Ryanair alerta passageiros para limites de transporte de bagagens de mão

12-07-2017 (17h28)

Foto: Ryanair
Foto: Ryanair

A Ryanair anunciou hoje que tem verificado que “alguns clientes trazem bagagem maior que a permitida”, gerando atrasos, uma situação que, a manter-se, poderá forçar uma revisão das suas políticas de transporte de bagagens, alerta a low cost.

“Apercebemo-nos que alguns clientes trazem bagagem maior que a permitida para a cabine, podendo gerar certos atrasos”, afirma Kenny Jacobs, director de Marketing da Ryanair, citado em comunicado.

No caso de continuarem a verificar-se situações em que os passageiros transportam bagagem maior que a permitida, a Ryanair poderá fazer uma “revisão da nossa política”, acrescenta Kenny Jacobs.

Em pleno início da época alta de Verão “com muitos voos cheios”, o executivo da Ryanair solicita aos passageiros “que, na medida do possível, viajem com menos bagagem de mão”, uma vez que “os nossos aviões apenas podem transportar 90 peças de bagagem de cabina de dimensão normal”.

A política de bagagem de mão será aplicada “rigorosamente” para “evitar atrasos e assegurar uma experiência de voo agradável para todos os nossos clientes”, enfatiza Kenny Jacobs.

E acrescenta: “recomendamos aos passageiros que queiram viajar com bagagem de maiores dimensões que reservem a opção de despachar a sua mala”.

As dimensões máximas permitidas para bagagem de mão são “um volume normal de cabina (55cm x 40cm x 20cm em dimensão e 10 kg de peso)” e “um volume pequeno (carteira, mala de computador, saco de compras do aeroporto, etc.)”, especifica o comunicado da companhia aérea.

Os dois volumes de bagagem de mão “devem caber nos dispositivos para medição de malas disponíveis na porta de embarque, sendo que qualquer bagagem com dimensão superior à indicada será recusada ou, sendo possivel, despachada com um custo de 50€”.

Após o embarque de 90 peças de bagagem “normais”, a restante bagagem “pode ser despachada para o porão sem custo adicional”.

 

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Ryanair

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Delta acredita estar “no bom caminho e com sucesso” em Portugal, director regional de Vendas

23-05-2019 (15h28)

“Não olhamos para o desempenho da concorrência. Estamos no bom caminho e com sucesso”, disse o director regional de Vendas para o Sul da Europa da Delta Airlines, Frederic Schenk, a propósito da concorrência com a TAP nas ligações entre Portugal e a América do Norte.

Senado brasileiro aprova medida que retira limite ao investimento estrangeiro nas companhias aéreas brasileiras

23-05-2019 (09h07)

O Senado brasileiro aprovou na quarta-feira uma medida provisória que autoriza o investimento de até 100% de capital estrangeiro nas companhias aéreas instaladas no país, noticiou a imprensa local.

TAP cresce menos que o mercado Espanha - Portugal e em Madrid até tem quebra

22-05-2019 (16h54)

A TAP, que no primeiro quadrimestre de 2018 foi a companhia de aviação de 42,2% dos passageiros que voaram entre Espanha e Portugal nesse período, este ano baixou para 37,5%, reflectindo a cessação de três rotas e uma quebra de 1,7% no Aeroporto de Madrid.

TAP oferece 100 viagens em leilão para assinalar a chegada do seu 100º avião

22-05-2019 (16h46)

A TAP lançou uma campanha para os clientes do seu programa de fidelização Miles&Go, na qual tem uma centena de viagens para oferecer em leilão, com alojamento em hotéis do grupo Pestana.

Voos entre Espanha e o Brasil crescem 11,7% impulsionados pelos voos LATAM de Barcelona

22-05-2019 (16h33)

O movimento de passageiros em voos entre Espanha e o Brasil cresceu 11,7% no primeiro quadrimestre, atingindo um total de 366,6 mil, com o crescimento a ser impulsionado principalmente pelas ligações com o Aeroporto de Barcelona El Prat, cuja principal operadora é a LATAM Brasil (antiga TAM).

Noticias mais lidas