LATAM declara melhor resultado desde a formação do grupo em 2012

13-03-2019 (12h28)

Foto: LATAM
Foto: LATAM

O grupo LATAM, constituído em 2012 pela integração da brasileira TAM na chilena LAN, declarou hoje que em 2018 obteve o melhor resultado líquido desde a sua constituição, no montante de 181,9 milhões de dólares.

A informação indica que o resultado traduz um aumento em 17,1% face a 2017, apesar de considerar que 2018 foi um ano desafiados para a aviação na América do Sul, pelo aumento de custos dos combustíveis, instabilidade política antes das eleições presidenciais no Brasil, volatilidade na Argentina, desvalorização das moedas locais com impacto nas viagens internacionais.

No seu caso, o grupo LATAM atribui o aumento de lucros nesse contexto às suas acções de redução de custos, tanto mais quanto as receitas totais aumentaram apenas 2%, para 10,36 mil milhões de dólares, nomeadamente porque as receitas de passagens, principal área de negócios, cresceram apenas 2,5%, para 8,7 mil milhões.

Essa evolução, de acordo com a informação divulgada pelo grupo, foi proporcionada por crescimento do tráfego em RPK em 2,9%, ainda que inferior ao aumento de capacidade (5%), levando a uma queda da taxa de ocupação em 1,7 pontos, para 83,1%, já que o yield (preço médio por quilómetro voado) até baixou 0,4%, o que associado à descida da ocupação levou a uma queda da receita unitária em 2,4%.

Porém, do lado dos custos o grupo teve uma decida do custo unitário em 2,6%, pela queda em 10,8% dos custos unitários não fuel, já que o combustível custou +28,6%, significando um aumento de 664,2 milhões de dólares, para 2.983 milhões.

O balanço mostra que proporcionaram a poupança as reduções de custos com pessoal, em 10,1% ou 203,6 milhões de dólares, para 1.819,9 milhões, com comissões às agências, em 11,9% ou 29,9 milhões, para 222,5 milhões, serviços aos passageiros, em 2,9% ou 8,4 milhões, para 280,2 milhões, alugueres de aviões, em 7,1% ou 41,2 milhões, para 538,3 milhões, manutenção de aviões, em 11,3% ou 48,6 milhões, para 382,2 milhões, e na rubrica “outras despesas operacionais”, em 10,4% ou 144,1 milhões, para 1.237,4 milhões.

O grupo teve ainda assim um decréscimo do resultado operacional em 1,3%, para 705,1 milhões de dólares, que compensou reduções de juros e perdas cambiais, de modo que antes de impostos já apresentou um lucro em alta de 65%, para 226,9 milhões de dólares.

O grupo LATAM começou em finais do ano passado a voar para Lisboa, de São Paulo, com a sua subsidiária brasileira, LATAM Brasil, antiga TAM, da qual passou a deter 51% desde Fevereiro, mais dois pontos que inicialmente.

 

Clique para mais notícias: LATAM

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Etihad chega a mais dez destinos com a TAP via Lisboa e Porto

16-10-2019 (16h02)

A Etihad Airways, companhia de aviação do Abu Dhabi, anunciou que vai expandir o code-share com a TAP a mais dez rotas via Lisboa e Porto, a partir do início do fim deste mês, início do chamado Inverno IATA.

TAP anuncia nova classe EconomyXtra no médio curso

15-10-2019 (16h53)

A TAP anunciou hoje que os seus clientes passaram a ter nos voos de médio curso mais uma opção de viagem, a EconomyXtra, que proporciona “espaço extra para as pernas” e “refeições melhoradas face às actuais”, incluindo “refeições quentes nos horários de almoço/jantar, em algumas rotas, como Paris, Roma ou Frankfurt, entre outras”.

Movimento de passageiros no Aeroporto de Macau cresce 17% este Verão

15-10-2019 (14h30)

O Aeroporto Internacional de Macau contabilizou 2,51 milhões de passageiros no terceiro trimestre deste ano, que significam um aumento de 17% em relação ao Verão de 2018.

Aeroportos portugueses crescem no Verão ligeiramente menos que a média do grupo Vinci

14-10-2019 (15h31)

Os aeroportos portugueses geridos pela ANA cresceram no terceiro trimestre, que corresponde ao Verão, época mais forte da aviação no Hemisfério Norte, duas décimas abaixo do aumento médio de passageiros no conjunto dos aeroportos geridos pelo grupo Vinci, embora com Lisboa e Porto a terem crescimentos mais fortes.

TAP passa a ter voo diário para Natal em A321neo LR no primeiro trimestre do próximo ano

14-10-2019 (13h55)

A TAP tem previsto para o primeiro trimestre do próximo ano a introdução da versão de longo alcance do A321neo na rota Lisboa – Natal, com reforço da frequência de voos para diário.

Noticias mais lidas