Primeiro voo da Qatar Airways para Portugal chega a Lisboa na manhã de 24 de Junho

03-06-2019 (18h13)

O primeiro voo da companhia de aviação Qatar Airways entre Doha e Lisboa já tem hora marcada para chegar à capital portuguesa, às 7h25, do dia 24 de Junho.

A informação consta de um convite aos meios de comunicação em que a Qatar Airways apresenta o seu voo inaugural para Lisboa como um momento histórico: “não acreditamos apenas em descobrir novos locais em conjunto, queremos também fazer história juntos”.

A Qatar Airways, que é a única companhia do Golfo a integrar uma aliança, a oneworld, e que também é accionista do IAG (grupo da British Airways, Iberia, Aer Lingus, Vueling e Level) e do LATAM (grupo da LAN e TAM) anunciou a intenção de voar para Lisboa em Abril de 2017, no primeiro dia do Arabian Travel Market, realizado no Dubai, sem especificar datas para iniciar a operação, apontando apenas para o seu começo em 2018 (para ler mais clique: Qatar Airways começa a voar de/para Lisboa no próximo ano).

Pouco tempo depois deste anúncio, a Iberia, parceira da Qatar na oneworld e que faz parte do IAG, do qual a Qatar é o maior accionista, anunciou que a companhia do Golfo iria ‘chegar’ a Lisboa, mas através dos seus voos, em code-share na ligação Madrid - Lisboa, uma informação que foi profusamente divulgada em Portugal, por meios de informação que ignoraram a informação anterior da companhia do Golfo.

Porém, ainda no primeiro trimestre de 2018 a Qatar, através do seu CEO, Akbar Al Baker, voltou a colocar Lisboa entre os novos destinos para onde tencionava ter a companhia a voar, mas de novo sem indicar datas (para ler mais clique: Qatar Airways volta a colocar Lisboa na lista de próximos destinos, mas ‘não descola’ datas e frequência).

A confirmação definitiva de que se trata de um voo directo aconteceu no início de Março deste ano, com o anúncio de uma rota seria sazonal Doha-Lisboa, que entretanto já tem garantida a sua continuidade no Inverno, embora com menos frequências (clique para ler: Qatar Airways vai manter voos Doha - Lisboa no Inverno IATA / Qatar Airways concretiza finalmente o lançamento da rota Doha - Lisboa anunciada para 2018).

Os dados disponíveis no site da Qatar indicam que os voos serão em Boeing Dreamliner B787-8 e têm a duração previsível de sete horas.

 

Clique para mais notícias: Qatar Airways

Clique para mais notícias: Médio Oriente

Clique para mais notícias: Portugal

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Aeroporto de Lisboa subiu em Maio ao Top5 de crescimento dos grandes aeroportos europeus

17-07-2019 (17h07)

A associação dos aeroportos europeus, que diz representar mais de 500 aeroportos em 45 países do continente, apontou o Aeroporto de Lisboa como o 4º grande aeroporto europeu com crescimento mais forte do número de passageiros em Maio.

Azores Airlines ainda tem 300 passageiros "por reacomodar" após avaria em dois aviões

17-07-2019 (13h20)

A Azores Airlines, do grupo SATA, anunciou hoje que “estão ainda por reacomodar cerca de 300 passageiros” devido “aos cancelamentos em cadeia” verificados desde Sábado, na sequência da avaria de duas aeronaves.

TAP e tripulantes debateram “medidas mitigadoras” para náuseas em A330neo

17-07-2019 (12h00)

A TAP e o Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) debateram “medidas mitigadoras” para tentar resolver os odores e as más disposições que têm ocorrido entre tripulações e passageiros nos aviões A330neo.

Crescimento os voos Espanha - Portugal desloca-se de Lisboa para o Porto

16-07-2019 (17h59)

O Aeroporto do Porto concentrou 69% do crescimento do movimento de passageiros em voos entre Portugal e Espanha, quando há um ano, no primeiro semestre de 2018, 58,4% do crescimento estava no Aeroporto de Lisboa.

Voos entre Espanha e Portugal crescem quase 15% no 1º semestre, apesar de TAP quase estagnada

16-07-2019 (17h34)

Os aeroportos espanhóis tiveram 2,58 milhões de passageiros de voos de/para Portugal no primeiro semestre, o que representa um aumento em 14,8% ou 332,7 mil, para o qual a TAP, que já teve a liderança clara deste mercado, teve um contributo de apenas 2,5%, porque praticamente estagnou.

Noticias mais lidas