Nenhum aeroporto português conseguiu em Agosto ficar nos mil melhores em pontualidade

06-09-2019 (13h30)

Foto: ANA
Foto: ANA

Os aeroportos do Funchal e de Faro foram os melhores aeroportos portugueses em pontualidade em Agosto, segundo a OAG, cujos dados mostram que em 1.198 aeroportos de todo o mundo, os portugueses ficaram entre os lugares 1.040 e 1.180, que corresponde a 19º pior do mês que é o caso de Lisboa.

Os dados da OAG consultados pelo PressTUR indicam que este Agosto todos os aeroportos portugueses melhoraram a pontualidade relativamente ao mês homólogo de 2018, apesar de terem registado mais voos, mas ainda ficaram entre os 155 piores dos 1.198 com dados publicados pela consultora.

O pior foi Lisboa, com apenas 43,7% de voos a partirem até 15 minutos da hora marcada, ainda assim melhor que os 33,3% de Agosto de 2018, embora a OAG tenha contabilizado mais 163 voos, atingindo um total de 10.142, o 78º maior do mês.

Também com menos de metade dos voos a partirem até 15 minutos da hora marcada estiveram os aeroportos da Horta, com 46,4% (44,4% em Agosto de 2018), e Ponta Delgada, com 49,7% (45,1% há um ano).

Estes aeroportos ficaram assim entre 50 piores do mês, com Lisboa a ter o 19º pior índice deste Agosto, a Horta o 25º pior e Ponta Delgada o 39º.

Seguiram-se o Porto, com 52,5% de voos a partirem até 15 minutos da hora anunciada, no que foi o 55º pior índice do mês, e Terceira, com 53,6%, que foi o 63º pior deste Agosto.

Os melhores aeroportos portugueses em pontualidade este Agosto, de acordo com os dados da OAG, foram, assim, o Funchal, com 62,2% dos voos a saírem até 15 minutos da hora anunciada, e Faro, com 62,1%, ainda assim, o Funchal com o 159º pior índice do mês e Faro com o 154º.

O melhor índice de pontualidade dos grande aeroportos, com mais de dez mil voos em Agosto, foram os de Moscovo Sheremetyevo (17.373 voos no mês), com 93,8% das partidas até 15 minutos da hora anunciada, Dublin (10.842 voos), com 90,3%, e São Paulo Guarulhos (11.315 voos), com 88,5%.

O maior aeroporto em número de voos em Agosto, Chicago O’Hare (40.236 voos) teve 75,2% das partidas até 15 minutos da hora prevista, Atlanta Hartsfield (39.122 voos) teve 80,9%, Dallas (31.682 voos) teve 74,8%, Los Angeles International (28.512 voos) teve 80,2%, e Denver (27.900 voos) teve 76,2%.

O primeiro aeroporto europeu em número de voos em Agosto segundo a OAG foi Frankfurt, com 21.891, e teve um índice de pontualidade de 65,4%, o segundo foi Paris Charles de Gaulle,com 21.501 e um índice de pontualidade de 64,9%, e o terceiro foi Amesterdão, com 21.419 voos e 71,9% de pontualidade.

 

Clique para mais notícias: OAG

Clique para mais notícias: Aeroportos portugueses

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Pilotos de aviões B767-300 da euroAtlantic certificados para voar para Madeira

15-11-2019 (11h35)

A companhia de aviação euroAtlantic anunciou que os pilotos dos seus aviões B767-300ER já estão certificados para voar para a Madeira.

ANAC compreende frustração no aeroporto da Madeira, mas “os ventos mudaram”

15-11-2019 (10h31)

O presidente da Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) disse hoje à Lusa compreender a frustração com as dificuldades de operação no aeroporto da Madeira, mas adverte que “os ventos mudaram”.

“Não creio que tenhamos chegado já a um entendimento” com a TAP, presidente da APAVT

14-11-2019 (20h25)

O presidente da APAVT, Pedro Costa Ferreira, considera que as agências de viagens e a TAP ainda não chegaram a um entendimento e precisam de procurar soluções “que respeitem” os dois lados em matérias como o novo modelo de distribuição da companhia aérea.

Recuperar a SATA “parece uma tarefa inacessível”, Pedro Costa Ferreira

14-11-2019 (19h35)

O presidente da APAVT, Pedro Costa Ferreira, afirmou que recuperar a confiança na operação da SATA, “de cujo percurso, dir-se-ia, pior seria impossível”, parece ser “uma tarefa inacessível a simples humanos”.

TAP baptiza novo A321 LR com nome de Jorge de Sena

13-11-2019 (13h08)

A TAP baptizou um dos seus novos aviões A321 Long Range com o nome Jorge de Sena, em homenagem ao “poeta português que se naturalizou brasileiro e estreitou as relações culturais e literárias entre Portugal e o Brasil”.

Noticias mais lidas