Ryanair e easyJet “fazem” crescimento do Porto mas TAP manteve-se a nº1 no primeiro semestre

19-07-2010 (10h59)

A Ryanair e a easyJet transportaram mais quase 320 mil passageiros de e para o Aeroporto do Porto no primeiro semestre, mas neste período a TAP conseguiu ainda ter a liderança, com mais cerca de 45 mil passageiros que a low cost liderada por Michael O’Leary, que escolheu a Invicta para a sua primeira base em Portugal.

Dados do Aeroporto do Porto a que o PressTUR teve acesso indicam que nos primeiros seis meses deste ano a TAP transportou de e para o Porto 779.829 passageiros, o que equivale a 33,6% do total de passageiros comerciais embarcados e desembarcados na Invicta, e a Ryanair transportou 734.188, o que equivale a 31,7% do total.
Depois, vêm a easyJet, com 294.458 passageiros  (12,7% do total), Lufthansa, com 131.626 (5,7% do total) e Transavia France, com 93.309 (4% do total).
Destas cinco companhias, apenas a Ryanair e a easyJet ganham quota de mercado, respectivamente em 6,35 e em 3,06 pontos.
A Ryanair cresce 42,5%, o que equivale a mais cerca de 219 mil passageiros que no ano passado, e a easyJet cresce 50,3%, o que equivale a mais cerca de 99 mil passageiros.
A TAP também cresce, em 1,6% ou cerca de 12 mil passageiros, e perde 4,16 pontos de quota de mercado.
Já a Lufthansa e a Transavia France têm quedas, respectivamente em 0,4% (menos cerca de meio milhar de passageiros) e em 5,7% (menos cerca de 5,6 mil).
O aeroporto do Porto foi o que mais cresceu em Portugal no primeiro semestre, tendo um aumento do número de passageiros em voos comerciais de 14,1% ou 286,5 mil, para 2.319.095.
Para este crescimento contribuíram ainda a Air Berlin (+12% ou mais cerca de 4,7 mil passageiros, para 44.226), a Luxair (+19% ou mais cerca de 3,1 mil, para 19.718) e a White (+186,9% ou mais cerca de 5,9 mil, para 8.990), que tem o quarto maior crescimento em valor absoluto.
Além destas empresas, registaram também crescimentos a Air Transat (+8,8%, para 6.893 passageiros), a Iberworld (+24,2%, para 2.947), a Eruope Airpost (+6,2%, para 2.864) e a Tunisair (com aumento acima de 250%, para 1.607).
Para o crescimento do aeroporto do Porto no primeiro semestre contribuíram ainda o início de operações de companhias como a Viking Airlines (dois mil passageiros), Sky Airlines (1.410) e Travel Services (1.127).
À margem da tendência de crescimento do tráfego ficaram a Air Nostrum (-10,4% ou menos cerca de 8,2 mil passageiros, para 71.129), Aigle Azur (-7,9% ou menos cerca de 3,9 mil, para 45.381), SATA Internacional (-3,2% ou menos cerca de 1,4 mil, para 43.047), Brussels (-2,1% ou menos cerca de 0,5 mil, para 24.178).
Em relação ao mês de Junho, os dados a que o PressTUR teve acesso mostra que as cinco maiores companhias na Invicta tiveram crescimentos do tráfego em relação ao período homólogo de 2009, destacando-se os aumentos em 54,3% ou cerca de 52,7 mil da Ryanair, para 149.631, e em 64,3% ou cerca de 22,2 mil da easyJet, para 56.736.
A Ryanair, que foi de novo líder em Junho, ganhou sete pontos de quota de mercado, subindo para 32,6% do total de passageiros do Aeroporto Sá Carneiro, e a easyJet, terceira maior, ganhou 3,29 pontos, para 12,4%.
A TAP, nº 2 em Junho, cresceu 7,2% ou quase 9,5 mil, para 140.902 (30,7% do total), a Lufthansa cresceu 2,3% ou cerca de 0,6 mil, para 26.051 (5,7% do total), e a Transavia France cresceu 21,3% ou cerca de 3,3 mil, para 18,971.
As maiores quedas do número de passageiros em Junho foram as da Hapag-Lloyd Express, com –97,6% ou menos cerca de 6,8 mil, para 164, Air Nostrum, franchisada da Iberia, com –13,9% ou menos cerca de dois mil, para 12.688, e SATA Internacional, com –15,7% ou menos cerca de 1,7 mil, para 9.278.
Entre as companhias que mais cresceram em Junho, a White, que opera charters à partida do Porto para o operador turístico Soltour, foi a que teve o maior incremento do número de passageiros depois da Ryanair, easyJet, TAP e Transavia France, com mais cerca de 2,2 mil (+69,3%), para 5.304.

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

TAP já voa para Washington – Dulles

17-06-2019 (17h16)

A TAP já liga as capitais de Portugal e dos Estados Unidos, com a inauguração no Domingo do seu voo TP231 para Washington – Dulles, que informou ter preços de ida desde 253 euros.

Lufthansa responsabiliza excesso de capacidade na Europa pela quebra de resultados

17-06-2019 (15h15)

O grupo Lufthansa, maior grupo de aviação da Europa em número de passageiros e em tráfego medido em RPK (passageiros x quilómetros voados), responsabiliza um alegado excesso de capacidade na Europa por uma evolução pior do que previa, mas os seus dados mostram que a subsidiária mais problemática é a Eurowings, que até era identificada com o negócio de voos de longo curso low cost.

Lufthansa alarma mercados com revisão em forte baixa da previsão de resultados

17-06-2019 (14h46)

A Lufthansa revelou hoje uma previsão de queda acentuada do resultado operacional ajustado de não recorrentes, que conduziu a forte quebra da sua cotação na Bolsa de Frankfurt e ‘ondas de choque’ nos títulos das outras companhias de aviação europeias.

TAP quadruplica oferta de obrigações para até 200 milhões de euros

14-06-2019 (19h03)

A TAP decidiu multiplicar por quatro o número e valor de obrigações a emitir, no âmbito do empréstimo obrigacionista em curso, passando de 50 milhões de euros para até 200 milhões de euros, foi hoje comunicado ao mercado.

TAP recebe mais três Airbus A330neo e já conta com dez

14-06-2019 (16h58)

A TAP anunciou hoje ter recebido mais três aviões Airbus A330neo e que, assim, já com dez unidades deste avião que diz contribuir “com mais de 24 milhões de euros para a economia portuguesa” e “mais de 600 postos de trabalho para o País”.

Noticias mais lidas