Ryanair cancela quase 400 voos na sexta-feira devido a greves de pilotos

08-08-2018 (13h34)

Foto: Ryanair
Foto: Ryanair

A Ryanair anunciou hoje que cancelará na sexta-feira 250 voos de ou para a Alemanha, de um total de 2.400, devido à greve de pilotos, elevando para quase 400 os cancelamentos devido a paralisações.

Os pilotos das bases alemãs da transportadora aérea anunciaram hoje que se juntam à greve de 24 horas de sexta-feira, à qual tinham já aderido os pilotos da Irlanda, Suécia e Bélgica.

A companhia irlandesa informou hoje que cancelou 250 voos de 2.400 de ou para a Alemanha face ao anúncio de uma “greve desnecessária” do sindicato alemão Vereinigung Cockpit, que se somam aos 146 cancelamentos previstos inicialmente para três países.

A low cost acrescentou que os clientes afectados serão informados hoje das opções para os seus voos.

Na semana passada, a Ryanair informou sobre o cancelamento de 104 voos de e para a Bélgica, de uma operação prevista de mais de 2.400, enquanto na Suécia foram cancelados 22 voos de mais de 2.400 viagens agendadas.

A quinta paralisação dos pilotos irlandeses, desde 12 de Julho, deixará por realizar 20 de 300 voos planeados, afectando 3.500 passageiros, acrescentou a empresa.

Também poderá haver protesto dos holandeses.

Há duas semanas, tripulantes de cabina de Itália, Portugal, Espanha e Bélgica estiveram em greve para reclamar a aplicação das leis laborais nacionais e não da irlandesa.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: Ryanair

Clique para ver mais: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Ryanair lança-se na venda de bilhetes para eventos desportivos

14-12-2018 (17h12)

A Ryanair anunciou que começou a comercializar bilhetes para eventos desportivos, designadamente para jogos de futebol das primeiras divisões espanhola e francesa.

Brasil autoriza estrangeiros a ter 100% do capital das companhias aéreas do país

14-12-2018 (16h59)

O Presidente do Brasil, Michel Temer, assinou uma medida provisória que abre espaço para que estrangeiros assumam 100% do controlo do capital das companhias aéreas do país.

Operador dinamarquês vai ter charters para Portugal com a Jet Time, após falência da Primera Air

14-12-2018 (15h49)

O operador turístico dinamarquês Bravo Tours contratou a companhia aérea Jet Time para fazer as suas operações charter no próximo Verão, incluindo voos para Portugal, que estavam previstas ser realizadas pela Primera Air, que declarou falência em Outubro.

TAP prevê poupar 30 milhões de euros na factura de combustível em 2019

14-12-2018 (12h56)

A TAP prevê conseguir em 2019 uma poupança de 30 milhões de euros nos custos de combustível, graças à renovação da frota com aviões mais eficientes, de acordo com o Chief Financial Officer (CFO) da companhia, Raffael Quintas.

Manutenção e engenharia da TAP no Brasil prevê lucro de 3 milhões de euros em 2019 – Antonoaldo Neves

14-12-2018 (12h35)

O negócio da manutenção e engenharia da TAP no Brasil, a ex-VEM (Varig Engenharia e Manutenção), atingiu o equilíbrio operacional em 2018 e deverá alcançar em 2019 um lucro operacional de três milhões de euros, disse Antonoaldo Neves, CEO da TAP.

Ultimas Noticias