Ryanair anuncia ter atingido a previsão de 129 milhões de passageiros em 2017

03-01-2018 (14h05)

Foto: Ryanair
Foto: Ryanair

Com aumento em cerca de 12 milhões face em 2016

A low cost Ryanair, que em Portugal voa para os aeroportos de Lisboa, Porto, Faro, Ponta Delgada e Terceira, anunciou hoje que nos 12 meses até Dezembro passado teve um crescimento médio do número de passageiros em 10% e atingiu um total de 129 milhões, que era a previsão que tinha avançado em Outubro.

Os dados da Ryanair, porém, não permitem um acompanhamento rigoroso, desde logo porque em lugar de divulgar o número exacto de passageiros, divulga um total ‘arredondado’ às centenas de milhar.

Assim, somando os números de passageiros que foi divulgando ao longo de 2017, o seu total de passageiros no ano eleva-se a 128,77 milhões, com ‘margem’ para serem os 129 milhões que indica hoje ser o total dos 12 meses até Dezembro de 2017.

Por outro lado, quando em 31 de Outubro divulgou os seus resultados do primeiro semestre do ano fiscal de 2017 (Abril a Setembro, inclusive), a companhia informou que em consequência dos milhares de cancelamentos que decidiu fazer e consequência do que então dizia ser um problema com escalas dos pilotos reduzia a sua previsão de crescimento no segundo semestre e, dessa forma, “o tráfego na totalidade do ano abrandará de 131 milhões para 129 milhões de clientes”.

A Ryanair não especificava, no entanto, se se referia ao ano fiscal que adoptou até então (Abril a Março do ano seguinte) ou ao ano de calendário (Janeiro a Dezembro) que, aliás, anunciou passará a adoptar e cuja mudança até invocou como uma das razões para o conflito com os pilotos que agora até a levou a reconhecer os sindicatos (para ler mais clique: Ryanair cede a reconhecer sindicatos de pilotos para evitar greves no Natal).

Os dados de tráfego publicados mensalmente permitem avaliar, com a ressalva dos ‘arredondamentos’, que em 2017 a Ryanair transportou mais quase 12 milhões de passageiros que em 2016 e vendeu em média vendeu cerca de 95,5% dos lugares que teve no mercado, reduzindo o número de lugares vazios nos voos em cerca de 17%.

Essa redução, por sua vez, significa que cerca de 10% do aumento de passageiros da Ryanair, ou cerca de 1,2 milhões, ‘serviram’ para reduzir o número de lugares vazios nos aviões.

 

Continua:

Crescimento da Ryanair arrefece em Dezembro para nível mais baixo desde Março de 2014

 

Clique para mais notícias: Ryanair

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

SATA tem nova Administração a partir de segunda-feira

10-08-2018 (16h10)

A nova Administração da companhia de aviação açoriana SATA, presidida por António Luís Gusmão Teixeira, toma posse na segunda-feira, informou hoje o Governo Regional dos Açores.

Ryanair prevê transportar 400 mil passageiros hoje apesar da greve de pilotos na Europa

10-08-2018 (12h07)

A low cost Ryanair, segunda maior companhia de aviação em Portugal, garantiu que vai transportar hoje mais de 400 mil passageiros em mais de dois mil voos, apesar de enfrentar uma greve dos pilotos na Irlanda, Suécia, Alemanha e Bélgica.

Lisboa teve o 3º mais forte aumento de passageiros dos grandes aeroportos europeus no 1º Semestre

09-08-2018 (17h38)

O Aeroporto de Lisboa teve um aumento médio de passageiros no primeiro semestre em 12,9%, cotando-se assim, apesar de declarado esgotado quer pela gestora aeroportuária ANA quer pelo Governo português, como o 3º grande aeroporto europeu a crescer a ritmo mais forte.

easyJet aposta em mais rotas França - Marrocos

09-08-2018 (16h29)

A low cost easyJet, terceira maior companhia em Portugal, vai apostar no próximo Inverno em mais rotas entre França e Marrocos, de acordo com a imprensa francesa, que indica que a partir de fim de Outubro a low cost terá voos entre Bordéus e Essaouira, entre Lyon e Agadir e entre Toulouse e Marraquexe.