganhada’ das escalas de pilotos

08-10-2017 (21h46)

O primeiro responsável de Operação da Ryanair (COO, do inglês Chief Operations Officer), Michael Hickey, é, para a imprensa britânica o primeiro executivo da low cost ‘a cair’ pela ‘salganhada’ na gestão de pilotos que a levou a ter que cancelar milhares de voos e centenas de milhares de reservas.

A imprensa britânica diz que Michael Hickey sairá no fim do mês e que o CEO Michael O’Leary lamentou a sua saída, dizendo que será uma dura tarefa encontrar um substituto.

Hickey entrou para a Ryanair em 1988 e em 2000 foi promovido a director de Engenharia, a que se seguiu, há três anos, a promoção a COO.

A imprensa realça que ele era responsável pelas escalas de pilotos quando começaram os problemas, mas essa responsabilidade foi-lhe retirada e entregue ao Chief People Officer, Edward Wilson, a 27 de Setembro, quando a Ryanair anunciou a segunda vaga de cancelamentos.

Uma declaração de O’Leary citada na imprensa britânica diz que Michael Hickey deu um “enorme contributo” para a Ryanair nos últimos 30 anos”especialmente para a qualidade e segurança da nossa engenharia e funções de operações”.

As notícias da imprensa internacional realçam que os problemas não se circunscrevem às escalas, salientando que O’Leary já teve que escrever aos pilotos a ‘retratar-se’ de comentários negativos que tinha feito sobre eles, a apelar-lhes para não trocarem a companhia pela concorrência e prometendo-lhes aumentos salariais.

A Ryanair tem-se empenhando no entanto em afirmar a sua capacidade de recrutamento de pilotos, tendo indicado que nas últimas 12 semanas contratou 210 novos pilotos e que desde o início do ano entraram para a companhia 822.

 

Clique para mais notícias: Ryanair

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Travelport torna-se o primeiro GDS a gerir uma reserva de voos com NDC (Actualiza)

23-10-2018 (15h07)

A Travelport, líder em Portugal no fornecimento de conteúdos e processamento de reservas de agências de viagens, anunciou que a primeira reserva de voos baseada em New Distribution Capability (NDC) da IATA foi feita em Travelport Smartpoint, a sua aplicação de ponto de venda para agências de viagens.

Travelport torna-se o primeiro GDS a gerir uma reserva de voos com NDC

23-10-2018 (10h10)

A Travelport anunciou que a primeira reserva de voos baseada em New Distribution Capability (NDC) foi feita através do Travelport Smartpoint pela agência de viagens britânica Meon Valley Travel, na sexta-feira, dia 19 de Outubro, para um voo low cost de Londres para Milão.

TAP reforça liderança em voos Portugal - Espanha até Setembro, embora com perda de quota no Verão

22-10-2018 (18h02)

A TAP foi a companhia de aviação em que viajaram 39,7% dos passageiros que voaram entre Espanha e Portugal nos primeiros nove meses deste ano, a ganhar assim 0,2 pontos em relação ao período homólogo de 2017, embora no Verão (Junho a Setembro) tenha ficado em 37,6%, a baixar 0,6 pontos.

Voos entre Espanha e Portugal crescem 14,1% até Setembro e atingem 3,7 milhões passageiros

22-10-2018 (17h30)

Os aeroportos espanhóis contabilizaram 3,7 milhões de passageiros em voos de/para Portugal nos primeiros nove meses deste ano, com um aumento em 14,1% ou quase 459 mil, de acordo com os dados da empresa gestora, a AENA, consultados pelo PressTUR.

Tráfego aéreo Espanha-Brasil volta a crescer, e a dois dígitos

22-10-2018 (17h02)

Depois de em 2017 ter caído 8%, o número de passageiros a voarem entre Espanha e o Brasil está a subir este ano a 10,8% e com o aumento nos meses de Verão na Europa (Junho a Setembro) a atingir 19,2%, de acordo com dados da gestora dos aeroportos espanhóis, AENA, recolhidos pelo PressTUR.