Primeiro voo da Emirates para o Porto foi “100% cheio”, Thierry Aucoc

03-07-2019 (15h13)

Foto: ANA
Foto: ANA

O primeiro voo da Emirates do Dubai para o Porto foi "100% cheio", disse Thierry Aucoc, vice-presidente sénior da Emirates para a Europa e Rússia, para enaltecer que há muito interesse por parte de turistas de várias nacionalidades em conhecer a cidade.

A ligação está a despertar interesse em turistas de Taiwan, China, Japão e Austrália, sublinhou o executivo, à chegada ontem do primeiro voo da companhia ao Aeroporto Francisco Sá Carneiro.

"O Porto está a desenvolver-se muito rapidamente e a sua influência abrange o Norte de Portugal e a Galiza", frisou Thierry Aucoc.

Os voos realizam-se quatro vezes por semana, mas o executivo avança que "a intenção é voar todos os dias". Para Lisboa, a Emirates opera dois voos por dia.

Thierry Aucoc destacou também o segmento de negócios da carga, tendo a Emirates transportado perto de 14 mil toneladas no ano passado em Lisboa e estimando 15 toneladas por voo no Porto.

A Emirates irá coordenar as operações em Portugal sobretudo a partir do escritório que tem em Lisboa, mas Thierry Aucoc não exclui a hipótese de ter uma presença mais permanente no Porto, destacando que a companhia aérea quer ter tripulações portuguesas nos voos de Lisboa e Porto.

O presidente da ANA - Aeroportos de Portugal, José Luís Arnaut, por sua vez, questionado pelos jornalistas, rejeitou que estes novos voos venham complicar a operação do aeroporto Sá Carneiro.

"Estamos a investir num 'taxiway' que vai permitir uma saída mais rápida e aumentar 60% a capacidade deste aeroporto", referiu, realçando que a infraestrutura "tem capacidade para muito mais, e, caso queiram as companhias aéreas, não vai ser por falta de infraestruturas" que deixarão de poder voar para o Porto.

José Luís Arnaut fez ainda um balanço do resultados do aeroporto do Porto nos últimos anos, destacando que em cinco anos duplicou em número de passageiros, para mais de 11 milhões.

"Este crescimento ocorreu nas duas estações IATA" e reduziu-se a sazonalidade de 2,2 milhões no Inverno de 2013 para 4,4 milhões de passageiros em 2018, disse (para ver mais clique: Aeroportos portugueses ganham um milhão de passageiros no quadrimestre e ultrapassam os 16 milhões / Reino Unido ultrapassa França e é nº1 nos aeroportos portugueses no primeiro quadrimestre).

Os voos da Emirates entre Dubai e Porto realizam-se em Boeing B777-300ER com 42 lugares em executiva e 310 em económica, com saídas do Dubai às terças, quintas, Sábados e Domingos com o código EK197 às 9h15 e chegadas ao Porto às 14h30. As ligações à saída do Porto, por sua vez, estão programadas com o código de voo EK198 às 17h35 para chegar ao Dubai às 4h15 do dia seguinte.

Além de captar passageiros do Norte de Portugal, a Emirates já tinha declarado ao anunciar a rota em Fevereiro que pretendia captar também viajantes do Noroeste de Espanha, de cidades como Vigo e Santiago de Compostela.

O Porto foi apresentado pela companhia na altura como uma cidade localizada ao longo da costa e do rio Douro, "famosa pela produção de vinho e pelo seu centro histórico, classificado Património Mundial pela UNESCO", sendo também uma cidade industrial e comercial, que atrai viajantes de negócios.

Tim Clark, presidente da Emirates, citado nesse comunicado, afirmou que o Porto está com níveis elevados de turismo, "o que também reflecte o crescimento do número de visitantes em Portugal como um todo".

"A introdução deste novo voo, bem como os dois voos diários para Lisboa, vão ajudar a responder ao crescimento desta procura para viajantes de lazer e de negócios, bem como fornecer mais opções, flexibilidade e conectividade em viagens de e para Portugal", acrescentou Tim Clark.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: Emirates

Clique para ver mais: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Balanço do LATAM evidencia recuperação ‘explosiva’ da aviação no Brasil

16-08-2019 (16h15)

O LATAM, maior grupo de aviação comercial da América Latina, cuja subsidiária brasileira, a LATAM Brasil (antiga TAM), é líder brasileira em voos internacionais, indicou que no segundo trimestre teve um aumento da receita unitária (por lugar voado um quilómetro) de 18,7%, atingindo 29,5% em reais.

Levantadas restrições ao abastecimento no aeroporto de Lisboa, ANA Aeroportos

16-08-2019 (12h35)

As restrições ao abastecimento de aviões no aeroporto de Lisboa, em vigor desde segunda-feira, foram hoje levantadas, disse à Lusa fonte oficial da ANA – Aeroportos de Portugal.

Grupo SATA transportou mais 8% de passageiros no primeiro semestre

16-08-2019 (11h59)

As companhias aéreas SATA Air Açores e Azores Airlines transportaram 705,7 mil passageiros no primeiro semestre, mais 8% ou mais 52,5 mil que no período homólogo do ano passado, anunciou o Grupo SATA.

Lauak vai produzir em Grândola peças para aviões A320

16-08-2019 (11h39)

A Lauak vai implementar uma unidade de produção de preças para aviões A320 em Grândola, com um investimento de 33 milhões de euros com apoio de fundos comunitários.

Trabalhadores da Grounforce realizam concentração para exigir estacionamento

16-08-2019 (11h24)

Os trabalhadores da Groundforce, reunidos na quinta-feira em plenário, aprovaram a realização de uma concentração no Ministério das Infraestruturas, com data a definir, para entrega de um abaixo-assinado a exigir estacionamento nas zonas limítrofes aos aeroportos e devolução das multas.

Noticias mais lidas