Lisboa teve o 5º maior aumento de passageiros dos aeroportos europeus em Maio

07-07-2017 (16h26)

Embora fora do Top5 de crescimento relativo do seu grupo em Maio, o Aeroporto Humberto Delgado de Lisboa foi, no entanto, o aeroporto europeu que teve o 5º maior aumento de passageiros no mês, com mais 359 mil que no mês homólogo de 2017, concluiu o PressTUR a partir dos dados publicados hoje pelo ACI (Airports Council International) Europa.

A análise efectuada pelo PressTUR demonstrou que à frente de Lisboa cotaram-se apenas três aeroportos em recuperação — Antalya (com mais 674,5 mil), Moscovo Sheremetyevo, com mais 480,5 mil, e Moscovo Domodedovo, com mais 420,2 mil — e Amesterdão Schiphol, que tem liderado o crescimento na Europa, com mais 465,7 mil.

Relativamente aos restantes aeroportos portugueses, a análise do PressTUR mostrou que Faro teve o 31º maior aumento do mês de Maio, com mais 140,3 mil passageiros que há um ano, e o Porto foi 34º, com mais 127,4 mil.

Estes dois aeroportos portugueses atingiram no entanto o Top5 de crescimento relativo dos aeroportos europeus do Grupo 3 (que têm cinco milhões a dez milhões de passageiros por ano), com Faro em 4º lugar, com um aumento em 16,9%, e o Porto em 5º, com +15,1%, depois de Kiev, com +28,8%, Nápoles, com +26,6%, e Keflavik, com +22,8%.

Esta classificação ‘favorece’, no entanto, aeroportos com baixos número de passageiros, de que é exemplo Bucareste, que o ACI coloca nº 1 do Top5 do Grupo 4 (aeroportos com menos de cinco milhões de passageiros por ano), por uma subida em 821,4%, porque passou de 159 passageiros em Maio de 2016 para 1.465 em Maio deste ano.

Isto deixa fora aeroportos como Ponta Delgada e o Funchal, que tiveram ambos mais 26 mil passageiros que em Maio de 2016, o primeiro subindo assim de 148º maior aeroporto europeu para 142º, com 163,3 mil (+19,5%) e o segundo mantendo-se em 112º, com 298,7 mil (+9,6%).

Lisboa, com 2,27 milhões de passageiros em Maio foi o 25º maior aeroporto neste mês, melhorando uma posição em relação a 2015, o Porto, com 971,5 mil, foi 50º, melhorando duas posições, e Faro, com 970,9 mil, foi 51ª, melhorando quatro posições.

Os dados do ACI Europa relativos a Maio incluem 242 aeroportos que neste mês tiveram 172,6 milhões de passageiros, +8,2% ou mais 13,07 milhões que no mês homólogo de 2016.

Os cinco aeroportos incluídos somaram 4,68 milhões de passageiros, com um aumento em 17% ou 679,4 mil.

 

Clique para mais notícias: Aeroportos portugueses

Clique para mais notícias: Aeroportos europeus - ACI

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Governo está em negociações com a Ryanair para aumentar voos com Alemanha

16-01-2019 (17h45)

O ministro Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira, disse hoje que o Governo está em negociações com a Ryanair para aumentar ligações aéreas com a Alemanha, origem/destino que para este Inverno tem programados 177 voos regulares por semana de/para Lisboa, operados pelas transportadoras TAP, easyJet, Eurowings, Lufthansa e Ryanair.

Newtour adopta conexões NDC para aceder aos voos do Grupo Lufthansa

16-01-2019 (13h40)

A Newtour, que integra o operador turístico Soltrópico e as agências de viagens Bestravel, assinou um acordo para poder reservar voos das companhias do Grupo Lufthansa através de conexões NDC.

Iberia lança novo website corporativo

16-01-2019 (12h34)

A companhia de aviação espanhola Iberia lançou um novo website corporativo, que diz ter um design mais moderno e intuitivo, fornecendo informações completas sobre a empresa.

Presidente da TAP sinaliza que resultados de 2018 interrompem trajectória “positiva e crescente”

15-01-2019 (18h01)

O ano de 2018 será um “intervalo de curtíssimo prazo” na trajectória dos resultados da TAP, que a médio e longo prazo é “positiva e crescente”, afirmou hoje o presidente do Conselho de Administração do Grupo TAP, Miguel Frasquilho.

TAP prevê ter “em breve” voos em code-share Lisboa – Pequim, via Xi’an, diz Miguel Frasquilho

15-01-2019 (17h17)

O presidente do Conselho de Administração da TAP, Miguel Frasquilho, disse hoje que a companhia prevê ter “em breve”, previsivelmente “em Fevereiro ou Março”, um acordo de code-share com a Beijing Capital Airlines para vender os seus voos entre Lisboa e Pequim, via Xi’An.