Ligações internacionais contam menos em Julho nas companhias aéreas brasileiras

27-08-2012 (16h13)

O Brasil teve em Julho apenas duas companhias aéreas a operar voos internacionais, a TAM e a GOL, e que em conjunto reduziram a capacidade em 1,3%, ainda assim menos do que a queda da procura, que baixou 2,3%, levando a uma queda da taxa de ocupação média dos voos em 0,8 pontos, segundo os dados publicados hoje pela ANAC.

Tanto a redução da oferta quanto a queda do tráfego foram da parte da TAM, que domina por grande margem o segmento de voos internacionais da aviação comercial brasileira e que em Julho reduziu a capacidade em 3,2% e teve uma queda do tráfego de 3,3%.

Dado o peso da TAM nos voos internacionais, essas quebras foram suficientes para levar a uma queda global do segmento internacional, ainda que a GOL tenha aumentado a capacidade em 24,8% e tenha registado um crescimento do tráfego em 20%.

Os dados da ANAC mostram que apesar desses incrementos por parte da GOL, sem operações internacionais da Avianca e da Webjet e com a redução da TAM, a capacidade que a aviação comercial brasileira destinou aos voos internacionais encolheu de 22,2% da capacidade total em Julho de 2011 para 21,6% este ano, e a proporção em tráfego transportado baixou de 24,4% para 22,6%.

Estes dados mostram que o mercado brasileiro pendeu em Julho para as férias dentro do País, o que também é corroborado pelos dados mais recentes do Banco Central do Brasil e da Infraero, empresa gestora dos aeroportos brasileiros ( Brasileiros cortam mais os gastos no estrangeiro em mês de férias escolares e Tráfego internacional de e para Brasil recua 1,3% em Julho)

 

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Governo açoriano reforça capital social da SATA Air Açores em 27 milhões de euros

16-07-2018 (16h31)

O Governo dos Açores anunciou hoje um reforço em 27 milhões de euros do capital social da SATA Air Açores, companhia aérea que assegura as ligações aéreas entre as nove ilhas açorianas, "por via da subscrição de 5.400.000 novas ações".

Lufthansa “refuta falsas alegações da Ryanair” sobre a LaudaMotion

16-07-2018 (15h28)

O Grupo Lufthansa afirmou que “são completamente infundadas” as alegações da Ryanair de que a LaudaMotion está sobre ameaça do grupo alemão, “que tenta retirar as nove aeronaves que se viu forçada a ceder à Laudamotion pela Comissão Europeia para lhe permitir reiniciar os seus serviços”.

Grupo SATA encerra contas de 2017 com prejuízos de 41 milhões de euros

16-07-2018 (13h32)

O Grupo SATA encerrou as contas de 2017 com prejuízos de 41 milhões de euros, valor que quase triplicou em relação a 2016 (14 milhões), revela o relatório e contas da companhia, a que a Lusa teve acesso.

António Teixeira é o novo presidente do conselho de administração da SATA

16-07-2018 (11h28)

O Governo dos Açores anunciou a escolha do gestor de empresas António Luís Gusmão Teixeira para a presidência do conselho de administração da SATA, substituindo Paulo Menezes, que ocupa o cargo desde o final de 2015.

TACV Cabo Verde Airlines prevê receber hoje mais um avião

16-07-2018 (11h19)

A companhia aérea TACV Cabo Verde Airlines, que no Sábado recebeu o seu primeiro avião Boeing 757, tem previsto receber hoje, segunda-feira, mais uma aeronave e assim “retomar a estabilidade operacional”.