Portugal confiante em ter Directiva PNR até Maio

09-03-2018 (08h27)

“Em Portugal estamos já a desenvolver contactos numa fase preparatória, quer com a TAP, que é o maior operador em Portugal, quer com outras companhias relevantes”, informou hoje o ministro da Administração Interna, para assegurar que o Governo apresentará até finais de Maio iniciativas legislativas para o estabelecimento do registo de identificação de passageiros.

Eduardo Cabrita, que falava à Lusa em Bruxelas, reiterou o compromisso do Governo português de apresentar até ao final de Maio iniciativas legislativas para o estabelecimento do registo de identificação de passageiros.

“Destacaria o renovar do compromisso de todos os Estados-Membros de, até ao final de Maio, terem apresentadas e desejavelmente concluídas as iniciativas legislativas para o estabelecimento do registo do nome de passageiros. Portugal está a fazê-lo, neste momento já está em processo legislativo no âmbito do Governo”, começou por referir, acrescentando:

“Contamos que seja aprovada em Conselho de Ministros em tempo de nos permitir ter o debate na Assembleia da República bem antes dessa data, final de Maio, que foi hoje renovada por todos”.

O ministro, que acabara de participar na reunião de ministros dos Assuntos Internos da União Europeia, referia-se à lei europeia PNR (sigla inglesa de registo de identificação dos passageiros), que visa prevenir, detectar, investigar e reprimir infracções terroristas e a criminalidade grave e, assim, reforçar a segurança interna da UE.

Eduardo Cabrita explicou que o trabalho preparatório está já a decorrer, de modo a que quando o enquadramento legal necessário estiver aprovado Portugal esteja em condições de concretizá-lo “de imediato”.

“Em Portugal estamos já a desenvolver contactos numa fase preparatória, quer com a TAP, que é o maior operador em Portugal, quer com outras companhias relevantes, começando por aquelas que têm significativos voos não comunitários”, especificou, indicando que a Directiva PNR será plenamente aplicada quer a voos para fora da UE, como dentro do espaço comunitário.

O ministro da Administração Interna salientou ainda que do encontro com os seus homólogos resultou a intenção do reforço de cooperação em matéria europeia na prevenção do terrorismo.

“Estamos a falar da participação das agências europeias na prevenção do terrorismo, do aprofundamento do diálogo sobre o combate a conteúdos que incentivem o terrorismo ou que permitam o desenvolvimento de acções terroristas através da internet, centrando-nos na necessidade de, por um lado, reforçar a cooperação com várias plataformas que hoje têm níveis de remoção em menos de uma hora superiores a 90%, mas decidindo alargar a actividade a plataformas de menor dimensão e a outras lingas relevantes que não o inglês”, enumerou.

Ainda neste domínio, os ministros dos Assuntos Internos manifestaram o apoio à Comissão Europeia sobre “mecanismos de interoperabilidade entre as bases de informação das várias agências europeias que intervêm na prevenção do terrorismo”.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Portugal

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Ryanair lança-se na venda de bilhetes para eventos desportivos

14-12-2018 (17h12)

A Ryanair anunciou que começou a comercializar bilhetes para eventos desportivos, designadamente para jogos de futebol das primeiras divisões espanhola e francesa.

Brasil autoriza estrangeiros a ter 100% do capital das companhias aéreas do país

14-12-2018 (16h59)

O Presidente do Brasil, Michel Temer, assinou uma medida provisória que abre espaço para que estrangeiros assumam 100% do controlo do capital das companhias aéreas do país.

Operador dinamarquês vai ter charters para Portugal com a Jet Time, após falência da Primera Air

14-12-2018 (15h49)

O operador turístico dinamarquês Bravo Tours contratou a companhia aérea Jet Time para fazer as suas operações charter no próximo Verão, incluindo voos para Portugal, que estavam previstas ser realizadas pela Primera Air, que declarou falência em Outubro.

TAP prevê poupar 30 milhões de euros na factura de combustível em 2019

14-12-2018 (12h56)

A TAP prevê conseguir em 2019 uma poupança de 30 milhões de euros nos custos de combustível, graças à renovação da frota com aviões mais eficientes, de acordo com o Chief Financial Officer (CFO) da companhia, Raffael Quintas.

Manutenção e engenharia da TAP no Brasil prevê lucro de 3 milhões de euros em 2019 – Antonoaldo Neves

14-12-2018 (12h35)

O negócio da manutenção e engenharia da TAP no Brasil, a ex-VEM (Varig Engenharia e Manutenção), atingiu o equilíbrio operacional em 2018 e deverá alcançar em 2019 um lucro operacional de três milhões de euros, disse Antonoaldo Neves, CEO da TAP.