Neeleman compra 30% da Aigle Azur e alarga parceria com chineses da HNA também accionistas da Azul e da TAP

16-11-2017 (15h20)

O accionista industrial da TAP, David Neeleman, comprou 30% da companhia francesa Aigle Azul, que é assim mais uma companhia em que é ‘sócio’ do grupo chinês HNA, além da Azul e da TAP, e que é o maior accionista da primeira companhia aérea europeia privada, com 48% do capital.

A entrada de David Neeleman para o capital da segunda maior companhia francesa foi confirmada pelo grupo fundador da empresa, o Weaving Group, anteriormente denominado GoFast, cujo presidente, Meziane Idjerouidene, considerou em comunicado que dessa forma a Aigle Azur, que voa para Portugal, abre “uma nova etapa da sua longa e rica história”, constituída em 1946, o que faz dela a mais antiga companhia aérea europeia privada.

A imprensa francesa realça a esse propósito que David Neeleman fundou em 1980 a Morris Air, companhia charter que vendeu à Southwest, maior low cost do mundo, e depois criou sucessivamente as low cost canadiana WestJet, a norte-americana JetBlue e a brasileira Azul, da qual se mantém presidente, e, mais recentemente tornou-se o accionista industrial da TAP, com a aquisição de 45% do capital da companhia portuguesa pelo consórcio Atlantic Gateway.

Analistas da aviação contactados pelo PressTUR consideraram que a entrada de Neeleman para o capital da Aigle Azur é tanto um passo no sentido do reforço da parceira com o grupo chinês da Hainan, como antecipa uma possível expansão da actividade da Azul para a Europa, com voos do Brasil para Paris Charles de Gaulle, que poderiam proporcionar conexões para a China com a Hainan Airlines, além de África, concorrendo com Lisboa, para onde a Azul já voa e para onde pode proporcionar conexões para Pequim via voos da Beijing Capital, outra das companhias do HNA, e para África com a TAP.

 

Clique para mais notícias: David Neeleman

Clique para mais notícias: Aigle Azur

Clique para mais notícias: Azul

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Ryanair lança-se na venda de bilhetes para eventos desportivos

14-12-2018 (17h12)

A Ryanair anunciou que começou a comercializar bilhetes para eventos desportivos, designadamente para jogos de futebol das primeiras divisões espanhola e francesa.

Brasil autoriza estrangeiros a ter 100% do capital das companhias aéreas do país

14-12-2018 (16h59)

O Presidente do Brasil, Michel Temer, assinou uma medida provisória que abre espaço para que estrangeiros assumam 100% do controlo do capital das companhias aéreas do país.

Operador dinamarquês vai ter charters para Portugal com a Jet Time, após falência da Primera Air

14-12-2018 (15h49)

O operador turístico dinamarquês Bravo Tours contratou a companhia aérea Jet Time para fazer as suas operações charter no próximo Verão, incluindo voos para Portugal, que estavam previstas ser realizadas pela Primera Air, que declarou falência em Outubro.

TAP prevê poupar 30 milhões de euros na factura de combustível em 2019

14-12-2018 (12h56)

A TAP prevê conseguir em 2019 uma poupança de 30 milhões de euros nos custos de combustível, graças à renovação da frota com aviões mais eficientes, de acordo com o Chief Financial Officer (CFO) da companhia, Raffael Quintas.

Manutenção e engenharia da TAP no Brasil prevê lucro de 3 milhões de euros em 2019 – Antonoaldo Neves

14-12-2018 (12h35)

O negócio da manutenção e engenharia da TAP no Brasil, a ex-VEM (Varig Engenharia e Manutenção), atingiu o equilíbrio operacional em 2018 e deverá alcançar em 2019 um lucro operacional de três milhões de euros, disse Antonoaldo Neves, CEO da TAP.

Ultimas Noticias