Ryanair declara aumento ‘explosivo’ do lucro operacional em 234% no último trimestre de 2019

03-02-2020 (21h11)

Foto: Ryanair
Foto: Ryanair

A low cost Ryanair teve um aumento do lucro operacional em 234% no último trimestre de 2019, que corresponde ao 3º trimestre do seu exercício 2019/2020 que termina a 31 de Março, por aumento da receita em 21% face a subida dos custos em 10%.

O balanço da Ryanair mostra que esse aumento do resultado operacional ficou a dever-se principalmente ao crescimento das receitas, decorrente de um aumento da tarifa média em 9%, para 33 euros, associado a um aumento de passageiros em 6%, para 35,9 milhões, e um aumento das receitas complementares por passageiros em 21%, para 20 euros.

Do lado dos custos, a contribuir para o forte crescimento do resultado operacional estiveram aumentos abaixo do crescimento das receitas nos combustíveis (14%, para 686 milhões de euros), taxas de aeroporto e handling (7%, para 272,7 milhões), pessoal (11%, para 276,5 milhões), estagnação dos encargos de navegação aérea (180,4 milhões) e marketing e distribuição (4%, para 137,4 milhões).

O balanço especifica que com esse aumento do resultado operacional em 234% o resultado líquido do trimestre melhorou 153,9 milhões, de uma perda de 66,1 milhões no último trimestre de 2018 para um lucro de 87,8 milhões no último trimestre de 2019.

Para os nove meses de Abril a Dezembro de 2019, a Ryanair declara um lucro líquido de 1.240,4 milhões de euros, em alta de 14% ou 155,8 milhões em relação ao período homólogo do exercício anterior.

O resultado operacional para este período ascende a 1.379,6 milhões de euros, em alta de 12% ou 143,1 milhões.

Para ler mais clique:

 

Clique para mais notícias: Ryanair

Clique para mais notícias: Aviação


 

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Emirates retoma “um número limitado” de voos a partir de segunda-feira

02-04-2020 (13h58)

A companhia aérea Emirates anunciou que recebeu autorização para retomar “um número limitado de voos” a partir de segunda-feira, dia 6 de Abril.

Lufthansa coloca mais de 3/4 do staff em horário reduzido

02-04-2020 (13h30)

O grupo Lufthansa, devido à pandemia do novo coronavírus, chegou a acordo com os seus conselhos de trabalho e sindicatos para colocar em regime de horário de trabalho reduzido 3/4 dos seus funcionários, mantendo 90% do seu ordenado base.

SATA admite lay-off como “instrumento adequado” face às circunstâncias

02-04-2020 (13h29)

O Conselho de Administração do Grupo SATA considerou que o lay-off é um "instrumento adequado" face aos impactos que a pandemia da covid-19 está a provocar na transportadora, que tem um total de 1.400 trabalhadores.

Beijing Capital Airlines retoma voos para Lisboa a 24 de Abril

02-04-2020 (12h34)

A companhia de aviação chinesa Beijing Capital Airlines vai retomar os seus voos para Lisboa no dia 24 de Abril, com uma ligação semanal Pequim Daxing – Xi’an – Lisboa, em Airbus A330-200.

Groundforce põe mais de 2.400 trabalhadores em lay-off

02-04-2020 (12h29)

A Groundforce Portugal vai colocar mais de 2.400 trabalhadores em lay-off, 69 terão o seu horário de trabalho reduzido e os administradores executivos propuseram uma redução de 30% do salário, anunciou a empresa.

Noticias mais lidas