Ryanair lista TAP como companhia à venda

03-02-2020 (21h15)

Foto: Ryanair
Foto: Ryanair

A Ryanair, que é useira e vezeira em prognosticar ‘desgraças’ para a concorrência e que já chegou a pôr a TAP na lista das companhias sem futuro, na informação divulgada hoje aponta-a no grupo das companhias “For sale”.

Trata-se da avaliação da Ryanair ao processo de ‘consolidação’ na aviação, via falências, que aponta ser o ‘destino’ da italiana Ernst Airlines, da grega Astra, e da esolvena Adria.

Para a TAP, a Ryanair augura que o destino é ser vendida, tal como a Croatia Air e como já ‘aconteceu’ com a Air Europa, que de facto tem uma proposta de compra pelo IAG da British Airways e Iberia, e com a Condor, que era do grupo Thomas Cook.

A avaliação do processo de consolidação da aviação europeia assinala ainda ajudas de Estado à Alitalia, à Flybe e à Tarom, cortes em Viena (onde está em expansão a sua subsidiária Lauda) da Eurowings, da Level e da easyJet e ainda cortes de frota da Blue Air, que reduz de 22 para 14.

Para ler mais clique:

Ryanair revela subida da sua tarifa nédia em 9% no último trimestre de 2019

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

LATAM reduz operação em Abril em 95%

02-04-2020 (17h06)

O Latam, grupo que engloba a chilena LAN e a brasileira TAM, que é uma das companhias brasileiras com voos para Lisboa, informou hoje que em Abril reduz a operação em 95%, tendo em conta as restrições às viagens e a quebra da procura devido à pandemia de covid-19.

Aviação mundial foi “atingida por uma marreta chamada Covid-19”, IATA

02-04-2020 (16h41)

A IATA informou hoje que em Fevereiro a aviação mundial teve a maior quebra de tráfego desde os atentados às torres gémeas de Nova Iorque em 11 de Setembro de 201, provocada essencialmente por quebras das companhias da região Ásia e Pacífico.

Responsabilidades das companhias de aviação com bilhetes não voados ascendem a 35 mil milhões de dólares, IATA

02-04-2020 (16h06)

As responsabilidades das companhias de aviação com bilhetes de avião vendidos e não voados devido às restrições provocadas pela pandemia de covid-19 elevam-se a 35 mil milhões de dólares.

Emirates retoma “um número limitado” de voos a partir de segunda-feira

02-04-2020 (13h58)

A companhia aérea Emirates anunciou que recebeu autorização para retomar “um número limitado de voos” a partir de segunda-feira, dia 6 de Abril.

Lufthansa coloca mais de 3/4 do staff em horário reduzido

02-04-2020 (13h30)

O grupo Lufthansa, devido à pandemia do novo coronavírus, chegou a acordo com os seus conselhos de trabalho e sindicatos para colocar em regime de horário de trabalho reduzido 3/4 dos seus funcionários, mantendo 90% do seu ordenado base.

Noticias mais lidas