Iberia é a companhia do IAG que está com o crescimento de tráfego mais forte este ano

07-11-2018 (16h02)

A companhia de aviação espanhola Iberia é a operadora aérea do IAG, do qual fazem parte também a British Airways, a Vueling e a Iberia, que está com o crescimento de tráfego mais forte nos primeiro dez meses deste ano, com um aumento em 11,1%, que lhe dá também o maior aumento da taxa média de ocupação, com uma subida de 1,9 pontos para 86,2%.

Os dados mais recentes do grupo apontam para que a companhia espanhola esteja a beneficiar do seu posicionamento como líder no tráfego entre a Europa e a América Latina e Caraíbas, que registou um crescimento médio do tráfego nos primeiros dez meses em 8,2% com um aumento do número de passageiros embarcados em 8,2% ou 331 mil, para 4,38 milhões.

Adicionalmente, a Iberia beneficia de o grupo contabilizar como tráfego seu o que viaja na nova marca de lazer de longo curso Level, que começou por ter voos de Barcelona e já estendeu as operações a Paris, relativamente à qual o IAG não especifica dados isoladamente.

Os dados agregados do grupo indicam que no fim de Outubro somava 96.269 milhões de passageiros embarcados, +7,7% ou mais 6,9 milhões que no período homólogo de 2017, com aumentos em todos os sectores de rede, em 9,5% ou 1,96 milhões em voos domésticos no Reino Unido, Espanha, Irlanda e Itália, para 22,5 milhões, em 7,7% ou 3,7 milhões em voos internacionais intra-europeus, para 52,2 milhões, em 7,9% ou 753 mil na América do Norte, para 10,28 milhões, em 2,3% ou 112 mil em África, Médio Oriente e Ásia do Sul, para 4,95 milhões, e em 0,7% ou 13 mil no sector Ásia e Pacífico, para 1,9 milhões.

Em RPK, medida mais fiável por ponderar o número de passageiros pelas distâncias voadas, o crescimento médio nos primeiros dez meses do ano é de 6,9%, com 11,7% em voos domésticos, 8,2% no sector América do Norte e no sector América Latina e Caraíbas, 7,9% em voos internacionais intra-europeus e 2,7% no sector África, Médio Oriente e Ásia do Sul, mas uma ligeira queda em 0,3% no sector Ásia e Pacífico.

Por companhias, a Iberia liderou com um crescimento médio em 11,1%, seguida pela também espanhola Vueling, com +9,8%, e, depois, pela irlandesa Aer Lingus, com +9,4%, e finalmente a British Airways, com +3,4%.

A informação do IAG mostra que todas apresentam também melhores taxas de ocupação que nos primeiros dez meses de 2017, com +1,9 pontos na Iberia e +0,7 pontos na Vueling, que também são as que têm as taxas médias mais elevadas, cada uma delas com 86,2%.

Segue-se a British Airways, com 82,8%, em alta de 0,7 pontos, e Aer Lingus, com 82,%, em alta de 0,3 pontos.

 

Clique para mais notícias: IAG

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

LATAM volta a ter quebra da taxa de ocupação em Outubro

13-11-2018 (18h13)

As companhias do grupo LATAM, cuja subsidiária brasileira já está a voar entre São Paulo e Lisboa, tiveram em Outubro nova queda significativa da taxa de ocupação dos voos, desta feita em 4,4 pontos, para 82,5%, já que para um aumento de capacidade em 7% tiveram um crescimento do tráfego de apenas 1,5%.

Aeroporto de Lisboa melhora pontualidade em Outubro, mas sem sair dos 20 piores do mundo

13-11-2018 (18h06)

O Aeroporto de Lisboa voltou em Outubro a ter mais de metade das partidas a saírem até 15 minutos da hora marcada, mas por pequena margem, mantendo-se assim entre os 20 piores em 1.195 aeroportos de todo o mundo com dados publicados pela consultora OAG.

TAP alcança em Outubro melhor pontualidade desde Maio, mas ainda é a 5ª pior do ranking da OAG

13-11-2018 (18h05)

A TAP teve em Outubro 56,4% dos voos a chegarem até 15 minutos da hora marcada, que é o seu melhor registo desde Maio (58,1%), mas ainda assim o 5º pior do mês no ranking publicado pela consultora OAG e que inclui 153 companhias.

Pilotos da Air Nostrum convocam greve para o final do mês

13-11-2018 (17h53)

Os representantes do sindicato SEPLA na companhia de aviação Air Nostrum anunciaram que vão entrar em greve nos dias 23, 26 e 30 de Novembro, após uma reunião de mediação com a SIMA, que terminou sem acordo entre as partes.

A321neo LR da TAP terão uma das melhores executivas em aviões narrowbody no mercado transatlântico

13-11-2018 (16h46)

Com poltronas totalmente reclináveis (lie-flat beds), até ficarem na horizontal, a TAP vai ter um dos melhores produtos business no competitivo mercado de voos transatlânticos, de acordo com o portal especializado em aviação “AirlineGeeks”.