Grupo Finnair mais que duplica lucros até ao fim de Setembro

25-10-2017 (16h21)

Foto: Airbus
Foto: Airbus

O Grupo Finnair, que já anunciou que no próximo ano voltará a voar de/para Lisboa, divulgou hoje que no fim de Setembro está com um aumento dos proveitos em 10,1%, para 1.923,1 milhões de euros, o resultado operacional sobe 105,4%, para 201,3 milhões, e o resultado líquido ‘dispara’ 113,2%, para 152,3 milhões.

Para o terceiro trimestre, o grupo indicou subidas dos proveitos em 14,7%, para 735,4 milhões de euros, do resultado operacional em 5,9%, para 122,2 milhões e do resultado líquido em 6,8%, para 93,6 milhões.

A informação para o terceiro trimestre especifica que o aumento das receitas em 14,7% compreendeu aumentos de 15,9% nas receitas de passagens, para 597,7 milhões de euros, de 10,5% nos produtos complementares (ancillary), para 37,6 milhões, 13,6% em carga, para 51,6 milhões, e 15,8% em serviços, para 48,7 milhões.

O grupo indicou também que teve o aumento das receitas de passagens em 15,9%, para 597,7 milhões de euros, foi com aumentos em 25,3% nas rotas da Ásia, para 281,7 milhões, 11,7% nas rotas internacionais intra-europeias, para 238,9 milhões, 4,9% nas rotas da América do Norte, para 40,2 milhões, e 3,1% nas rotas domésticas, para 32,1 milhões.

Nos dois sectores com mais peso na sua actividade, o grupo teve melhores desempenhos em receita do que em tráfego, o qual, em RPK, cresceu em média 15%, com +20% nas rotas da Ásia e +11% nas rotas internacionais intra-europeias.

As rotas da América do Norte também tiveram crescimento, em 10,2%, e as rotas domésticas tiveram um decréscimo em 4%.

Nos nove meses de Janeiro a Setembro, inclusive, o aumento das receitas em 10,1%m para 1.923,1 milhões de euros, compreendeu subidas das receitas de passagens em 11%, para 1.529,5 milhões, dos ancillary em 14,5%, para 107,4 milhões, e da carga em 9,8%, para 140,2 milhões.

O aumento das receitas de passagens compreendeu, por sua vez, aumentos em 18,7% das receitas do sector Ásia, para 669,2 milhões, das rotas internacionais intra-europeias em 10%, para 636,5 milhões, da América do Norte em 0,1%, para 92,9 milhões, e do doméstico em 4,3%, para 124,6 milhões.

O aumento das receitas de passagens em 11% compara com uma subida do tráfego em RPK em 11,6%, se bem que o sector com mais peso, das ligações com a Ásia, o crescimento das receitas em 18,7% tenha sido face a um aumento do tráfego em 15,2%.

Já na Europa o crescimento das receitas foi de 10% e o aumento do tráfego foi de 9,6%, no Atlântico Norte as receitas aumentaram 0,1% face a um aumento do tráfego em 3,2% e no doméstico as receitas aumentaram 4,3% face a um aumento do tráfego em 2,5%.

Assim, o grupo teve no terceiro trimestre uma subida do yield em 0,8%, mas nos nove meses desde o início do ano ainda tem um decréscimo em 0,5%.

Apesar desta descida, via taxa de ocupação, que nos nove meses sobe 4,1 pontos, para 84,3%, o grupo tem um aumento da receita unitária (por lugar voado um quilómetro) em 3,7%.

No terceiro trimestre, o aumento da receita unitária foi de 3,3%, com uma subida da taxa de ocupação em três pontos, para 87,2%, a somar-se à subida do yield em 0,8%.

O grupo Finnair transportou 3,27 milhões de passageiros no terceiro trimestre e nos nove meses desde o início do ano soma 8,95 milhões, com aumentos face aos períodos homólogos de 2016 respectivamente em 9,6% e em 8,2%.

 

Clique para mais notícias: Finnair

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Vueling vai ter voos Tenerife - Lisboa

15-02-2019 (16h56)

A Vueling, low cost do IAG, grupo de que fazem parte também a British Airways, a Iberia, a Aer Lingus e a Level, vai ter voos entre Tenerife e Lisboa a partir de Abril.

TAP transporta menos passageiros este Janeiro nas suas rotas espanholas

15-02-2019 (15h47)

A TAP, que em meados do ano passado retirou A Coruña, Astúrias e Vigo da sua rede de destinos em Espanha, começou 2019 com uma quebra de passageiros nas ligações com o país vizinho em 3,4% ou cerca de 4,7 mil, de acordo com dados da AENA, gestora dos aeroportos espanhóis, recolhidos pela AENA.

Passageiros em voos entre Espanha e Portugal aumentam 10,8% em Janeiro

15-02-2019 (15h33)

Os aeroportos espanhóis somaram este Janeiro 357,6 mil passageiros de voos de/para Portugal, +10,8% ou mais 34,9 mil que no primeiro mês de 2018, de acordo com dados da AENA, gestora dos aeroportos espanhóis, recolhidos pelo PressTUR.

Aeroportos espanhóis começam 2019 com aumento de um milhão de passageiros

15-02-2019 (15h08)

Os 49 aeroportos espanhóis somaram 16,58 milhões de passageiros no primeiro mês deste ano, com um aumento em 7% ou 1,08 milhões em relação a Janeiro de 2018, cerca de metade do qual em Madrid Barajas e em Barcelona El Prat, de acordo com a AENA, gestora dos aeroportos espanhóis.

Lucro da Finnair baixa 11% para 150,7 milhões de euros em 2018

15-02-2019 (14h37)

A Finnair, que voa de Helsínquia para Lisboa e tem programado voar também para o Porto, obteve um lucro líquido de 150,7 milhões de euros em 2018, menos 11% do que no ano anterior, apesar de um aumento da facturação.