Presidente do Governo dos Açores espera redução de prejuízos da SATA Internacional em 40 a 50%

10-10-2018 (17h51)

Foto: www.azores.gov.pt
Foto: www.azores.gov.pt

O presidente do Governo dos Açores, Vasco Cordeiro, afirmou na terça-feira que a expectativa é que a SATA Internacional reduza, em 2019, “40 a 50%” dos prejuízos e que a SATA Air Açores tenha “um resultado equilibrado”.

“A expectativa é que a SATA Air Açores tenha um resultado equilibrado, que em 2020 continue nesse trajecto, que a SATA Internacional, em 2019 reduza significativamente, na ordem de 40 a 50%, os prejuízos, que continue nesse trajecto de recuperação em 2020, e em 2020 ou 2021 possa ter, também resultados equilibrados”, afirmou Vasco Cordeiro, também líder do PS/Açores, em entrevista à RTP/Açores.

O líder do executivo regional identificou como áreas que estão a ser trabalhadas pelo Conselho de Administração a “reestruturação do financiamento bancário”, a “reestruturação operacional da SATA Air Açores e SATA Internacional”, e a “reestruturação da própria empresa”.

Questionado sobre a sua responsabilidade na situação da companhia enquanto secretário regional da Economia no passado e agora como presidente do Governo Regional, Vasco Cordeiro respondeu sentir-se responsável “pelo grande serviço que a SATA prestou, e presta, aos açorianos”.

“(…) Numa altura de recessão do sector turístico, a sobrevivência do turismo nos Açores muito dependeu daquilo que a SATA fez”, declarou, garantindo ser responsável por “ajudar a criar as medidas, as soluções, que possam levar, que levem a ultrapassar essa situação”.

Sobre a crise que a transportadora regional enfrenta, Vasco Cordeiro afirmou que “a situação da SATA é a situação que muitas companhias aéreas no mundo passam” e que se deve a vários factores, internos e externos.

Em relação à alienação de Capital Social da SATA Internacional, que assegura os voos de e para fora do arquipélago, o líder socialista não adiantou uma data para o desfecho do processo, afirmando apenas que “esta é uma daquelas matérias em que a pressa não serve o interesse da SATA, a pressa não serve o interesse dos açorianos”.

 

Clique para mais notícias: SATA

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Açores

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Low cost argentina Flybondi recebe autorização para entrar no Brasil

17-02-2019 (12h16)

A low cost argentina Flybondi foi autorizada a entrar no Brasil pela Agência Nacional de Aviação Civil do país (ANAC), através de uma publicação no Diário Oficial da União, mas ainda necessita de uma autorização operacional para começar voar.

Companhia aérea britânica Flybmi declara falência e cancela todos os voos

17-02-2019 (12h07)

A companhia aérea regional britânica Flybmi cancelou todos os voos por ter entrado em bancarrota por diversas "dificuldades", incluindo a subida dos preços dos combustíveis e as incertezas criadas pelo Brexit, anunciou a empresa no sábado.

Vueling vai ter voos Tenerife - Lisboa

15-02-2019 (16h56)

A Vueling, low cost do IAG, grupo de que fazem parte também a British Airways, a Iberia, a Aer Lingus e a Level, vai ter voos entre Tenerife e Lisboa a partir de Abril.

TAP transporta menos passageiros este Janeiro nas suas rotas espanholas

15-02-2019 (15h47)

A TAP, que em meados do ano passado retirou A Coruña, Astúrias e Vigo da sua rede de destinos em Espanha, começou 2019 com uma quebra de passageiros nas ligações com o país vizinho em 3,4% ou cerca de 4,7 mil, de acordo com dados da AENA, gestora dos aeroportos espanhóis, recolhidos pela AENA.

Passageiros em voos entre Espanha e Portugal aumentam 10,8% em Janeiro

15-02-2019 (15h33)

Os aeroportos espanhóis somaram este Janeiro 357,6 mil passageiros de voos de/para Portugal, +10,8% ou mais 34,9 mil que no primeiro mês de 2018, de acordo com dados da AENA, gestora dos aeroportos espanhóis, recolhidos pelo PressTUR.