Parlamento português aprova legislação sobre dados de passageiros aéreos

07-12-2018 (15h00)

O parlamento português aprovou hoje a proposta de lei do Governo que permitirá às companhias aéreas transmitir dados dos viajantes para um registo de identificação dos passageiros, como forma de prevenir terrorismo e criminalidade grave.

A lei, aprovada em votação final global, teve os votos favoráveis do PSD, PS e CDS, e contra do BE, PCP e PEV, e a abstenção do PAN.

O diploma, que transpõe uma directiva aprovada pelo Parlamento Europeu em 2016, regula a transferência e o tratamento, pelas transportadoras aéreas, dos dados do registo de identificação de passageiros (PNR, na sigla em inglês) para efeitos de prevenção do terrorismo e de criminalidade grave.

No texto, o Governo sublinha que, “para proteger os direitos de privacidade e de não discriminação, preveem-se restrições à transferência, ao tratamento e à conservação dos dados PNR”.

A directiva europeia visa prevenir, detectar, investigar e reprimir infracções terroristas e criminalidade grave e, assim, reforçar a segurança interna da União Europeia (UE).

O PNR exige que as transportadoras aéreas transmitam aos Estados-membros os dados dos viajantes que chegam ou partem da UE para ajudar a prevenir e combater o terrorismo.

Segundo a directiva europeia, estes dados PNR constituídos por informações fornecidas pelos passageiros e recolhidas pelas transportadoras aéreas durante a reserva dos bilhetes, como o nome, a morada, o número de telefone, o número do cartão de crédito, a bagagem e o itinerário da viagem.

As novas regras exigem que as transportadoras aéreas transfiram os dados dos passageiros dos voos extra-UE (de um país terceiro para um Estado-membro da UE ou vice-versa) dos seus sistemas de reserva para uma unidade especializada do Estado-Membro de chegada ou de partida, tendo em vista lutar contra a criminalidade grave e o terrorismo.

O Conselho de Ministros aprovou a proposta, em Maio, e, em Julho, Portugal foi um dos países avisado pela Comissão Europeia para informar se a directiva europeia já estava transposta para o direito nacional, dado que o prazo já tinha terminado em Maio (clique para ler: Comissão Europeia pede a Portugal para transpor legislação sobre dados de passageiros).

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: Aviação

Clique para ver mais: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Azores Airlines vai manter voos directos entre a ilha Terceira e Toronto no Inverno

23-05-2019 (16h54)

Os voos directos entre a ilha Terceira e Toronto (Canadá), operados pela companhia aérea açoriana Azores Airlines, do grupo SATA, vão estender-se ao Inverno 2019/2020, anunciou hoje o Governo Regional dos Açores.

Delta acredita estar “no bom caminho e com sucesso” em Portugal, director regional de Vendas

23-05-2019 (15h28)

“Não olhamos para o desempenho da concorrência. Estamos no bom caminho e com sucesso”, disse o director regional de Vendas para o Sul da Europa da Delta Airlines, Frederic Schenk, a propósito da concorrência com a TAP nas ligações entre Portugal e a América do Norte.

Senado brasileiro aprova medida que retira limite ao investimento estrangeiro nas companhias aéreas brasileiras

23-05-2019 (09h07)

O Senado brasileiro aprovou na quarta-feira uma medida provisória que autoriza o investimento de até 100% de capital estrangeiro nas companhias aéreas instaladas no país, noticiou a imprensa local.

TAP cresce menos que o mercado Espanha - Portugal e em Madrid até tem quebra

22-05-2019 (16h54)

A TAP, que no primeiro quadrimestre de 2018 foi a companhia de aviação de 42,2% dos passageiros que voaram entre Espanha e Portugal nesse período, este ano baixou para 37,5%, reflectindo a cessação de três rotas e uma quebra de 1,7% no Aeroporto de Madrid.

TAP oferece 100 viagens em leilão para assinalar a chegada do seu 100º avião

22-05-2019 (16h46)

A TAP lançou uma campanha para os clientes do seu programa de fidelização Miles&Go, na qual tem uma centena de viagens para oferecer em leilão, com alojamento em hotéis do grupo Pestana.

Noticias mais lidas