Grupo Lufthansa transportou até Novembro mais passageiros que em todo o ano de 2017

11-12-2018 (16h46)

Foto: Lufthansa
Foto: Lufthansa

As companhias do grupo Lufthansa transportaram 132,4 milhões de passageiros nos primeiros onze meses deste ano, já tendo ultrapassado assim o total do ano de 2017, porque ultrapassou em muito o total do ano passado na Eurowings, incluindo Brussels.

Os dados de tráfego publicados hoje indicam que a principal companhia do grupo a Lufthansa somou até Novembro 65,24 milhões de passageiros, com um aumento em 6,6% face ao período homólogo de 2017, mas sem ultrapassar o total do ano passado, em que contabilizou 66,2 milhões de passageiros.

A Swiss, que tem um crescimento homólogo em 9,6%, atingindo um total de 18,9 milhões de passageiros, ficou assim próximo do total do ano passado, que foi de 18,93 milhões, e a Austrian, com 12,98 milhões, a crescer 8,7%, já ultrapassou o total de 2017 que foi de 12,85 milhões.

As companhias de rede tiveram, assim, um aumento de passageiros em 7,5%, para 96,559 milhões, mas ainda ficaram aquém do total de 2017, em que transportaram 97,42 milhões.

Eurowings e Brussels, que antes o grupo denominava companhias ponto-a-ponto, por sua vez, estão no fim de Novembro com um aumento de passageiros em 18,7%, atingindo um total de 35,86 milhões, já mais 3,2 milhões que em todo o ano de 2017.

A informação publicada hoje pelo grupo indica que em RPK (passageiros x quilómetros voados) o crescimento médio do grupo é de 8,8%, o que lhe proporciona uma melhoria da taxa média de ocupação em0,6 pontos, para 81,7%, com 81,7% nas companhias de rede (+0,4 pontos) e 81,5% na Eurowings (+1,6 pontos).

A informação especifica ainda que o crescimento das companhias de rede foi de 9,5% nas linhas intra-europeias, 5,2% nas ligações com o continente americano, 3,9% nas rotas da Ásia e Pacífico e 3,7% nas ligações com o Médio Oriente e África.

Para a Eurowings, incluindo a Brussels, a informação indica que os crescimentos foram de 23% em voos de curto e médio curso e 25,5% nos voos de longo curso.

 

Clique para mais notícias: Lufthansa

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Governo está em negociações com a Ryanair para aumentar voos com Alemanha

16-01-2019 (17h45)

O ministro Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira, disse hoje que o Governo está em negociações com a Ryanair para aumentar ligações aéreas com a Alemanha, origem/destino que para este Inverno tem programados 177 voos regulares por semana de/para Lisboa, operados pelas transportadoras TAP, easyJet, Eurowings, Lufthansa e Ryanair.

Newtour adopta conexões NDC para aceder aos voos do Grupo Lufthansa

16-01-2019 (13h40)

A Newtour, que integra o operador turístico Soltrópico e as agências de viagens Bestravel, assinou um acordo para poder reservar voos das companhias do Grupo Lufthansa através de conexões NDC.

Iberia lança novo website corporativo

16-01-2019 (12h34)

A companhia de aviação espanhola Iberia lançou um novo website corporativo, que diz ter um design mais moderno e intuitivo, fornecendo informações completas sobre a empresa.

Presidente da TAP sinaliza que resultados de 2018 interrompem trajectória “positiva e crescente”

15-01-2019 (18h01)

O ano de 2018 será um “intervalo de curtíssimo prazo” na trajectória dos resultados da TAP, que a médio e longo prazo é “positiva e crescente”, afirmou hoje o presidente do Conselho de Administração do Grupo TAP, Miguel Frasquilho.

TAP prevê ter “em breve” voos em code-share Lisboa – Pequim, via Xi’an, diz Miguel Frasquilho

15-01-2019 (17h17)

O presidente do Conselho de Administração da TAP, Miguel Frasquilho, disse hoje que a companhia prevê ter “em breve”, previsivelmente “em Fevereiro ou Março”, um acordo de code-share com a Beijing Capital Airlines para vender os seus voos entre Lisboa e Pequim, via Xi’An.