Lufthansa alarma mercados com revisão em forte baixa da previsão de resultados

17-06-2019 (14h46)

Imagem: Lufthansa
Imagem: Lufthansa

A Lufthansa revelou hoje uma previsão de queda acentuada do resultado operacional ajustado de não recorrentes, que conduziu a forte quebra da sua cotação na Bolsa de Frankfurt e ‘ondas de choque’ nos títulos das outras companhias de aviação europeias.

O grupo alemão indicou que a sua nova previsão de resultado operacional (EBIT, do inglês para resultados antes de juros e impostos) aponta para 2.000 a 2.400 milhões de euros este ano, que compara com 2.836 milhões em 2018 e 2.969 milhões em 2017.

A informação indica ainda que assim o grupo antecipa uma margem operacional antes de não recorrentes entre 5,5% e 6,5%, quando antes previa uma margem entre 6,5% e 8% e em 2018 registara 7,9% e em 2019 tivera 8,3%.

A informação avança que o grupo prevê que a margem operacional ajustada das suas companhia de rede (Lufthansa, Swiss e Austrian) se situe entre 7% e 9%, quando anteriormente previa 7,5% a 9,5%.

Para a subsidiária Eurowings, que inclui a Brussels e que é associada ao negócio de voos low cost a degradação é mais drástica, pois passa de uma previsão de ‘equilíbrio’, com margem zero, para prejuízos, com a margem a situar-se entre -4% e -6%.

De acordo com a imprensa internacional a divulgação destas previsões atirou as acções do grupo para terreno negativo, com a queda a chegar aos 17% antes de ajustar para os 12% por volta das 9h00 e colocou também no ‘vermelho’ as acções de concorrentes como a Ryanair, a British Airways, a Wizz Air, a Air France e a easyJet, que registavam quedas até 4,4%.

 

 

Clique para mais notícias: Lufthansa

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Europa

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

EL AL já voa com o seu novo B787 Dreamliner

10-12-2019 (16h38)

A companhia de aviação EL AL Israel Airlines anunciou que já recebeu o seu 13º avião Boeing 787 Dreamliner, com matrícula 4X-ERA, e que já se encontra em operação.

‘Lista negra’ da UE inclui companhias aéreas de Angola, São Tomé, Guiné Equatorial e Venezuela

10-12-2019 (16h28)

Companhias de aviação de Angola, São Tomé e Príncipe, Guiné Equatorial e Venezuela constam a ‘lista negra' de 115 transportadoras proibidas de voar para a União Europeia (UE) divulgada em Bruxelas.

TAP Air Cargo anuncia novo website

10-12-2019 (16h13)

A TAP Air Cargo, uma unidade da TAP Air Portugal, tem um novo website onde fornece informação de produtos e serviços, cotações, horários, reservas, cartas de porte electrónicas, ‘track & trace’ das cargas e canais de contacto imediato e directo com o serviço ao cliente.

Finnair vai fazer mais 37 voos Porto - Helsínquia em 2020

10-12-2019 (13h42)

A companhia de aviação finlandesa Finnair vai voar entre o Porto e Helsínquia em 2020 mais cerca de quatro meses que este ano, o que se traduzirá num aumento de 37 voos face a este ano, o primeiro de operação, que Rita Cascada, da APG, representante da companhia em Portugal, afirmou ao PressTUR ter sido “um êxito”.

América Latina proporciona 47,4% do crescimento de tráfego do IAG até Novembro

09-12-2019 (17h45)

As rotas da América Latina estão a ser de forma cada vez mais clara o ‘motor’ de crescimento do IAG, grupo que integra a British Airways, a Iberia, a Vueling, a Aer Lingus e a Level, tendo valido até Novembro 47,4% do crescimento de tráfego na totalidade das operações.

Noticias mais lidas