LAM espera transportar 12 a 14 mil passageiros entre Lisboa e Maputo no primeiro ano

08-10-2019 (11h27)

Foto: Nils Nedel / Unsplash
Foto: Nils Nedel / Unsplash

A LAM – Linhas Aéreas de Moçambique anunciou que vai voar entre Lisboa e Maputo a partir de Março, três vezes por semana, num A340-300 de 267 lugares da Hi Fly, esperando transportar 12 mil a 14 mil passageiros no primeiro ano.

A aeronave, propriedade da companhia aérea portuguesa Hi Fly, com a qual a LAM fez um acordo por um período experimental de seis meses, inclui 213 lugares em classe económica, 42 em económica premium e 12 em executiva.

Os voos serão operados às segundas, quartas e sextas-feiras no sentido Maputo – Lisboa e às terças, quintas-feiras e Sábados no sentido Lisboa para Maputo.

“Queremos transportar no primeiro ano entre 12 mil e 14 mil passageiros. Mas obviamente que temos de ajustar a nossa oferta ao que veremos a acontecer no mercado”, disse o director-geral da LAM, João Carlos Pó Jorge, à Lusa.

A base vai ser inicialmente “o mercado étnico entre Moçambique e Portugal, a diáspora moçambicana, que foi na verdade quem fez muita pressão para que este voo acontecesse. E compreende-se, porque estavam a voar para Maputo via outros destinos, e obviamente que o voo directo é melhor", afirmou o responsável da LAM.

Por outro lado, “queremos ir buscar aquele grupo de pessoas que está cá, que saiu de Moçambique há muitos anos, e que pensamos que vai começar a voltar para visitar” o país, acrescentou.

Há ainda o mercado "corporate a começar a intensificar-se muito, por causa dos projectos grandes do petróleo e do gás, em que a portuguesa Galp é uma das empresas presente, e também por causa de algumas indústrias de transformação”, concluiu João Carlos Pó Jorge.

(PressTUR com Agência Lusa)

Ver também:

LAM quer negociar um acordo de code-share com a TAP

 

Clique para ver mais: Aviação

Clique para ver mais: LAM

Clique para ver mais: África

Clique para ver mais: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Expansão da TAP “espera ansiosamente" pelo aeroporto no Montijo – Miguel Frasquilho

18-10-2019 (13h40)

O presidente do Conselho de Administração da TAP, Miguel Frasquilho, afirmou em Macau que a expansão da TAP depende da construção do novo aeroporto no Montijo, que a companhia aérea portuguesa “espera ansiosamente" para poder expandir na Portela, em Lisboa.

Presidente da TAP descarta voos directos para a China “num futuro imediato”

18-10-2019 (13h38)

O presidente do Conselho de Administração da TAP, Miguel Frasquilho, descartou a hipótese de a companhia fazer voos directos de Portugal para a China "num futuro imediato", apesar do crescimento de turistas daquele país asiático.

TAP anuncia mais 20% de capacidade para Luanda no próximo ano

17-10-2019 (14h53)

A TAP vai reforçar a sua capacidade para Luanda em mais 20% a partir do próximo ano, anunciou na capital angolana o seu Chief Marketing and Sales Officer, Abílio Martins, que realçou que para a companhia Angola “é um mercado estratégico”.

EgyptAir abre terceira rota para a China

17-10-2019 (13h47)

A companhia de aviação egípcia EgyptAir, parceira da TAP na Star Alliance, anunciou para finais do próximo mês a abertura da sua terceira rota para a China, do seu hub no Cairo para Hangzhou.

Swiss retoma hoje operação normal em A220

17-10-2019 (13h39)

A Swiss, companhia de aviação suíça do grupo Lufthansa, anunciou que hoje retoma o calendário normal de voos em Airbus A220, que decidiu interromper depois de na terça-feira ter tido que desviar para Paris um voo Londres Heathrow - Genebra porque um dos motores parou.

Noticias mais lidas