Governo moçambicano quer acelerar plano de reestruturação da LAM

09-07-2018 (13h44)

O primeiro-ministro moçambicano, Carlos Agostinho do Rosário, disse que o Governo vai acelerar o plano de reestruturação das Linhas Aéreas de Moçambique (LAM), considerando a recuperação da companhia uma prioridade.

"Nós temos um programa de reestruturação e a LAM tem este trabalho em curso. Vamos acelerá-lo", disse Carlos Agostinho do Rosário, citado hoje pela Agência de Informação de Moçambique (AIM).

De acordo com o primeiro-ministro moçambicano, o objectivo do Governo é encontrar um parceiro estratégico para recuperar a companhia da crise que atravessa, que foi provocada por dívidas internas.

"Sabemos que a LAM tem dificuldades, mas que o mais importante é procurarmos um parceiro estratégico para que possamos viabilizar as operações da LAM, mas não só, também das outras empresas públicas", acrescentou o governante.

Na semana passada, cerca de 300 passageiros que pretendiam viajar de Maputo para as cidades da Beira e Nampula ficaram em terra, devido à falta de combustível nos aviões da LAM.

O ministro dos Transportes e Comunicações, Carlos Mesquita, disse à imprensa que o corte nos fornecimentos de combustível foi provocado por dificuldades de pagamento por parte da LAM.

Na sexta-feira, fonte da LAM disse à Lusa que o Instituto de Gestão de Participações do Estado (IGEPE) de Moçambique, entidade governamental que gere as empresas públicas, vai indicar uma comissão para gerir transitoriamente as LAM, na sequência da dissolução do Conselho de Administração, decidida em assembleia-geral extraordinária no dia anterior.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: LAM

Clique para mais notícias: África

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Vueling vai ter voos Tenerife - Lisboa

15-02-2019 (16h56)

A Vueling, low cost do IAG, grupo de que fazem parte também a British Airways, a Iberia, a Aer Lingus e a Level, vai ter voos entre Tenerife e Lisboa a partir de Abril.

TAP transporta menos passageiros este Janeiro nas suas rotas espanholas

15-02-2019 (15h47)

A TAP, que em meados do ano passado retirou A Coruña, Astúrias e Vigo da sua rede de destinos em Espanha, começou 2019 com uma quebra de passageiros nas ligações com o país vizinho em 3,4% ou cerca de 4,7 mil, de acordo com dados da AENA, gestora dos aeroportos espanhóis, recolhidos pela AENA.

Passageiros em voos entre Espanha e Portugal aumentam 10,8% em Janeiro

15-02-2019 (15h33)

Os aeroportos espanhóis somaram este Janeiro 357,6 mil passageiros de voos de/para Portugal, +10,8% ou mais 34,9 mil que no primeiro mês de 2018, de acordo com dados da AENA, gestora dos aeroportos espanhóis, recolhidos pelo PressTUR.

Aeroportos espanhóis começam 2019 com aumento de um milhão de passageiros

15-02-2019 (15h08)

Os 49 aeroportos espanhóis somaram 16,58 milhões de passageiros no primeiro mês deste ano, com um aumento em 7% ou 1,08 milhões em relação a Janeiro de 2018, cerca de metade do qual em Madrid Barajas e em Barcelona El Prat, de acordo com a AENA, gestora dos aeroportos espanhóis.

Lucro da Finnair baixa 11% para 150,7 milhões de euros em 2018

15-02-2019 (14h37)

A Finnair, que voa de Helsínquia para Lisboa e tem programado voar também para o Porto, obteve um lucro líquido de 150,7 milhões de euros em 2018, menos 11% do que no ano anterior, apesar de um aumento da facturação.