Presidente do Governo dos Açores espera redução de prejuízos da SATA Internacional em 40 a 50%

10-10-2018 (17h51)

Foto: www.azores.gov.pt
Foto: www.azores.gov.pt

O presidente do Governo dos Açores, Vasco Cordeiro, afirmou na terça-feira que a expectativa é que a SATA Internacional reduza, em 2019, “40 a 50%” dos prejuízos e que a SATA Air Açores tenha “um resultado equilibrado”.

“A expectativa é que a SATA Air Açores tenha um resultado equilibrado, que em 2020 continue nesse trajecto, que a SATA Internacional, em 2019 reduza significativamente, na ordem de 40 a 50%, os prejuízos, que continue nesse trajecto de recuperação em 2020, e em 2020 ou 2021 possa ter, também resultados equilibrados”, afirmou Vasco Cordeiro, também líder do PS/Açores, em entrevista à RTP/Açores.

O líder do executivo regional identificou como áreas que estão a ser trabalhadas pelo Conselho de Administração a “reestruturação do financiamento bancário”, a “reestruturação operacional da SATA Air Açores e SATA Internacional”, e a “reestruturação da própria empresa”.

Questionado sobre a sua responsabilidade na situação da companhia enquanto secretário regional da Economia no passado e agora como presidente do Governo Regional, Vasco Cordeiro respondeu sentir-se responsável “pelo grande serviço que a SATA prestou, e presta, aos açorianos”.

“(…) Numa altura de recessão do sector turístico, a sobrevivência do turismo nos Açores muito dependeu daquilo que a SATA fez”, declarou, garantindo ser responsável por “ajudar a criar as medidas, as soluções, que possam levar, que levem a ultrapassar essa situação”.

Sobre a crise que a transportadora regional enfrenta, Vasco Cordeiro afirmou que “a situação da SATA é a situação que muitas companhias aéreas no mundo passam” e que se deve a vários factores, internos e externos.

Em relação à alienação de Capital Social da SATA Internacional, que assegura os voos de e para fora do arquipélago, o líder socialista não adiantou uma data para o desfecho do processo, afirmando apenas que “esta é uma daquelas matérias em que a pressa não serve o interesse da SATA, a pressa não serve o interesse dos açorianos”.

 

Clique para mais notícias: SATA

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Açores

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Ryanair lança-se na venda de bilhetes para eventos desportivos

14-12-2018 (17h12)

A Ryanair anunciou que começou a comercializar bilhetes para eventos desportivos, designadamente para jogos de futebol das primeiras divisões espanhola e francesa.

Brasil autoriza estrangeiros a ter 100% do capital das companhias aéreas do país

14-12-2018 (16h59)

O Presidente do Brasil, Michel Temer, assinou uma medida provisória que abre espaço para que estrangeiros assumam 100% do controlo do capital das companhias aéreas do país.

Operador dinamarquês vai ter charters para Portugal com a Jet Time, após falência da Primera Air

14-12-2018 (15h49)

O operador turístico dinamarquês Bravo Tours contratou a companhia aérea Jet Time para fazer as suas operações charter no próximo Verão, incluindo voos para Portugal, que estavam previstas ser realizadas pela Primera Air, que declarou falência em Outubro.

TAP prevê poupar 30 milhões de euros na factura de combustível em 2019

14-12-2018 (12h56)

A TAP prevê conseguir em 2019 uma poupança de 30 milhões de euros nos custos de combustível, graças à renovação da frota com aviões mais eficientes, de acordo com o Chief Financial Officer (CFO) da companhia, Raffael Quintas.

Manutenção e engenharia da TAP no Brasil prevê lucro de 3 milhões de euros em 2019 – Antonoaldo Neves

14-12-2018 (12h35)

O negócio da manutenção e engenharia da TAP no Brasil, a ex-VEM (Varig Engenharia e Manutenção), atingiu o equilíbrio operacional em 2018 e deverá alcançar em 2019 um lucro operacional de três milhões de euros, disse Antonoaldo Neves, CEO da TAP.

Ultimas Noticias